Tipos de Madeira: escolha a madeira certa para obras, móveis e mais

Existem inúmeros tipos de madeira na natureza, cada um com sua característica e beleza únicos. Ainda com essa abundância, algumas dessas características particulares de cada madeira fazem com que elas possuam qualidades mais indicadas para certos tipos de aplicação, mas nem tanto para outras.

Uma casa de madeira, por exemplo, pode ser construída utilizando inúmeros tipos de madeira que tenham boa força estrutural e resistência a pragas. Porém, tentar construir uma casa utilizando MDF não será uma boa ideia, já que esse tipo de madeira é mais indicado para projetos leves como móveis e artesanatos em madeira.

Por isso é importante conhecer os diferentes tipos de madeira disponíveis e entender quais são os melhores usos para cada uma. Mas, com uma infinidade de madeiras e árvores nativas ou não, pode ficar um pouco difícil conhecer todas as opções não é mesmo? É aí que nós entramos!

Neste post, vamos abordar os 31 tipos de madeira mais comuns e mostrar suas características, qualidades e recomendações de uso. Nosso objetivo é oferecer todas as informações disponíveis para que você possa fazer a melhor escolha de madeiras.

Conhecendo os tipos de madeira

Para facilitar a sua leitura do conteúdo e encontrar tipos de madeira específicos, utilize a navegação rápida abaixo e vá direto para a madeira que lhe interessa!

Tipos de madeira naturais comuns e suas aplicações

Abaixo listamos os tipos de madeira naturais (que não são criadas em processos industriais de aglomeração ou reaproveitamento de lascas e sobras) mais comuns e suas aplicações mais indicadas:

Angelim

O Angelim, também conhecido como Angelim Pedra, é um tipo de madeira muito dura e resistente. É uma madeira proveniente de arvores de Angelim muito grandes, que podem chegar a 60 metros de altura e o tronco com 2 metros de diâmetro.

Características básicas da madeira do Angelim:
  • Coloração vai de castanho-amarelada a castanho-avermelhada;
  • Não tem brilho;
  • Resulta em bom acabamento;
  • Possui densidade média;
  • É dura ao corte.
Usos comuns da madeira do Angelim
  • Pontes
  • Postes
  • Estacas
  • Esteios
  • Cruzetas
  • Dormentes
  • Piers
  • Vigas
  • Caibros
  • Cabos de ferramenta
Exemplo de aplicação desse tipo de madeira
angelim deck
Forro ripado de angelim pedra.

Aroeira

A Aroeira é um tipo de madeira que combina o melhor dos dois mundos: ela é muito resistente a pragas e ainda possui bom acabamento, com superfície lisa e brilhante. Com uma tonalidade rosada que pode ser ainda mais exacerbada pelo verniz, ela funciona bem para decks e assoalhos.

Características básicas da madeira da Aroeira:
  • Coloração vai de bege-rosado ao castanho-escuro-avermelhado, com estrias mais escuras;
  • Apresenta brilho moderado;
  • Resulta em excelente acabamento;
  • Possui densidade alta;
  • É dura ao corte.
Usos comuns da madeira da Aroeira
  • Vigas
  • Caibros
  • Venezianas
  • Portas
  • Caixilhos
  • Batentes
  • Janelas
  • Guarnições
  • Rodapés
  • Forros de madeira
  • Lambris
  • Pisos e assoalhos
Exemplo de aplicação desse tipo de madeira
aroeira deck
Deck para piscina de aroeira.

Carvalho

O Carvalho é um dos tipos de madeira mais conhecidos, tendo uma cor clara bastante desejada por quem gosta de utilizar a madeira na construção e na decoração. Por apresentar muita resistência à umidade, o Carvalho tem boa durabilidade em ambientes e peças de construção internas.

Características básicas da madeira do Carvalho:
  • Coloração vai de castanho-claro a castanho-amarelado;
  • Apresenta brilho moderado;
  • Resulta em excelente acabamento;
  • Possui densidade média;
  • É mole ao corte.
Usos comuns da madeira do Carvalho
  • Forros
  • Móveis
  • Lambris
  • Guarnições
  • Painéis
Exemplo de aplicação desse tipo de madeira
carvalho piso
Piso de carvalho.

Cambará/Cedrinho

O Cambará é um tipo de madeira comum das regiões de cerrado e apresenta troncos irregulares. Bastante resistentes a cupins, ela também suporta bastante carga o que a torna comum em alguns tipos de telhado (madeiramento) e também em forros (especialmente os ripados).

Características básicas da madeira do Cambará/Cedrinho:
  • Coloração bege claro, levemente rosado a avermelhado;
  • Apresenta brilho moderado;
  • Resulta em bom acabamento;
  • Possui densidade média;
  • Dureza moderada ao corte.
Usos comuns da madeira do Cambará/Cedrinho
  • Portas
  • Venezianas
  • Forros
  • Guarnições
  • Lambris
  • Andaimes
  • Pontaletes
Exemplo de aplicação desse tipo de madeira
cedrinho forro
Forro de cambará/cedrinho.

Caxeta

A Caxeta é um tipo de madeira muito versátil e leve. Costuma ser utilizada em uma variedade de aplicações, desde a confecção de caixas e embalagens, forros, ripas e até salto de calçados devido à sua leveza.

Características básicas da madeira da Caxeta:
  • Coloração vai de esbranquiçado a levemente amarelado;
  • Brilho moderado;
  • Resulta em bom acabamento;
  • Possui densidade baixa;
  • É macia ao corte.
Usos comuns da madeira da Caxeta
  • Móveis
  • Caixotaria
  • Artesanato
  • Calçados
  • Cabos de utensílios
Exemplo de aplicação desse tipo de madeira
caxeta escrivaninha
Escrivaninha de caxeta.

Cedro Rosa

O Cedro Rosa é um dos poucos tipos de madeira que possuem um odor característico próprio que costuma afastar insetos. Juntando isso à sua alta resistência à umidade, o Cedro acaba sendo preferido para utilizar em ambientes externos como decks e ao redor de piscinas, por exemplo.

Características básicas da madeira do Cedro Rosa:
  • Coloração vai de bege-rosado-escuro até o tom castanho-avermelhado;
  • Apresenta muito brilho;
  • Resulta em excelente acabamento;
  • Possui densidade alta;
  • É dura ao corte.
Usos comuns da madeira do Cedro Rosa
  • Mourões
  • Cruzetas
  • Dormentes
  • Caibros
  • Vigas
  • Batentes
  • Tacos
  • Decks
Exemplo de aplicação desse tipo de madeira
cedro rosa ofuro
Ofurô de cedro rosa.

Cerejeira

A Cerejeira é considerada um tipo de madeira nobre e é bastante desejada tanto para a confecção de móveis e artigos de marcenaria, quanto para a utilização em forros e assoalhos. Devido ao preço elevado dessa madeira, sua utilização em pisos costuma acontecer em forma de laminados para baratear os custos.

Características básicas da madeira da Cerejeira:
  • Coloração vai de castanho-amarelada a castanho-avermelhada;
  • Não tem brilho;
  • Resulta em bom acabamento;
  • Possui densidade média;
  • É dura ao corte.
Usos comuns da madeira da Cerejeira
  • Revestimentos
  • Forros
  • Lambris
  • Painéis
  • Móveis
  • Pisos
Exemplo de aplicação desse tipo de madeira
cerejeira guarda-roupas
Guarda-roupas de cerejeira.

Cumaru

O Cumaru é uma madeira versátil e resistente, sendo utilizada numa grande variedade de espaços. Ela vai bem em ambientes externos e internos, sendo utilizada até mesmo na construção de embarcações devido à sua resistência à água e umidade.

Características básicas da madeira do Cumaru:
  • Coloração castanho-claro-amarelado;
  • Brilho moderado;
  • Resulta em bom acabamento;
  • Possui densidade alta;
  • É dura ao corte.
Usos comuns da madeira do Cumaru
  • Pontes
  • Postes
  • Pisos
  • Vigas
  • Decks
  • Embarcações
Exemplo de aplicação desse tipo de madeira
cumaru piso
Piso de cumaru.

Eucalipto

O Eucalipto é um tipo de madeira muito versátil e resistente. Pode ser usado em áreas internas e externas, apresentando grande durabilidade. Por essas características, também é comum na construção de chalés pré-fabricados e cabanas de madeira.

Características básicas da madeira do Eucalipto:
  • Coloração castanho-rosado-claro, com o alburno bege-rosado;
  • Não tem brilho;
  • Resulta em bom acabamento;
  • Possui densidade baixa;
  • Dureza média ao corte.
Usos comuns da madeira do Eucalipto
  • Vigas
  • Ripas
  • Casas
  • Forros
  • Tacos
  • Móveis
Exemplo de aplicação desse tipo de madeira
eucalipto pergolado
Pergolado de eucalipto bruto.

Freijó

O Freijó é um tipo de madeira muito particular. Considerada uma madeira nobre, ele tem um tom castanho claro e manchas escuras que dão um charme ainda maior. Em algumas aplicações pode lembrar a Aroeira, mas é mais fácil de ser trabalhada e deixa um acabamento mais refinado.

Características básicas da madeira do Freijó:
  • Coloração castanho-claro-amarelado, podendo apresentar manchas e estrias enegrecidas;
  • Muito brilhante e lustrosa;
  • Resulta em acabamento de alto padrão;
  • Possui densidade baixa;
  • É mole ao corte.
Usos comuns da madeira do Freijó
  • Móveis finos
  • Portas
  • Batentes
  • Forros
  • Peças decorativas
Exemplo de aplicação desse tipo de madeira
freijó mesa
Mesa de freijó.

Garapeira

A Garapeira é um tipo de madeira de fácil manuseio e durabilidade moderada. Sua superfície lisa permite um acabamento refinado e com bom brilho. Indicada para móveis e pisos.

Características básicas da madeira da Garapeira:
  • Coloração vai de bege-amarelado a castanho-amarelado;
  • Bastante brilho;
  • Resulta em bom acabamento;
  • Possui densidade média;
  • É dura ao corte.
Usos comuns da madeira da Garapeira
  • Portas
  • Venezianas
  • Caixilhos
  • Rodapés
  • Pisos
  • Tacos
  • Móveis
Exemplo de aplicação desse tipo de madeira
garapeira madeiramento
Madeiramento de garapeira.

Goiabão

O Goiabão é um tipo de madeira pesada e que costuma ser aplicada em elementos estruturais (como no sistema de encaixe) internos ou até mesmo em portas, janelas e batentes. Sua cor clara é o seu principal atrativo, mas é preciso tratar a madeira para aumentar a sua resistência à pragas e à umidade.

Características básicas da madeira do Goiabão:
  • Coloração amarelo-pálido;
  • Brilho moderado;
  • Resulta em bom acabamento;
  • Possui densidade alta;
  • É moderadamente dura ao corte.
Usos comuns da madeira do Goiabão
  • Vigas
  • Caibros
  • Portas
  • Janelas
  • Forros
  • Tacos
Exemplo de aplicação desse tipo de madeira
goiabão armário
Armário de goiabão.

Guajará

O Guajará é uma madeira muito fácil de ser trabalhada, especialmente com ferramentas como o torno e broca. Além disso, esse é um tipo de madeira muito resistente a pragas e também muito durável.

Características básicas da madeira da Guajara:
  • Coloração bege-rosado;
  • Brilho moderado;
  • Resulta em bom acabamento;
  • Possui densidade média;
  • É dura ao corte.
Usos comuns da madeira da Guajara
  • Portas
  • Vigas
  • Janelas
  • Forros
  • Móveis de alto padrão
Exemplo de aplicação desse tipo de madeira
guajará madeiramento
Madeiramento de guajará.

Imbuia

A Imbuia é um tipo de madeira muito resistente a pragas como os cupins e fungos. Muito cobiçada para a construção de móveis e também alguns elementos das casas de madeira, a Imbuia é bastante popular e seu tom mais escuro virou até cor de pigmentação de verniz.

Características básicas da madeira da Imbuia:
  • Coloração vai pardo-claro-amarelado ao pardo-acastanhado, geralmente com veios escuros;
  • Brilho médio;
  • Resulta em bom acabamento;
  • Possui densidade média;
  • É dura ao corte.
Usos comuns da madeira da Imbuia
  • Vigas
  • Portas
  • Batentes
  • Forros
  • Móveis de alto padrão
  • Peças torneadas
Exemplo de aplicação desse tipo de madeira
imbuia mesa
Mesa de imbuia.

Ipê

O Ipê é um tipo de madeira bastante resistente e dura. Sua coloração é um acastanhado escuro com manchas claras características dessa madeira. Por ser muito dura, é mais difícil de ser trabalhada o que a torna ideal para pisos, tacos, rodapés e escadas de madeira.

Características básicas da madeira do Ipê:
  • Coloração pardo ou castanho com reflexos amarelados ou esverdeados, com alburno branco-amarelado;
  • Não tem brilho;
  • Resulta em bom acabamento;
  • Possui densidade alta;
  • É dura ao corte.
Usos comuns da madeira do Ipê
  • Vigas
  • Batentes
  • Rodapés
  • Pisos
  • Tacos
  • Forros
Exemplo de aplicação desse tipo de madeira
ipe piso
Deck de ipê.

Itaúba

A Itaúba é mais um tipo de madeira muito resistente a fungos e cupins, porém difícil de ser trabalhada. De tonalidade clara, é comum encontrá-la em móveis maciços, pisos de madeira, portas, janelas e também pergolados.

Características básicas da madeira da Itaúba:
  • Coloração vai de amarelo-esverdeado a castanho-esverdeado-escuro;
  • Brilho moderado;
  • Resulta em bom acabamento;
  • Possui densidade alta;
  • É dura ao corte.
Usos comuns da madeira da Itaúba
  • Vigas
  • Caibros
  • Batentes
  • Janelas
  • Pisos
  • Pergolados
Exemplo de aplicação desse tipo de madeira
itauba deck
Deck de itaúba.

Jacarandá

O Jacarandá é uma madeira bastante resistente e durável. Esse tipo de madeira possui uma tonalidade mais escura e seu acabamento combina perfeitamente com móveis rústicos e até mesmo de alto padrão com uma pegada colonial. Por ser uma madeira de lei cobiçada, seu custo é elevado.

Características básicas da madeira do Jacarandá:
  • Coloração castanho-avermelhado, geralmente com veios mais escuros e alburno de cor mais clara;
  • Brilho moderado;
  • Resulta em bom acabamento;
  • Possui densidade alta;
  • É dura ao corte.
Usos comuns da madeira do Jacarandá
  • Móveis rústicos
  • Móveis de alto padrão
  • Tacos
  • Batentes
  • Janelas
  • Vigas
  • Dormentes
Exemplo de aplicação desse tipo de madeira
jacarandá piso
Piso de jacarandá.

Jatobá

O Jatobá é um tipo de madeira muito resistente à umidade e ao apodrecimento, sendo completamente impermeável. Mesmo sendo tão robusta, o jatobá costuma ser fácil de se trabalhar e pode ser utilizado na construção de casas ou elaboração de móveis.

Características básicas da madeira do Jatobá:
  • Coloração vai de castanho-amarelado ao castanho-avermelhado;
  • Brilho mediano;
  • Resulta em bom acabamento;
  • Possui densidade alta;
  • É dura ao corte.
Usos comuns da madeira do Jatobá
  • Dormentes
  • Vigas
  • Janelas
  • Rodapés
  • Tacos
  • Forros
  • Móveis
Exemplo de aplicação desse tipo de madeira
jatobá piso
Piso de jatobá.

Louro

O Louro é um tipo de madeira bastante maleável e boa de se trabalhar. Também conhecido como o “carvalho brasileiro”, essa madeira guarda algumas semelhanças com o parente estrangeiro como a durabilidade média e e indicação para usos internos. A tonalidade clara é um charme.

Características básicas da madeira do Louro:
  • Coloração vai de róseo-acastanhado e alburno bege-pálido;
  • Brilho moderado;
  • Resulta em bom acabamento;
  • Possui densidade média;
  • É dura ao corte.
Usos comuns da madeira do Louro
  • Móveis
  • Painéis
  • Forros
  • Lambris
  • Peças decorativas
Exemplo de aplicação desse tipo de madeira
louro luminária
Luminária de louro.

Marfim (pau-marfim)

O Marfim é um tipo de madeira nobre, de coloração clara e muito utilizada na fabricação de móveis. O Marfim não apresenta muitas dificuldades para ser trabalhado e tem duração média. Assim como acontece com o Mogno (a seguir), muitos móveis populares utilizam capas imitando marfim.

Características básicas da madeira do Marfim:
  • Coloração vai de esbranquiçado a branco-amarelado;
  • Bastante brilho;
  • Resulta em bom acabamento;
  • Possui densidade alta;
  • Dureza média ao corte.
Usos comuns da madeira do Marfim
  • Móveis
  • Forros
  • Tacos
  • Painéis
  • Decoração
Exemplo de aplicação desse tipo de madeira
pau-marfim poltrona
Poltrona de pau-marfim.

Mogno

O Mogno é um tipo de madeira bastante durável e um dos preferidos para a construção de móveis. A maioria dos móveis de mogno populares na verdade utilizam um revestimento que imitam a madeira. Móveis de alto padrão utilizam a madeira maciça e são muito cobiçados.

Características básicas da madeira do Mogno:
  • Coloração castanho-claro-avermelhado, alburno branco-amarelado;
  • Brilho acentuado;
  • Resulta em excelente acabamento;
  • Possui densidade média;
  • Macia ao corte.
Usos comuns da madeira do Mogno
  • Móveis
  • Janelas
  • Portas
  • Guarnições
  • Forros
  • Instrumentos musicais
  • Decoração
Exemplo de aplicação desse tipo de madeira
mogno aparador
Aparador vintage em mogno.

Perobinha

A Perobinha é um tipo de madeira que pode ser trabalhada com facilidade e, por isso, é bastante utilizada na construção de móveis. Sua cor amarelada com pequenas manchas escuras remetem diretamente aos móveis populares das décadas de 1980 e 1990.

Características básicas da madeira da Perobinha:
  • Coloração vai de amarelo-acastanhado ou amarelado ao pardo-acastanhado;
  • Brilho mediano;
  • Resulta em bom acabamento;
  • Possui densidade média;
  • Dureza mediana ao corte.
Usos comuns da madeira da Perobinha
  • Móveis
  • Forros
  • Rodapés
  • Painéis
Exemplo de aplicação desse tipo de madeira
perobinha mesa e cadeiras
Mesa e cadeiras de perobinha.

Peroba Rosa

A Peroba-Rosa é uma madeira de lei muito popular por suas qualidades e beleza. Esse tipo de madeira é naturalmente muito resistente a cupins e ainda oferece um bom acabamento. O seu principal diferencial é a cor rosada bem prevalente.

Características básicas da madeira da Peroba-Rosa:
  • Coloração: cerne róseo quando recém cortado passando a amarelo-rosado com o tempo, uniforme ou com veios mais escuros;
  • Não tem brilho;
  • Resulta em bom acabamento;
  • Possui densidade média;
  • É dura ao corte.
Usos comuns da madeira da Peroba-Rosa
  • Vigas
  • Tesouras
  • Batentes
  • Tacos
  • Móveis
Exemplo de aplicação desse tipo de madeira
peroba rosa mesa
Mesa de peroba-rosa.

Pinho

O Pinho é um tipo de madeira muito versátil e leve, bastante utilizado na construção de móveis e artigos de decoração/artesanato. Parecido com o pinus, essa espécie é nativa do Brasil e costuma se diferenciar um pouco na cor, já que algumas espécies podem apresentar menos manchas e nós proeminentes que o pinus.

Características básicas da madeira do Pinho:
  • Coloração cerne branco-amarelado, frequentemente com manchas largas róseo-avermelhadas (em árvores mais velhas, o cerne pode apresentar coloração amarronzada);
  • Brilho moderado;
  • Resulta em bom acabamento;
  • Possui densidade baixa;
  • Macia ao corte.
Usos comuns da madeira do Pinho
  • Guarnições
  • Forros
  • Prateleiras
  • Móveis
  • Pontaletes
  • Fôrmas para cimento
Exemplo de aplicação desse tipo de madeira
pinho mini-estante
Mini-estante de pinho.

Pinus

O Pinus é um dos tipos de madeira mais versáteis que existem. Ele alia resistência, leveza e bom acabamento por um excelente custo x benefício. As tecnologias de tratamento do pinus também são muito avançadas, permitindo que possam ser construídos desde simples móveis até casas de pinus inteiras com pinus autoclave.

Além disso, outro ponto forte do pinus é a sustentabilidade, já que é uma madeira de reflorestamento. Por isso, é frequentemente utilizado em construções verdes ou ecológicas.

Características básicas da madeira do Pinus:
  • Coloração branco-amarelado;
  • Brilho moderado;
  • Resulta em bom acabamento;
  • Possui densidade baixa;
  • Macia ao corte.
Usos comuns da madeira do Pinus
  • Ripas
  • Estruturas secundárias
  • Forros
  • Painéis
  • Móveis
  • Casas
Exemplo de aplicação desse tipo de madeira
pinus interior de casa
Interior de uma casa de pinus.

Tipos de madeira não naturais e/ou processadas

As madeiras não-naturais ou processadas são tipos de madeira criadas a partir de processos industriais reaproveitando lascas ou restos de madeira. Também nesta categoria entram as madeiras de demolição porque, apesar de terem origem natural, podem estar misturadas ou terem perdido suas principais características.

MDF (Medium Density Fiberboard)

O MDF (Medium Density Fiberboard) é um tipo de madeira feito com pequenos pedaços ou sobras de madeira normalizados para ficarem do mesmo tamanho. Depois disso, são coladas sob pressão para formar uma chapa de madeira de densidade uniforme. Tem pouca resistência e é recomendada apenas para móveis.

Características básicas da madeira do MDF:
  • Coloração vai depender da capa aplicada;
  • Resulta em bom acabamento;
  • Baixa resistência;
  • Baixa durabilidade.
Usos comuns da madeira do MDF
  • Estantes
  • Prateleiras
  • Mesas
  • Racks
  • Cabeceiras de cama
Exemplo de aplicação desse tipo de madeira
mdf mesa
Mesa de MDF.

MDP (Medium Density Particleboard)

O MDP (Medium Density Particleboard) é semelhante ao MDF, porém ainda mais leve e frágil. Uma chapa de MDP costuma ser menos resistente que a de MDF, mas também é mais barata. Costuma ser utilizado em móveis e também artesanato.

Características básicas da madeira do Angelim:
  • Coloração vai depender do acabamento aplicado;
  • Não tem brilho;
  • Resulta em bom acabamento;
  • Baixa durabilidade.
Usos comuns da madeira do MDP
  • Móveis
  • Brinquedos
  • Artesanato
  • Caixas
  • Presentes
Exemplo de aplicação desse tipo de madeira
mdp gaveta
Gaveteiro em MDP.

OSB (Oriented Strand Board)

O OSB (Oriented Strand Board) é um tipo de madeira construída utilizando tiras de madeira coladas em camadas. Cada camada é perpendicular e colada com resina resistente a umidade. Todo o processo é feito sobre pressão para garantir rigidez, sendo mais resistente que o MDF e o MDP. Completamente de reflorestamento.

Características básicas da madeira do OSB:
  • Coloração vai depender do acabamento;
  • Não tem brilho;
  • Boa durabilidade.
Usos comuns da madeira do OSB
  • Tapumes
  • Painéis
  • Móvéis
  • Projetos ecológicos
Exemplo de aplicação desse tipo de madeira
osb interior cabana
Interior de cabana em OSB.

Compensado Naval

O Compensado Naval é uma madeira industrializada criada através do processo de colagem de lâminas de madeira de qualidade selecionada. As lâminas são coladas sobrepostas umas às outras de maneira alternada, garantindo grande resistência. O processo é feito com resina resistente e as madeiras utilizadas geralmente são pinus reflorestados.

Características básicas da madeira do Compensado Naval:
  • Coloração castanho-amarelada;
  • Não tem brilho;
  • Resulta em bom acabamento;
  • Boa resistência;
  • Boa durabilidade.
Usos comuns da madeira do Compensado Naval
  • Móveis
  • Chalés DIY
  • Decoração
  • Painéis
  • Construção
Exemplo de aplicação desse tipo de madeira
compensado naval mesa
Tampo de mesa de compensado naval.

Madeirite

O Madeirite é uma espécie de compensado naval de baixa qualidade. O madeirite é um tipo de madeira compensada com lâminas inter-travadas, assim como o compensado naval. No entanto, o madeirite utiliza madeiras menos nobres e resistentes e recebe uma pintura especial para aumentar a sua durabilidade ou até mesmo plastificação.

Características básicas da madeira do Madeirite:
  • Coloração diversa;
  • Não tem brilho;
  • Resulta em acabamento ruim;
  • Baixa durabilidade.
Usos comuns da madeira do Madeirite
  • Tapumes
  • Fôrmas de concreto
  • Fôrmas de laje
Exemplo de aplicação desse tipo de madeira
madeirite tapume
Tapume de madeirite.

Madeira de Demolição

A madeira de demolição é um tipo de madeira proveniente de obras descontinuadas ou destruídas. O intuito é dar sobrevida a um material interessante que poderia virar entulho. Como a madeira pode sofrer alterações durante os anos de uso, a madeira de demolição costuma ser reaproveitada para a construção de móveis. No entanto, é possível também reaproveitá-las em telhados, pisos e outras aplicações.

Características básicas da madeira da Madeira de Demolição:
  • Coloração variada;
  • Brilho variado;
  • O acabamento vai depender da madeira;
Usos comuns da madeira da Madeira de Demolição
  • Móveis de madeira de demolição
  • Madeiramento de telhado
  • Assoalhos
  • Pisos de taco
Exemplo de aplicação desse tipo de madeira
madeira de demolição mesa de centro
Mesa de centro de madeira de demolição.

Qual tipo de madeira escolher?

Como você deve ter percebido, existe uma diversidade enorme de tipos de madeira para se escolher. Sua escolha deve seguir seu objetivo final: se for construir, utilize as madeiras recomendadas para construção; se for para criar ou reformar um móvel, utilize madeiras recomendadas para móveis.

Isso vai muito além da durabilidade da madeira na aplicação correta (que já é muito importante), podendo facilitar ou atrapalhar o trabalho ao escolher uma madeira de difícil trabalhabilidade.

Conclusão

Para concluir, independentemente do seu objetivo, certifique-se sempre de estar comprando uma madeira de origem comprovada e que não seja de desmatamento ilegal.

Prefira madeiras de reflorestamento e garanta a segurança de nossas florestas e biodiversidade. A madeira é um material muito ecológico, desde que o consumidor se atente para a sua origem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *