Depósito de material de construção: preços e como montar o seu

O depósito de material pode ser considerado um dos tipos de negócio que é possível ser aberto com investimento médio e com poucas pessoas. Normalmente, se você estiver começando agora, pelo menos 4 funcionários são necessários para iniciar o trabalho – interessante, não é?

Os depósitos de materiais são direcionados comumente para construção civil e devem ter um ótimo espaço disponível para os equipamentos e matérias prima, já que todos os processos de construção demandam bastante elementos.

Além do tamanho maior do ambiente, pontos como limpeza, manutenção, ventilação e organização, por exemplo, são imprescindíveis para que o seu depósito de material de construção seja otimizado e realmente comece a te trazer lucros.

Se você deseja saber mais sobre o depósito de material em geral, como abrir o seu, como organizar o espaço para que o seu faturamento alavanque ainda mais, continue lendo o artigo abaixo e aproveite as dicas!

O que é um depósito de material?

Quando você pesquisa por “depósito de material” é muito provável que se depare com anúncios sobre lojas de materiais de construção – o que está totalmente correto, já que em uma loja ou comércio, o espaço de depósito é fundamental.

Esse termo (“depósito”) tem sua definição relacionada à ação de depositar, colocar ou guardar alguma coisa, então, esse tipo de espaço está destinado, normalmente, a alocar os produtos a serem vendidos e variedades, além de estoques e aparelhos complementares.

E o que é depósito de material de construção?

Desta forma, um depósito de material de construção é justamente um local onde você consegue unir e encontrar diversos tipos de elementos necessários em uma construção ou reforma, seja ela grande, pequena, superficial ou completa.

Como montar um depósito de material?

Entrar no mercado de construção civil pode ser algo promissor nos anos atuais – inclusive, falaremos melhor sobre alguns dados abaixo. No entanto, para montar um depósito de material que realmente dê retorno a todo o seu investimento inicial, você precisa analisar diversos fatores – inclusive, econômicos e de concorrentes também.

Abaixo, listamos para você todos os pontos que devem ser levados em consideração antes de você começar esse empreendimento. Acompanhe!

Procure por dados do setor

Procure por dados do setor

Antes de pensar em montar o seu depósito de material de construção, é importante estudar o mercado no qual você está tentando se inserir. Por exemplo, em 2020, o setor de construção civil criou cerca de 142 mil vagas de trabalhos, segundo o Caged.

Quando levamos em conta o ano de 2021, é constatado que esse segmento de mercado começou com grande avanço, crescendo cerca de 4% nos primeiros 3 meses. Mesmo com a pandemia, o ritmo de lançamentos e vendas de imóveis novos também evoluiu, segundo dados do Caged, e atingiram cerca de 16,7 bilhões em abril de 2021, por exemplo).

O que esses dados indicam, afinal? Se o setor de construção civil está em alta, o espaço para empresas que distribuem materiais e insumos nesse sentido também pode crescer.

Saiba mais sobre a sua concorrência

No entanto, além de analisar dados de mercado, você precisa entender melhor sobre sua concorrência. Na sua cidade, há quantos depósitos de material de construção maiores? Tem algum no bairro em que você pretende montar? É um bairro em ascensão e crescimento urbano? Todos esses pontos devem ser levados em consideração antes de montar o seu próprio depósito de material.

Conheça mais sobre as demandas das obras

Conheça mais sobre as demandas das obras

Assim como em vários segmentos de mercado, você precisa ouvir o que o seu consumidor tem a dizer.

No começo do empreendimento, então, é mais que necessário você conhecer mais a fundo sobre como funcionam as demandas na construção civil, seja através de mestres de obras, engenheiros civis, arquitetos, pedreiros e outros colaboradores. Nesse sentido, atente-se a saber sobre quais materiais mais saem em uma obra ou quais são aqueles elementos que menos são utilizados, por exemplo.

Nesse caso, além de você descobrir quais insumos nunca devem faltar em seu depósito de material de construção, você também consegue entender mais sobre as variedades deles e refletir também sobre o sistema de armazenamento e cuidados que você terá que ter de forma imprescindível.

Por exemplo, materiais como a madeira, vidro e porcelanato precisam de cuidados redobrados e uma atenção maior durante o depósito e estocagem. Isso significa que serão necessários cuidados específicos para eles, além de um bom espaço disponível.

Escolha o espaço em que será o seu depósito

Agora que você já analisou o mercado, já entendeu melhor sobre seus concorrentes e em quais tipos de materiais de construção você pode focar inicialmente, é o momento de buscar um espaço ideal para o seu depósito de material.

É interessante pensar também na facilidade do transporte dos materiais para o seu depósito. As portas precisam ter uma boa altura e devem ser mais largas para que você não tenha problemas nas passagens. Em relação ao tamanho, é importante que seu depósito de material tenha, pelo menos, 100 metros quadrados. 

Nesse espaço, você pode criar a sua loja agregada e deixar alguns produtos à mostra, além de montar o espaço para pagamentos e controle financeiro.

Lembre-se também da quantidade mínima de funcionários que é possível ter no seu depósito quando ele estiver começando, como: 1 gerente, pelo menos 2 vendedores e 1 caixa, por exemplo. Esses funcionários precisarão de espaço para descanso, alimentação e necessidades básicas também.

Se o espaço escolhido comporta seu depósito de material, estocagem, loja, espaço para os funcionários e o pequeno escritório, então, ele é o ideal.

Compre os produtos, organize e otimize

Com o espaço escolhido para o  depósito de material de construção, já é possível ver o seu negócio ganhando mais forma. O momento, então, é o de comprar os produtos que serão vendidos por você. Esses produtos devem ser adquiridos direto com fabricante e terem autorização para serem comercializados, não esqueça dessa parte.

Mas, o que vender em um depósito de material?

Mas, o que vender em um depósito de material_

Existem materiais básicos que você precisa ter em um depósito de material de construção. Alguns deles, ainda, precisam ser estocados em montes já que são vendidos com muita frequência e vários de uma vez só, como no caso dos tijolos, por exemplo.

Confira abaixo uma lista do que você pode vender no seu depósito de material de construção:

Além desses, você também pode trabalhar, de forma secundária, com os seguintes elementos:

Depois que você escolheu e comprou os produtos e as quantidades que irá precisar para as suas vendas, é o momento de minimizar o máximo de danos a tudo isso. Ou seja, a parte de limpeza, iluminação e ventilação do local precisa estar adequada. 

É importante também que o local seja organizado, já que isso pode facilitar muito o processo de manutenção dos materiais, reposição de estoque e o próprio momento da venda através do funcionário.

Lembre-se que a poeira, umidade e pouca ventilação, quando em excesso, podem causar danos aos materiais e ao estoque, como rachaduras, mofo e ressecamento.

Além desse ponto, é importante criar sistemas de identificação de todos os produtos existentes no depósito e ter os preços sempre atualizados na etiqueta ou nas prateleiras. Esse sistema pode ser feito de forma automatizada, o que facilita muito o processo em depósitos muito grandes.

Invista tempo no showroom do seu depósito

Um depósito de material de construção, normalmente, tem muitos itens diferentes entre si e, por isso, organizar as mercadorias de forma que elas sejam vistas facilmente pelas pessoas é essencial. Nesse momento, também é interessante investir em uma boa decoração do seu espaço para chamar atenção das pessoas.

Normalmente, os produtos que são mais comprados devem ser aqueles que estão mais visíveis no showroom e também mais acessíveis, para que seja de fácil identificação das pessoas que entram no local. 

É importante que o espaço de exposição dos elementos seja próximo a entrada e/ou saída da loja, para que também facilite e otimize o tempo do comprador.

Além disso, o ideal é que produtos complementares fiquem perto uns dos outros, para que estimule o impulso de compra – para isso, inclusive, você pode usar de itens como placas e sinalizações.

Controle e reposição de estoque

Controle e reposição de estoque

O controle dos produtos que você tem no seu depósito de material de construção também é parte fundamental de todo o processo. É importante ter noção da quantidade de cada elemento e de suas variedades para que seja mais fácil analisar o que entra e sai de sua loja.

Programe-se para verificar o estoque pelo menos 1 vez na semana e, depois disso, trabalhe na reposição. Esse tipo de movimentação também pode ser útil para a organização do seu depósito de material, já que com grande rotação de mercadoria, você pode evitar bagunças e não ter acúmulos ou perdas de materiais.

Invista também em segurança

A segurança é fundamental em qualquer loja, escritório ou comércio e isso não seria diferente no caso dos depósitos de materiais. Dessa forma, é importante estar sempre atento a entrada e saída das pessoas, bem como o tempo médio de permanência em sua loja.

Além disso, o acesso ao seu estoque deve ser controlado e disponível apenas para pessoas autorizadas e treinadas corretamente. Assim, além da segurança contra possíveis roubos, você também pode controlar e prevenir acidentes de trabalho.

Depois de vender, colete feedbacks

Você, provavelmente, já deve ter respondido alguma pesquisa de satisfação ao sair de uma loja, mercado ou escritório de atendimento ao cliente, certo? Esse tipo de pesquisa é importante para verificar o quão as pessoas estão satisfeitas com o serviço da sua loja, seja no atendimento, na qualidade do produto, rapidez, facilidade no pagamento e assim por diante.

Dessa forma, além de fazer aquele processo inicial de conhecer o seu cliente, você precisa saber o que ele tem achado do seu trabalho e dos seus funcionários. É possível fazer isso através de pesquisas em panfletos ou mesmo informalmente, através do boca a boca.

Mais informações para começar o seu depósito!

Os passos acima são aqueles essenciais para você conseguir iniciar o seu depósito de material de construção. Seguindo todos eles arrisca, você com certeza terá bons resultados mesmo com pouco tempo de negócio.

No entanto, é muito comum que outras dúvidas rondem essa temática e, por vezes, as respostas a elas não são sempre abordadas de forma clara.

É por isso que, abaixo, vamos responder sobre o valor inicial que você precisa ter para abrir o seu depósito de material, quanto você consegue lucrar com ele e quais as normas regulamentadoras terão que ser seguidas para que você não tenha problema. Acompanhe!

Quanto precisa para abrir um depósito de material?

Com um bom faturamento previsto, é de esperar que o investimento inicial em um depósito de material seja super alto, não é mesmo? No entanto, por incrível que pareça o valor não é exorbitante.

Para começar sua loja ou depósito de material de construção, você precisará, em média, de R$ 170 mil reais inicialmente. Nesse valor estão inclusos: o capital de giro, o valor na compra dos produtos e gastos gerais também. 

Normas Regulamentadoras de armazenagem

Para criar um depósito de material totalmente em conformidade com a lei, você precisa seguir as Normas Regulamentadoras muito – inclusive, muito faladas em outros conteúdos pelo blog. No caso desse segmento, a NR de número 11 é a que assegura a segurança e as orientações legais para esse espaço.

Essa NR prevê que:

  • Todos os funcionários do depósito de material precisam estar usando os EPIs corretos para o trabalho;
  • Materiais perigosos devem ser transportados por colaboradores que sejam habilitados para isso e com uso de EPCs;
  • Todos devem ser treinados em caso de evacuação do local, se necessário;
  • Todos os materiais e equipamentos utilizados no transporte dos elementos do depósito de material devem estar em situação regular;
  • Etc.

Quanto lucra um depósito de material de construção?

Depende da administração do local, porém, sabe-se que a margem de lucro de lojas que vendem materiais de construção costumam ser de, em média, 90 a 200%.

Esperamos que esse conteúdo tenha sido útil para você montar o seu depósito de material. Aproveite o tempo e leia também sobre os conceitos da construção civil!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.