Preço do grafiato: quanto custa para fazer na sua casa?

O grafiato pode ser considerado um tipo de pintura ou técnica artística que é muito usada, principalmente, na fachada, nas varandas ou nos quintais das casas aqui no Brasil.

Devido a técnica utilizada nesse tipo de processo, o grafiato costuma ser mais grosso e deixa as paredes ásperas e com textura – diferente do aspecto liso das paredes internas das construções.

Porém, qual o preço do grafiato para fazer um projeto na área externa de toda a casa? Para ter uma noção como essa, é preciso entender quando rende uma barrica de grafiato e qual é a medida total dos lugares nos quais você irá utilizá-lo. Além disso, é importante saber quais os tipos de grafiatos existentes e o processo de pintura.

Se você está pensando em usar a técnica de grafiato para as paredes externas da sua casa, então, esse conteúdo é para você. Aproveite para saber também a variedade de preço e ver exemplos para se inspirar.

Continue a leitura para saber mais!

O que é o grafiato?

O grafiato, como já mencionado, pode ser considerado um tipo de pintura e/ou técnica artística de decoração, além de ter o objetivo de corrigir e disfarçar imperfeições nas paredes. 

Essa técnica é formada por riscos variados e distintos entre si, chamados de gramatura, e cada um deles podem ser mais finos ou mais grossos, mais superficiais na tintura ou menos – tudo vai depender do estilo de grafiato desejado.

Um ponto interessante para ressaltar é que essa técnica, mesmo que ainda pouco usada nesse sentido, pode ser encontrada em paredes internas das casas como forma de diferenciar os cômodos. No entanto, é mais comum em paredes externas, justamente devido a sua grande capacidade de proteger contra a umidade.

Além disso, essa técnica de pintura também é muito popular pois não requer um profissional específico e, diferente de outras possibilidades para decoração, pode ser feita em casa e por pessoas sem experiências.

Vantagens de usar grafiato

Vantagens de usar grafiato

Por ser um tipo de pintura popular e muito usado aqui no Brasil, você já deve ter imaginado que existem várias vantagens em usar grafiato em sua parede, não é? Se pensou assim, saiba que pensou certo.

O preço do grafiato é bom e ele é muito queridinho por aqui, por isso, listamos abaixo algumas de seus principais diferenciais. Acompanhe!

  • Pode ser feito através do DIY: o grafiato pode ser feito através da ideia do “Do It Yourself” ou seja, “faça você mesmo”. Isso quer dizer que é super possível usar a técnica sem a necessidade de um profissional super capacitado para isso. Porém, claro! Se você quer o melhor resultado, nada substitui uma pessoa que tem experiência e trabalha com esse tipo de pintura a anos.
  • Protege de infiltrações e umidade: você já viu algumas manchas escuras no teto ou na parte de baixo das paredes? Ou um estufamento na tinta? Isso é resultado da umidade. O grafiato é um tipo de pintura que protege a parede devido a sua camada grossa de tinta, o que colabora com a prevenção de infiltrações ou aparecimento dessas manchas.
  • Alta durabilidade: as paredes pintadas de grafiato se mantêm intactas durante muito tempo. Isso também está atrelado a camada de tinta mas, principalmente, aos componentes dela – que colaboram com a fixação e resistência.
  • Ótimo custo-benefício: o grafiato pode ser encontrado facilmente em qualquer loja de material de construção, além disso, por ser uma técnica que pode ser feita por qualquer pessoa, a mão de obra não costuma ser tão cara – dessa forma, acaba se tornando um processo com ótimo custo-benefício e, ainda assim, muito bonito.
  • Variedades de cores e de formas de aplicação: marrom, azul claro, cinza, bege, branco… são diversas as cores possíveis de serem encontradas de grafiato. Isso dá bastante inspirações para quem deseja utilizar dessa técnica. Além disso, também há diferentes formas de aplicação e é possível escolher aquela que mais lhe agrada.

Além dessas vantagens, também é possível citarmos:

  • Resistência em relação aos raios UV;
  • Revestimento lavável;
  • Alta durabilidade e resistência;
  • Não retém pó e, por isso, suja com menos frequência;
  • Pode ser aplicado em vários tipos de superfície, desde de alvenaria a reboco e dry wall;
  • Hidrorepelente e impermeável.

Claro que também é importante mostrar para você alguns pontos que podem ser considerados não tão positivos dessa técnica de decoração. Por isso, listamos abaixo informações importantes:

  • É uma técnica que, apesar de muito conhecida e ter ótimo custo-benefício, é um pouco mais demorada que outras para ser realizada. Em projetos com grafiato, o ideal é não ter pressa;
  • Com o grafiato você terá pouco espaço para arrependimentos, já que é um tipo de pintura difícil de ser removida e quase sempre é permanente;
  • O mesmo ponto sobre dificuldade em remoção vale para as cores. É mais difícil alterar a coloração de uma parede com a técnica de grafiato, justamente devido às gramaturas que são feitas de maior ou menor profundidade e tamanho.
  • É um tipo de pintura que também não aceita muitos retoques.

Apesar de alguns pontos de atenção em relação ao grafiato, é possível perceber que é uma técnica com mais benefícios e muito democrática.

Tipos de grafiato

Tipos de grafiato
Imagem: @imperiorevestimentos.

Dada as várias vantagens e alguns pontos de atenção em relação ao grafiato, é o momento de falarmos dos seus tipos.

O importante a saber é que a diferença entre suas variedades está no tamanho das pedrinhas que estão em sua composição, que também pode ser chamado de “malha”. A depender da variedade das malhas, o grafiato poderá ficar mais forte ou mais suave.

Dessa forma, os grafiatos disponíveis no mercado atualmente são:

  1. Malha ou gramatura 8: acabamento mais fechado e, por isso, pode ser bem utilizado em fachadas, muros e paredes de varanda;
  2. Malha ou gramatura 10: é uma das mais utilizadas pois as ranhuras são consideradas intermediárias – nem tão finas e nem tão grossas;
  3. Malha ou gramatura 12: mais utilizada em paredes internas para decoração, já que tem um acabamento mais fino, delicado e sutil.

Para lembrar dos tipos de malha, é só pensar que quanto maior for o número dela, mais delicado e fino será o acabamento do seu grafiato. Mais fácil, não é?

Como fazer grafiato na parede?

Sabendo agora dos tipos de grafiato, vamos falar brevemente sobre como fazer esse processo. Para fazer essa textura, serão necessários alguns materiais. Por isso, tenha com você:

  • Lona para proteção do piso ou qualquer plástico grande;
  • Fita crepe para delimitar;
  • Espátula e mexedor para a tinta;;
  • Balde;
  • Pincel ou rolo para pintura;
  • Massa para grafiato;
  • Desempenadeira – que pode ser de plástico.

Além desses materiais, dois são super importantes para criar a sua parede de grafiato em casa:

  • Ferramenta risca fácil;
  • E, por fim, um primer acrílico para melhorar a fixação.

Depois de comprar os materiais, você deve começar delimitando e protegendo molduras, portão, batente de portas, laterais de pisos e qualquer outro local menor que você achar necessário. Para partes maiores, coloque uma lona no chão ou um plástico para cobrir toda a extensão.

Após a proteção, você irá utilizar a espátula para verificar quais partes da tintura atual está descamando. Se a parede for nova, é só verificar se não há nenhuma fissura antes da aplicação. Além disso, é importante limpar a parede e retirar qualquer poeira ou sujeira.

Feito esse processo inicial, partiremos para a aplicação da textura de grafiato. No balde, você precisa diluir o primer com um pouco de água e misturar bastante até ficar de uma textura só. Depois disso, passe-o todo nas paredes em que você irá fazer o grafiato e espere secar.

Depois de 6 horas, em média, você irá aplicar o grafiato. Dilua a massa dele através do mesmo procedimento anterior. Com essa mistura pronta, você irá usar a desempenadeira e, em seguida, começará a aplicá-la na parede – e é nesse momento que vem a grande diferença da técnica.

Ao passar a massa, você deverá usar a ferramenta risca fácil na mesma direção em toda a extensão do local em que a massa foi aplicada. Volte com a desempenadeira para tirar o excesso de produto e, após esse processo, você precisará aguardar cerca de 48 horas para a tintura e/ou massa secar.

Está pronto! Reparou que é um processo fácil de fazer? Porém, ao mesmo tempo, pode ser feito de forma muito mais rápida e bonita por um profissional qualificado.

Preço do grafiato: quanto gastar?

O preço do grafiato é algo que as pessoas precisam saber para definir se será essa a técnica usada na construção. Além disso, é comum se perguntar quanto é o teto de gasto para esse tipo de aplicação – afinal, com tantos tipos de produto, fica difícil saber ao certo, não é?

O grafiato é um produto vendido em latas que variam de quilograma, mas a mais comum é a de 25 kg. Uma lata nesse peso é capaz de render 6,5 m² de extensão.

Sabendo que a altura mínima de uma parede normal é de 2,30 metros e cerca de 2,5 metros de comprimento (multiplicando ambos os valores temos 5,75 m² de área), uma lata (cujo o preço do grafiato é, em média, R$ 90) é capaz de pintar pouco mais de uma parede.

No entanto, tudo isso vai depender do tamanho e da extensão do local em que você irá aplicar. Para saber esse valor, multiplique o comprimento pela altura da parede e você terá o metro quadrado do local em que irá colocar grafiato. Depois disso, compre as latas que superam esse tamanho – melhor sobrar do que faltar, não é?

Qual o rendimento de uma barrica de grafiato?

Uma barrica de grafiato com 50 kg faz é capaz de render cerca de 12 metros de parede, valor que pode variar conforme a quantidade utilizada nas aplicações.

Quanto rende 25 kg de grafiato?

Como mencionado acima, 25 kg de grafiato podem render cerca de 6,5 m² de parede e, para saber se essa é a quantidade que você precisa, descubra o metro quadrado da extensão na qual você fará essa técnica.

Exemplos de paredes com grafiato!

Agora que você já sabe o que é, o preço do grafiato, quanto rende uma lata e quais as principais vantagens de aplicar essa técnica em sua obra, é o momento de te dar ideias e inspirações para essa pintura na sua obra.

Lembre-se que é importante pensar com calma na cor, no estilo e na malha do grafiato que você deseja, principalmente, pelo fato de que é uma técnica quase irreversível  e com poucas possibilidades de mudança. Então, se você se cansa muito fácil dos lugares e quer sempre estar mudando, talvez essa técnica não seja a ideal para você.

Grafiato na varanda

Grafiato na varanda
Imagem: AMJ Pinturas.

Nessa opção, temos o grafiato em duas cores e divididos através de uma faixa branca. É muito comum esse tipo de estilização, principalmente, em varandas e corredores – como no caso da imagem.

No caso dessa opção, temos uma cor mais básica dando um contraste com o verde do jardim. Nessa opção, o grafiato foi feito durante toda a extensão do corredor e/ou varanda.

Grafiato na fachada

Grafiato na fachada
Imagem: Espaço A Arquitetura (@carol_bollmann).

Na fachada mostrada acima, é possível perceber que as cores são mais básicas. Normalmente, grafiatos com esse tipo de coloração são mais utilizados para ser a “estampa” da casa. Além disso, também é possível perceber que as malhas dos exemplos variam entre si.

Grafiato em uma das paredes de cômodos internos

Grafiato em uma das paredes de cômodos internos
Imagem: SpacoInterior.

No grafiato usado internamente, podemos ter cores super chamativas e vivas, ou tons mais sóbrios e calmos tanto na cozinha quanto na sala da residência.

Grafiato com malha 12

Grafiato com malha 12

Grafiato com diferentes riscos

Grafiato com diferentes riscos
Imagem: @revfran.franca.

Grafiato com malha 8

Grafiato com malha 8

Esperamos que esse conteúdo sobre preço do grafiato, seus tipos, como aplicar, etc, tenha sido útil para você. Aproveite e leia também sobre piso vinílico!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.