Varanda de madeira: tipos, características, vantagens e inspirações

A varanda é uma peça coringa nos projetos arquitetônicos modernos. O item é responsável por conectar a parte interna do imóvel com a área externa. E se o cômodo por si traz mais conforto ao ambiente, imagina com uma varanda feita de madeira. O espaço fica ainda mais aconchegante e convidativo. Continue lendo este conteúdo e conheça os tipos, as vantagens, as desvantagens e os cuidados que deve-se ter com uma varanda de madeira. 

Características que definem uma varanda de madeira 

O conceito de varanda é de um espaço da casa ao livre. Ela pode ser coberta ou não por um telhado. A vantagem da primeira opção é que se torna uma parte do imóvel que permite o contato dos moradores com a parte exterior, até mesmo nos dias de chuva ou nas estações mais frias, pois protege a área. 

Uma varanda de madeira reforça ainda mais a sensação de liberdade que o cômodo provoca, já que aumenta o diálogo com a natureza, uma vez que a matéria é de origem natural e causa este efeito. Além disso, é capaz de provocar sentimentos típicos da madeira, como o aconchego e o acolhimento. 

Projetos de Casas
Projetos de Casas

Quais as vantagens de ter uma varanda de madeira?

Charmosa e muito moderna, ter uma varanda de madeira em casa possui muitas vantagens. Confira as principais: 

  • Isolamento térmico: a madeira é um material que funciona muito bem como isolante térmico. Por isso, ao ser utilizada neste ambiente, em especial na parte inferior, como piso, provoca aquela sensação gostosa ao andar de pés descalços, pois mantém a temperatura do corpo, sem gelar;
  • Isolamento acústico: outra qualidade da madeira é sua capacidade de isolamento acústico. Ou seja, uma varanda feita deste material gera mais conforto sonoro, pois os sons não são rebatidos na superfície. O que a faz um lugar ideal para reunir os amigos e família;
  • Excelente acabamento:   a madeira combina com praticamente todos os tipos de decoração, desde as clássicas às modernas. E isso faz com que independente do estilo arquitetônico da casa, a varanda combine e tenha um acabamento perfeito;
  • Proporciona bem-estar: além das sensações positivas que já comentamos que a madeira provoca, uma varanda de madeira é um espaço ideal para tomar sol, respirar ar puro e consequentemente cuidar da saúde reforçando a vitamina D;
  • Protege as aberturas: a varanda de madeira coberta é uma forma de proteger as portas e janelas de determinado lado do imóvel, pois evita que as aberturas fiquem expostas às chuvas e aos raios solares. 

Quais as desvantagens de ter uma varanda de madeira?

Apesar das várias vantagens citadas no tópico anterior, a varanda de madeira possui algumas desvantagens. Confira:

  • Necessidade de manutenção: por ser uma matéria prima de origem natural, a madeira precisa de manutenção periódica. Neste caso, a reaplicação do verniz ou stain e a substituição de peças comprometidas são essenciais para garantir a durabilidade e beleza do cômodo;
  • Sucessível à pragas:  outra preocupação que deve-se ter ao aplicar a madeira em um projeto arquitetônico é com o ataque de cupins e outras pragas. Para evitar problemas, é necessário escolher bem o tipo da madeira e seguir as orientações do fabricante. 

Quais as espécies de madeira mais indicadas para varanda?

A escolha da espécie de madeira que será utilizada para a construção da varanda de madeira é o momento decisivo para o sucesso da obra. Isto porque, a madeira certa garantirá a qualidade e segurança do projeto. Conheça as espécies mais indicadas para áreas externas: 

Cumaru

cumaru
  • A madeira da espécie Cumaru tem tonalidade castanho-claro-amarelada e brilho moderado;
  • Alta durabilidade;
  • Acabamento impecável;
  • Densidade alta;
  • Dura no corte;
  • Resistente ao ataque de cupins e fungos.

Ipê

ipê
  • A madeira da espécie Ipê tem coloração pardo ou castanho com reflexos amarelados ou esverdeados, com alburno branco-amarelado;
  • Sem brilho;
  • Madeira tropical da América Central e do Sul;
  • Bastante dura e densa;
  • Resiste muito bem a empenamentos, rachaduras e decomposição;
  • Altamente resistente a insetos e fungos;
  • Mesmo não tratada pode durar cerca de 40 anos ao ar livre. 

Tatajuba

carvalho
  • A madeira da espécie Tatajuba tem coloração amarelo-dourada;
  • Proveniente da região amazônica;
  • Resistente à fungos e umidade;
  • Promove um estilo mais rústico.

Cedro

cedro rosa
  • A madeira da espécie Cedro tem coloração vai de bege-rosado-escuro até o tom castanho-avermelhado;
  • Fácil de combinar com a decoração externa;
  • Possui bastante brilho;
  • Dura no corte;
  • Muito versátil, podendo ser usada para diferentes finalidades;
  • Resistente ao ataque de cupins;
  • Densidade elevada.

Eucalipto

Eucalipto
  • A madeira da espécie Eucalipto tem coloração castanho-rosado-claro, com o alburno bege-rosado;
  • Sem brilho;
  • Excelente custo-benefício;
  • Densidade baixa;
  • Bom acabamento;
  • Resistente e durável;
  • Possui dureza média ao corte.

Teca

pinho
  • A madeira da espécie Teca tem coloração castanho-amarelado passando a castanho escuro, com listras escurecidas;
  • Com brilho;
  • À prova d’água e resistente à luz solar;
  • Não acumula sujeira;
  • Resistente a insetos;
  • Excelente acabamento.

Jatobá

jatobá
  • A madeira da espécie Jatobá tem coloração do vermelho-alaranjado ao marrom-avermelhado;
  • Brilho mediano;
  • Acabamento impecável;
  • Alta densidade;
  • Dura o corte.

Pinus

pinus
  • A madeira da espécie Pinus tem coloração branco-amarelado;
  • Brilho mediano;
  • Bom acabamento;
  • Gera delicadeza ao projeto;
  • Densidade baixa;
  • Macia ao corte.

Quais são os tipos de varanda de madeira?

Existem diversos tipos de varanda de madeira, no momento da escolha, é preciso analisar qual combina mais com o projeto pensado para a casa e em qual finalidade ela terá. Confira alguns dos tipos mais utilizados nos imóveis modernos: 

Varanda de madeira rústica

O primeiro material que vem à mente ao pensar em uma decoração rústica é a madeira. Eles andam lado a lado e combinam perfeitamente. Então, apostar em uma varanda de madeira com estilo rústico é ter a certeza de estar acertando. 

Para causar o efeito rústico no ambiente, opte por espécies de madeiras com tonalidades mais escuras ou aplique um verniz mais escuro após a obra pronta.Para a decoração, bancos de madeira antigos e até uma mesa de madeira rústica, combinam perfeitamente para dar o toque final na varanda.

Varanda de madeira suspensa

A varanda de madeira suspensa é bastante charmosa e conversa muito bem com casas de campo e de praia. Mas dependendo de como for trabalhada, também é uma excelente aposta para imóveis urbanos. Geralmente é utilizada em construções com mais de um piso ou quando é feita em um terreno muito íngreme. 

O estilo dela dará muito pelo tipo de madeira escolhida e os itens adicionados ao espaço. Caso queira dar um ar mais clean, aposte em tons mais claros e até mesmo alguns itens de artesanatos com tons neutros. 

Agora, se preferir um toque mais moderno, colocar alguns pufs, investir em cores mais escuras  e adicionar plantas, ficará perfeito. 

Varanda de madeira gourmet

A varanda de madeira gourmet na maioria dos projetos acaba sendo integrada à parte no imóvel em que a churrasqueira ou até mesmo a sala de jantar estão.  Ela é pensada justamente para servir como um cômodo para receber os convidados para almoços ou jantares e promover a refeição ali mesmo, ao ar livre.

Por isso, na maioria das vezes o projeto é planejado incluindo além da churrasqueira uma mesa ou bancada e também uma pia para facilitar o preparo da refeição e um espaço que comporte bem para manter uma boa conversa. 

Varanda de madeira com pergolado

A varanda com pergolado de madeira junta o melhor destes dois itens que estão muito em alta nos projetos arquitetônicos. Este modelo, além de dar um ar moderno ao espaço, permite uma série de possibilidades. Sendo ideal para quem deseja montar um jardim, pois apresenta ótima luminosidade. E também é perfeito para incluir uma poltrona e uma mesinha para tomar um café ou chá nos dias frios.  

Varanda de madeira integrada

A varanda de madeira integrada funciona como uma espécie de extensão visualmente aberta, mas que fica sendo cercada por vidro. É ideal para imóveis cujas localizações possuem estações mais frias e a incidência de raios solares ajuda a aquecer o espaço. Ou para quem deseja montar uma sala de estar mais iluminada e ao mesmo tempo segura. 

Quais cuidados são necessários para manter uma varanda de madeira? 

A escolha da madeira certa para o projeto garante grande parte da durabilidade de beleza de uma varanda de madeira, mas alguns cuidados são essenciais para prolongar ainda mais a vida útil do espaço. Saiba quais cuidados ter com uma varanda de madeira:

Impermeabilize o espaço

Por ser um material natural, a  madeira tem a capacidade de reter e de perder água para o ambiente externo. O que faz com que ela inche ou até mesmo tenha rachaduras em sua superfície. E para evitar isso, é necessário realizar o processo de impermeabilização da madeira por meio do verniz ou stain. 

O verniz é o processo que dá mais trabalho, já que necessita que a madeira seja preparada, ou seja, lixada. O ideal é que na primeira vez que o material receba o verniz, sejam dadas 3 mãos das substâncias. A reaplicação deve ser feita pelo menos uma vez ao ano, mas é sempre bom avaliar a condição da madeira frequentemente. Porém o verniz acaba protegendo a madeira apenas da água.

Já o stain, além de mais prático para aplicar, não sendo necessário lixar, cria uma película sobre a superfície que ajuda a repelir a umidade, proteger de cupins, bloquear os raios UV e afastar fungos e insetos.

Substitua as peças desgastadas

Mesmo realizando o tratamento correto da madeira, algumas peças podem apresentar desgaste ou serem alvos dos ataques dos insetos com o passar dos anos, principalmente as que compõem a parte inferior do cômodo. Por isso, é importante estar atento a qualquer variação incomum e realizar a troca da peça imediatamente. Essa atitude evita que a estrutura seja comprometida, garantindo a segurança de todos. 

Realize a limpeza corretamente

A higienização da varanda de madeira deve ser feita apenas com uma solução contendo água e detergente neutro. Para isso, umedeça um pano na mistura e com o auxílio de uma vassoura espalhe por toda a superfície. Não espere a solução secar para enxaguar. Logo após a aplicação, utilize o mesmo pano, agora apenas umedecido com água para remover. 

4 itens de decoração que combinam com uma varanda de madeira

Como falamos nos tópicos anteriores, a decoração da varanda de madeira irá depender muito da sua finalidade. Mas estes 4 itens combinam perfeitamente com o espaço e podem ser utilizados como peças chaves. Confira:

1. Bancos e mesas de madeira

Nada melhor do que receber os amigos em um espaço aconchegante ao livre. Então, apostar em bancos, poltronas e até mesmo em uma mesa de madeira, ajudam a criar um clima acolhedor, perfeito para um café ou happy hour. E para otimizar o espaço, existem diversos modelos retráteis, que são muito fáceis de mover, montar e desmontar dependendo da necessidade. 

2. Plantas em um suporte de madeira

As plantas adoram estar em um cômodo com bastante luz natural e ar puro. Por isso, a varanda acaba sendo um ótimo ambiente para ter um jardim. Existem muitas opções de suporte de madeira para plantas, basta escolher o que mais se encaixa no estilo da decoração. 

Seguindo a mesma linha, outra dica que funciona muito bem em varandas, é montar uma pequena horta. Ela pode ser feita nos mesmos suportes para plantas e além de dar vida ao ambiente, potencializam a alimentação. 

3. Rede ou balanço

Um cochilo após o almoço ou uma leitura agradável em um lugar iluminado são momentos que podem se tornar ainda mais agradáveis neste espaço. A varanda de madeira é um dos melhores cômodos para descansar e ter momentos de lazer. E para isso, incluir uma rede ou até mesmo um balanço suspenso, pode ser uma decisão bastante assertiva. 

5. Iluminação quente

Para ajudar a intensificar a sensação de tranquilidade e harmonia que a madeira traz, uma opção é apostar na iluminação ideal. As luzes amarelas são responsáveis por provocar o aquecimento do cômodo, fazendo com que ele fique mais convidativo e aconchegante, principalmente ao entardecer e em dias chuvosos. Uma das possibilidades é incluir, além da iluminação comum, lâmpadas suspensas ou até mesmo luminárias. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *