madeira tauari

Madeira Tauari: preço, detalhes e características

Página Inicial » Madeiras » Madeira Tauari: preço, detalhes e características

A madeira é um material coringa na construção civil podendo ser aplicada na estrutura, cobertura, acabamento, móveis, decoração, entre outros momentos. Escolhê-la para compor a sua planta-baixa é a certeza de quase nunca errar. Mas é importante lembrar que cada espécie possui suas características, assim como a madeira Tauari, que será apresentada.

Entenda os detalhes, aplicações, origem, preço e outras informações relevantes sobre a madeira Tauari neste texto. Continue lendo e aprenda também a como impermeabilizar a peça!

O que é madeira Tauari? 

A madeira Tauari é um dos tons mais claros de madeira natural presente na natureza. Ela é da família Lecythidaceae, popularmente também é chamada de tauari-amarelo, tauari-morrão, imbirema e estopeiro. Pertence ao gênero Couratari, que engloba outras espécies cujas características se assemelham a ela. 

Dados técnicos sobre a Tauari

Confira todas as características, nome científico, aplicações, origem e tudo que você precisa saber sobre a madeira de Tauari.  

Nome científico/ técnico:

Couratari spp

Nomes populares:

  • Tauari-amarelo;
  • Tauari-morrão;
  • Imbirema;
  • Estopeiro.

Nomes internacionais: 

  • Couratari (ATIBT,1982);
  • Ingipipa (Suriname);
  • Inguipipa (Guiana Francesa);
  • Mahot cigar;
  • Tauari (BSI,1991);
  • Wadara (Guiana);
  • Wandara.

Principais ocorrências:

Nacional: Amazônia, Acre, Amapá, Amazonas, Maranhão, Mato Grosso, Pará, Rondônia.

Internacional: Guiana, Guiana Francesa, Suriname.

Características gerais da madeira Tauari

Características gerais da madeira Tauari

Tendo uma das colorações mais claras de madeira, o seu tom é variável entre branco-amarelado e bege-amarelado-claro. O que é perfeito para projetos que buscam um revestimento interno mais neutro e claro.

É indicado também para a composição de ambientes pequenos, uma vez que sua coloração suave provoca a sensação de amplitude no local. Contudo, os cômodos maiores também podem aproveitar de toda a sua beleza. 

No que diz respeito ao manuseio, a madeira de Tauari tem densidade média. O que permite que seja bem trabalhada, não apresentando resistência nem para as peças que exijam curvas, pois aceita bem esse toque. Além do que, suas características físicas fazem com que ela seja permeável para várias substâncias, o que aumenta sua vida útil e a preserva.

Quanto ao odor,  é praticamente imperceptível. O visual é composto por um brilho que chama a atenção, que mantém um visual também muito belo para os produtos fabricados a partir dela ou os ambientes que recebem seu piso e acabamentos ou detalhes.

A única restrição é quanto a sua aplicação. O recomendado é que componha apenas projetos internos. Isso porque ela pode apresentar tendência a manchar quando em contato com a umidade.Contudo, com os cuidados adequados, a madeira tende a ter uma vida útil bastante elevada.

Descrição anatômica macroscópica:

• Parênquima axial: pouco visível a olho nu, em linhas finas, numerosas, aproximadas, regularmente espaçadas, formando com os raios um reticulado quase uniforme.

• Raios: pouco visíveis a olho nu no topo, na face tangencial é visível apenas sob lente.

• Vasos: visíveis a olho nu, médios; muito poucos; porosidade difusa; solitários e alguns múltiplos de 3 e 4; vazios.

• Camadas de crescimento: distintas, individualizadas por zonas fibrosas tangenciais mais escuras.

Qual o preço da madeira Tauari? 

A Tauari pode ser encontrada no mercado por um preço médio de: R$ 250,00 m²

Aplicações da madeira de Tauari

Aplicações da madeira de Tauari
Imagem: Madel.

A madeira Tauari é um material extremamente versátil. As suas aplicações compreendem uma vasta gama de setores e funcionalidades. O que a torna uma peça bastante conhecida. Conheça as principais aplicações da madeira Tauari:

Na construção civil a sua utilização deve-se principalmente na confecção de materiais internos como: portas, janelas e venezianas. Mas também pode ser aproveitada na estrutura como ripas e partes secundárias. Sendo utilizada também como rodapés, guarnições, cordões e lambris.

Na fabricação de móveis, é incluída nas estantes, prateleiras, roupeiros, armários e diversas outras peças que ficam na parte interna das casas. 

Além dessas, outras funcionalidades da madeira de Tauari são na composição de vassouras, lápis, carretéis e bobinas.Além de brinquedos, artigos esportivos, instrumentos musicais, peças decorativas e embalagens.

Como comentamos, essa madeira é bem prática de se trabalhar com corte. O que permite tantas aplicações, mesmo em peças que necessitam de curvas, como as peças decorativas de diferentes cômodos. 

Externas:

  •       portas de Tauari;
  •       janelas de Tauari;
  •       venezianas de Tauari;

Internas:

  •       ripas de Tauari;
  •       partes secundárias de estruturas;
  •       cordões de Tauari;
  •       guarnições de Tauari;
  •       rodapés de Tauari;
  •       forros de Tauari;
  •       lambris de Tauari;

Mobiliário:

  •       móveis estândar;
  •       estruturas de móveis;
  •       partes internas de móveis inclusive daqueles decorativos;

Usos gerais:

  •       lâminas de Tauari;
  •       chapas compensadas de Tauari;
  •       embalagens;
  •       peças encurvadas ou curvadas;
  •       cabos de vassoura;
  •       artigos de esporte e brinquedos;
  •       decoração e adorno;
  •       instrumentos musicais ou parte deles;
  •       lápis;
  •       palitos;
  •       bobinas e carretéis de Tauari.

Durabilidade natural

Em análises feitas na madeira Tauari foi identificada uma baixa resistência ao ataque de organismos xilófagos, conhecidos popularmente como fungos e cupins. Algumas de suas espécies  apresentam tendência a terem manchas azuis ocasionadas pelos fungos manchadores, o que requer que sua utilização seja feita seca e protegida da umidade. 

Ao testar o material em ensaio de campo, em contato com o solo, ela foi considerada não durável, tendo vida inferior a dois anos, segundo estudos. Mas vale ressaltar que estamos falando de um material natural, produzido 100% pela natureza e que se caso não haja alteração humana, é programado, assim como as demais árvores, para seguir seu ciclo. 

O que não quer dizer que quando aplicada em um ambiente propício para a extensão de sua vida útil, onde não há umidade e nem contato direto com o solo, ela não irá durar. Muito pelo contrário, somado com o tratamento e cuidado ideal, a madeira Tauari tende a ser consideravelmente durável. 

Madeira Tauari pega cupim? 

De acordo com análises feitas na peça de Tauari natural, ou seja, sem qualquer tipo de tratamento após ser cortada, ela é suscetível ao ataque de cupins e fungos. Mas essa não é uma característica apenas dela, mas também de outros tipos de madeira (com pequenas oscilações de vulnerabilidades).

Com sorte a construção civil evoluiu a tal ponto que as características naturais das peças são facilmente contornáveis e deixam de ser um problemas assim que recebem o tratamento indicado. 

Madeira Tauari é resistente à água?

Assim como aos cupins e fungos, a madeira Tauari acaba sendo propensa a permeabilização de água no seu interior. Contudo, também como no tópico anterior, o tratamento adequado veda essa penetração, protegendo a peça.

Madeira Tauari é boa?

Madeira Tauari é boa
Imagem: Stival Material de Construção.

Então, se a sua dúvida for “madeira Tauari é boa?”, a resposta é: Sim! A madeira de Tauari é excelente, desde que você respeite as indicações e restrições deste material. Assim como outros tipos de madeira, ela tem as suas limitações, mas principalmente, suas vantagens!

Como comentamos no início, uma das qualidades dela é que é uma ótima opção para os ambientes menores, por sua tonalidade clara cria a ilusão de maiores dimensões.Mas a sua versatilidade vai muito além de como ela projeta os ambientes. 

Portanto, independente do tamanho e do estilo decorativo, ela combina muito bem com todas as decorações, desde as modernas, até as clean, a madeira Tauari é uma alternativa para cogitar. 

Além de boa para os interiores, também oferece um acabamento e resistência muito interessante aos produtos fabricados a partir dela, como as portas, janelas e outras aberturas. Ressaltando que para essas aplicações, o tratamento é imprescindível. 

Mas vale lembrar que para qualquer peça de madeira ser boa, você precisa estar atento ao revendedor. Sempre questione a origem das madeiras vendidas e procure adquirir de comércios especializados, como madeireiras. 

Por fim, nunca esqueça de pedir o certificado legal da madeira. Comprar madeira legal e de reflorestamento também é uma forma de garantir a sua procedência e qualidade. Mesmo que mais baratas, madeiras ilegais nunca são uma boa opção. Não compactue com esse tipo de crime. 

Como impermeabilizar a madeira Tauari? 

Como impermeabilizar a madeira Tauari

Quando falamos em tratar a madeira Tauari, ou qualquer outro tipo de madeira, estamos nos referindo ao processo de impermeabilização da peça. Esse momento consiste na vedação da superfície com um produto que impede a água e outros componentes nocivos de penetrar nas camadas mais profundas. 

Existem diferentes tipos de impermeabilizantes disponíveis no mercado. Vernizes, óleo, impermeabilizantes são apenas algumas das opções, mas vale uma pesquisa detalhada sobre cada um e até uma indicação de um vendedor de confiança. 

Neste conteúdo vamos descrever o passo a passo da impermeabilização com o verniz, um dos mais utilizados no setor. 

Materiais necessários para a envernização:

  • Madeiras em questão;
  • Uma bancada ou cavaletes para apoiar a madeira;
  • Lixas 80, 100 e 120 (ou 150) para a preparação;
  • Lixas 320 ou 360 para o acabamento do verniz;
  • Latas de verniz necessárias;
  • Pincéis para a aplicação de verniz;
  • Um pano limpo.

Passo a passo para envernizar madeira Tauari:

1. Organize o seu espaço de trabalho

Em qualquer tarefa a organização é um dos fatores que irão determinar o sucesso ou fracasso de tal. Portanto, antes de mais nada, separe um espaço da sua casa especialmente para isso e organize todos os materiais listados acima, de forma que seja de fácil acesso. 

2. Lixe a madeira

O segundo passo é lixar a madeira. Inicie com a lixa mais grossa, como a 80, ela irá remover as imperfeições mais brutas da madeira. O processo pode ser feito totalmente à mão, mas caso queira acelerar, ferramentas como a lixadeira orbital, podem auxiliar. 

Ao observar que não há mais grandes imperfeições, vá diminuindo as lixas para as mais finas, como a número 100 e 120 (ou 150). Essas lixas têm textura mais fina e deixam um acabamento mais liso e granular, fazendo a peça ficar ainda mais agradável ao toque e no ponto ideal para envernizar a madeira.

3. Limpe a madeira

Depois de tanto lixar, a superfície da madeira estará coberta de pó. Certamente neste passo você já percebeu que não há condições de aplicar qualquer produto nela sem antes limpar. Por isso, utilize o pano limpo e remova tudo. 

Mas atenção: evite umedecer o pano, pois poderá comprometer a envernização. 

4. Aplique o verniz

A primeira demão de verniz servirá para criar a camada inicial do produto, que ajudará na fixação das próximas. Existem vernizes de diversos tipos e marcas e cada um tem uma forma de aplicação, alguns exigindo diluição e outros prontos para usar diretamente da lata. Leia atentamente o rótulo do verniz que você escolheu para saber como prosseguir na aplicação do produto.

Neste passo a passo vamos seguir a regra geral, especialmente para a primeira demão, que indica a diluição do produto em solvente específico para ele. Seguindo a proporção de 1/4 de solvente para 3/4 verniz. O objetivo da diluição é deixar o verniz mais fino e fácil de ser absorvido pelos poros da madeira, aumentando a proteção.

Para aplicação, utilize o pincel em movimentos regulares. Sendo um produto de fácil aplicação, dificilmente deixa marcas na superfície, mas é melhor seguir essa recomendação para evitar surpresas nas próximas demãos. 

Depois da primeira demão, espere secar entre 4 e 8 horas. O recomendado é sempre seguir o tempo descrito na embalagem. Após, com uma lixa 320 ou 360, realize um novo lixamento da superfície por completo.

Lixar a primeira demão do verniz não tem o objetivo de removê-lo, mas sim criar uma superfície mais abrasiva e que fará com que o verniz agarre melhor na madeira nas seguintes demãos.

Feito isso, basta aplicar as demãos seguintes do verniz seguindo a recomendação da embalagem. Alguns produtos não exigem diluição após a aplicação da primeira demão. Isso fará com que o acabamento final seja mais robusto e duradouro.

Aplique quantas demãos forem necessárias para atingir o resultado desejado, sempre respeitando o tempo de secagem entre cada uma delas. 

Como fazer a manutenção da madeira Tauari? 

Como fazer a manutenção da madeira Tauari

Se você seguir o passo a passo para a impermeabilização da madeira Tauari, a manutenção da peça será muito simples e sem qualquer surpresa. 

A manutenção da madeira Tauari consiste na aplicação anual de pelo menos uma demão de verniz. Ou seja, basta seguir o passo a passo de impermeabilização, mas sem tantas aplicações de verniz. 

Caso a superfície apresente sujeiras, remova realizando o mesmo processo de lixamento. Caso contrário, faça apenas a aplicação. Claro que tudo é uma questão de análise, se achar desnecessário o período de um em um ano, aumente um pouco o intervalo. 

Veja também outros tipos de madeira

Similar Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *