como envernizar madeira

Como envernizar madeira da forma correta? Aprenda no passo-a-passo!

Aprender a como envernizar madeira é uma habilidade interessante tanto para profissionais que já trabalham com casas de madeira, quanto para quem ainda é iniciante na marcenaria. O processo de envernização de madeiras é relativamente simples, mas é preciso seguir o passo-a-passo à risca para evitar problemas.

O verniz não apenas proporciona brilho e um acabamento mais refinado à madeira, mas também ajuda a protegê-la das intempéries e de pragas naturais como os cupins e outros microrganismos que se alimentam dela. Por isso, a aplicação correta do verniz pode aumentar a vida útil da sua construção ou móvel em anos.

Para lhe ajudar a envernizar da forma correta criamos este passo-a-passo completo, mostrando como envernizar madeiras de diferentes origens e para diferentes usos. O tutorial está dividido em duas partes, uma focada em como envernizar madeiras novas e a outra em envernizar madeiras reaproveitadas. Aprenda com a gente!

Como envernizar a madeira da melhor forma?

Antes de aprender a como envernizar madeira da forma certa, é preciso destacar alguns pontos importantes. O primeiro é que praticamente todo tipo de madeira pode receber envernização.

Existem madeiras que simplesmente não combinam com somente o acabamento envernizado (como o MDF cru, sem capa), mas não existe contraindicação diante da aplicação de verniz sobre os diversos tipos de madeira.

Verniz ou Seladora?

Outro ponto importante a se destacar é a diferença entre verniz e seladora. Os dois produtos têm funções semelhantes, o que acaba gerando muita confusão aos marceneiros de primeira viagem.

Sua aplicação também é similar, podendo utilizar o mesmo passo-a-passo apresentado neste post, mas o verniz e a seladora oferecem tipos de proteção diferentes:

Verniz

  • Proteção para ambientes internos e externos
  • Opções de acabamento alto brilho e fosco
  • Proteção específica para água (marítimo)
  • Opções de cores com verniz tingidor

Seladora

  • Proteção somente para ambientes internos
  • Opções somente de acabamento alto brilho
  • Sem proteção forte contra água e umidade
  • Sem opções de pigmentação próprias

Tendo isso em mente, também é preciso escolher o tipo de verniz correto para a sua aplicação. Nós mostramos como fazer a escolha do verniz mais adiante no artigo, mas, se quiser ver agora, avance para: qual é o melhor tipo de verniz para madeira.

Tipo da madeira

O tipo da madeira também influenciará a forma de envernizá-la. Existem formas diferentes de como envernizar madeiras novas e como envernizar madeiras reaproveitadas. Por isso, dividimos o tutorial em duas partes centradas nessas duas diferenças básica.

Agora, vamos começar pelas madeiras novas. Reúna os materiais necessários e vamos colocar a mão na massa madeira!

O que você vai precisar para envernizar madeiras novas:

Como envernizar madeiras novas

Para envernizar madeiras novas, reúna os materiais listados acima e siga o passo-a-passo que organizamos para você abaixo. Lembre-se que para aprender a como envernizar madeira da forma correta é preciso seguir a tutorial à risca.

Não pule nenhum passo ou acelere o processo (principalmente nas etapas de demãos), pois isso pode deixar o acabamento ruim e causar até a necessidade de uma reaplicação.

1. Prepare o local de trabalho e a peça de madeira

Antes de mais nada, é preciso preparar o local de trabalho. Afinal, não tem como envernizar madeira em um ambiente sujo e desorganizado.

Uma bancada assim pode desde causar pequenos incômodos como perder ferramentas e pincéis, até problemas maiores como bolhas ou pequenas partículas no verniz que estragam o acabamento.

2. Lixe a superfície da madeira

Tudo organizado? Então agora você pode começar a lixar a sua madeira. Comece por uma lixa mais grossa como a 80 para remover as imperfeições mais brutas da madeira. Você pode realizar esse processo à mão ou utilizando ferramentas como a lixadeira orbital, que auxilia acelera muito o processo e faz um trabalho mais regular.

Após deixar a superfície da madeira sem grandes imperfeições, vá mudando para as lixas mais finas como a número 100 e 120 (ou 150). Essas lixas têm textura mais fina e deixam um acabamento mais liso e granular, fazendo a peça ficar ainda mais agradável ao toque e no ponto ideal para envernizar a madeira.

Lixas recomendadas para o tutorial de como envernizar madeira:

lixa para madeira 80
Lixa 80.
lixa para madeira 100
Lixa 100.
lixa para madeira 150
Lixa 150.

3. Limpe a madeira

Depois de lixar toda a superfície da madeira, é preciso remover todo o excesso de pó que fica sobre ela. Você logo irá perceber que não tem como envernizar madeira sem realizar a limpeza pós-lixamento.

Para limpar a superfície é muito simples: basta pegar um pano limpo e remover o máximo de poeira e pó-de-serra possível da peça. Evite molhar ou umedecer o pano, já que isso pode interferir na aplicação do verniz.

4. Aplique o verniz

Agora o momento tão esperado: como envernizar a madeira. Todos os passos anteriores foram essenciais para que chegássemos à aplicação do verniz de forma correta, assegurando que no final teremos um bom acabamento. Porém, a aplicação do verniz em si é a etapa que precisa de mais atenção.

Aplicando a primeira demão do verniz

Vamos começar aplicando a primeira demão. Essa demão formará a camada inicial do verniz e ajudará na fixação das camadas seguintes do produto.

Existem vernizes de diversos tipos e marcas e cada um tem uma forma de aplicação, alguns exigindo diluição e outros prontos para usar diretamente da lata. Leia atentamente o rótulo do verniz que você escolheu para saber como prosseguir na aplicação do produto.

Como regra geral, é comum diluir o verniz (especialmente na primeira demão) em solvente específico para o produto (geralmente aguarrás), na proporção de 1/4 de solvente para 3/4 verniz. O objetivo da diluição é deixar o verniz mais fino e fácil de ser absorvido pelos poros da madeira, aumentado a proteção.

Aplique a primeira demão utilizando um pincel e faça movimentos regulares. O verniz não costuma deixar marcas de direção como acontece com as tintas de madeira, porém é recomendado dar pinceladas regulares para evitar que isso apareça nas demãos seguintes do verniz.

Aplicando as demãos de verniz seguintes

Depois que a primeira demão secou completamente (verifique o tempo de secagem recomendado na lata do verniz escolhido, mas o tempo de secagem entre demãos costuma variar entre 4 e 8 horas), com uma lixa 320 ou 360, realize um novo lixamento da superfície por completo.

Lixar a primeira demão do verniz não tem o objetivo de removê-lo, mas sim criar uma superfície mais abrasiva e que fará com que o verniz agarre melhor na madeira nas seguintes demãos.

Feito isso, basta aplicar as demãos seguintes do verniz seguindo a recomendação da embalagem. Alguns produtos não exigem diluição após a aplicação da primeira demão. Isso fará com que o acabamento final seja mais robusto e duradouro.

primeira demão de verniz
3ª demão de verniz.
segunda demão de verniz
2ª demão de verniz.
terceira demão de verniz
1ª demão de verniz.

Aplique quantas demãos forem necessárias para atingir o acabamento desejado. É recomendado aplicar pelo menos 3 demãos de verniz para um bom acabamento, mas pode ser que seja necessário aplicar até 6 demãos do produto (o que não é comum para madeiras novas ou leves como o pinus, pinho e o carvalho, por exemplo).

Como envernizar madeiras já envernizadas/usadas

Reaproveitar madeiras de demolição, restaurar móveis antigos ou até mesmo renovar as camadas de verniz de construções como os chalés de madeira é algo muito comum. Apesar da reaplicação de verniz não ser tão frequente, ela pode surgir na mesa do marceneiro profissional ou amador.

Como dissemos antes, existe uma diferença entre como envernizar madeiras usadas e novas. O passo-a-passo é ainda bastante similar, portanto manteremos a segunda parte do tutorial breve, mas existem diferenças fundamentais entre os dois processos que você precisa ficar atento.

O que você vai precisar para envernizar madeiras novas:

1. Remova camadas de tinta ou sujeiras antigas

Utilizando as espátulas, remova quaisquer camadas grossas de tinta, sujeira ou mesmo vernizes antigos. Se somente o trabalho com as espátulas não for suficiente, utilize um removedor de verniz para auxiliar no processo.

Após aplicar o removedor (caso necessário) com um pincel, aguarde o tempo recomendado para o produto agir. Quando tiver passado o tempo, volte a remover a tinta ou verniz mais difícil utilizando as espátulas ou até mesmo uma escova de aço para agilizar o processo.

2. Lixe completamente a superfície da madeira

Faça o processo de lixar a madeira, sempre começando da lixa 80 (mais grossa) para as lixas 120 e 150 (mais finas). Lixe até obter um resultado onde a superfície da madeira está lisa e regular, sendo agradável ao toque.

3. Limpe o excesso de pó

Com um pano limpo, remova o excesso de poeira e pó-de-serra proveniente do lixamento. Se ainda houver resquícios do removedor de verniz na madeira, é recomendado deixá-la secando por mais um tempo antes de envernizar a madeira.

4. Aplique o verniz

Aplique o verniz conforme o passo-a-passo apresentado para as madeiras novas, sempre aplicando a primeira demão diluída na proporção de 1/4 de aguarrás para 3/4 de verniz.

Após a secagem da primeira demão, lixe a superfície com lixas bastante finas como a 320 ou 360 somente para criar uma textura abrasiva na madeira que garantirá uma aderência maior das demãos seguintes de verniz.

Aplique a quantidade de demãos necessária para obter o acabamento desejado. Como as madeiras reaproveitadas podem ter diversas origens ou podem ser mais brutas como o eucalipto e outras madeiras de reflorestamento usadas, talvez seja preciso aplicar mais de 3 demãos.

Cuidados para evitar problemas ao envernizar a madeira

Além dos cuidados básicos como a limpeza do local de trabalho e a utilização dos produtos corretos, ainda existem uma série de fatores que podem influenciar no resultado final da envernização. Portanto, é preciso ficar de olho nestes pontos para evitar problemas com o acabamento da madeira envernizada:

  • Observe o clima: em dias úmidos e/ou frios o tempo de secagem do verniz aumenta drasticamente. Além do tempo extra de espera, isso significa que a madeira pode ficar mais tempo exposta a poeira e partículas que estragarão o acabamento do verniz. Portanto, se possível, deixe para aplicar o verniz em dias com temperatura média entre 20ºC e 26ºC;
  • Proteja a madeira: lixar, serrar e trabalhar com madeira em si gera muito pó e sujeira. Essas partículas no ar são um perigo para o verniz de madeira. Portanto, além de deixar o ambiente sempre o mais limpo e organizado possível, também proteja a madeira após limpá-las com lonas e até mesmo sacos de lixo;
  • Verifique o tempo de secagem: mesmo aguardando o tempo recomendado de secagem entre as demãos do verniz, é bom conferir novamente antes de começar as outras etapas. Uma boa maneira de verificar se o verniz já está completamente seco é colocar a mão e sentir se ele ainda agarra um pouco. Outra forma é lixar um pedacinho da madeira e observar se o verniz gera pó ou se gera pequenas bolinhas grudentas. Se o resultado for o primeiro, o verniz já está seco. Se for o segundo, aguarde mais algumas horas;
  • Use EPIs: os Equipamentos de Proteção Individual são essenciais para qualquer tipo de trabalho, seja ele amador ou profissional. Portanto, ao trabalhar com vernizes, tintas, removedores e lixas sempre utilize os equipamentos recomendados como óculos de proteção, luvas e máscaras;
  • Siga as recomendações do fabricante: nunca substitua as recomendações do fabricante por sua própria experiência com outros produtos. Marcas lançam vernizes com novas fórmulas a todo o momento e é necessário seguir as recomendações originais para um bom resultado final.

Qual é o melhor tipo de verniz para madeiras?

Além de saber como envernizar madeira, também é preciso saber como escolher o verniz correto para seu objetivo de aplicação. Madeiras que serão utilizadas em ambientes externos, por exemplo, precisam de vernizes que fornecem proteção extra contra chuva e até mesmo contra os raios ultravioletas.

Veja abaixo uma breve descrição sobre os melhores tipos de verniz para madeira:

Verniz marítimo

cores de verniz para madeira naval

O verniz marítimo utiliza um composto a base de resina alquídica, que ressalta as cores da madeira e oferece proteção reforçada contra os elementos, especialmente a água e umidade.

Verniz tingidor

cores de verniz para madeira tingidor

O verniz tingidor também possui grande durabilidade, mas sua proposta principal é proporcionar novas cores e tonalidades a praticamente todos os tipos de madeira.

Verniz sem cheiro

verniz sem cheiro

O verniz sem cheiro geralmente é feito à base de água para reduzir o odor característico dos vernizes sintéticos. É recomendado para pessoas com alergias ou irritações no sistema respiratório.

Verniz com filtro solar

verniz com filtro solar

O verniz com filtro solar tem uma fórmula que protege a madeira e o próprio verniz dos raios ultravioletas (UV), responsáveis por aquele ressecamento comum nas madeiras envernizadas expostas muitos anos ao sol.

Verniz verniz stain

cores de verniz para madeira stain

O verniz stain oferece uma gama de cores, tons e acabamentos menor. Seu foco é a alta durabilidade, sendo recomendado para ambientes externos que recebem muita chuva e sol, além de contato direto com elementos.

Verniz spray

cores de verniz para madeira spray

O verniz spray é um tipo de verniz para aplicação simplificada, com pigmentos e resinas de secagem rápida.

Para saber mais sobre os tipos de verniz, confira nosso artigo completo sobre cores de verniz para madeira e como escolher o tipo e o tom corretos.

Envernizar madeiras para durar muito tempo

Quer saber como envernizar madeira para ela durar muitos e muitos anos? Basta seguir nosso tutorial acima e garantir que toras as recomendações foram aplicadas. Dessa forma, envernizar madeira vai ser muito mais fácil e com um resultado duradouro.

Ficou com alguma dúvida sobre come envernizar madeira que não mostramos no passo-a-passo? Deixe nos comentários para podermos lhe ajudar!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *