Cores de verniz para madeira: como escolher o tipo e o tom corretos

Escolher as cores de verniz para madeira corretas para a sua casa ou chalé de madeira não é algo tão trivial quanto se imagina. Além das considerações estéticas que é preciso fazer, o tipo e indicação de uso também influenciarão na escolha já que muitas vezes o tom desejado não é coberto pelo tipo de verniz utilizado.

Além disso, entender como funciona o verniz e qual é o seu papel em diferentes áreas de uma casa de madeira será muito valioso. Afinal, com qualidades e tonalidades diferentes de verniz, muitas vezes um projeto de construção em madeira pode utilizar diversos vernizes em uma única obra.

Neste post, vamos nos aprofundar um pouco mais nas cores de verniz para madeira e como escolher o melhor tipo para cada aplicação na obra. Também mostraremos o passo-a-passo básico de uma aplicação segura e duradoura de verniz em madeira. Vamos aprender mais sobre ele?

O que é e como funciona o verniz para madeira?

O verniz para madeira é uma mistura de resinas desenvolvidas para proteger a superfície da madeira. Essas resinas podem ser tanto sintéticas (geralmente diluídas em thinner ou aguarrás) ou orgânicas (geralmente diluídas em água), cada uma com um perfil de resistência e aplicação.

A aplicação do verniz oferece resistência e proteção à madeira, que costuma ganhar ainda um brilho adicional devido à composição química do verniz como os solventes, óleos secantes e também a resina, que produzem um efeito final brilhante na madeira (mesmo os vernizes incolores).

Não é preciso nenhum equipamento ou experiência profissional para realizar a aplicação do verniz (especialmente os diluídos em água), já que ele é um material simples e fácil de se trabalhar. Alguns vernizes, indicadores para projetos de marcenaria hobby, não precisam nem serem diluídos e podem ser aplicados como estão na lata.

Verniz e seladora são a mesma coisa?

Apesar de serem confundidos quase sempre, o verniz e a seladora não são a mesma coisa e não têm a mesma função na madeira. Enquanto o verniz oferece uma camada externa de proteção e brilho, a seladora preenche os poros da madeira oferecendo uma camada interna de proteção da madeira.

O ideal é utilizar a seladora antes e somente depois aplicar o verniz, para conseguir uma resultado melhor aumentar a durabilidade da madeira quase que exponencialmente. No entanto, é comum as pessoas aplicarem somente uma ou outra, seja por desconhecimento, seja por uma necessidade estética.

O verniz irá invariavelmente proporcional um brilho quase artificial à madeira, o que pode não estar alinhado com o resultado estético desejado no projeto. Por isso, em algumas madeiras é comum encontrar somente a aplicação da seladora, já que ela traz um tom mais natural de madeira (porém com a durabilidade reduzida).

Principais cores de verniz para madeira

Existem infinitas cores de verniz para madeira, mas isso não quer dizer que é possível escolher qualquer uma delas com facilidade. Fatores como a cor natural da madeira e o tipo de verniz utilizado irão determinar o leque de cores disponíveis para aplicação do verniz.

Abaixo trazemos as principais cores de verniz para madeira que se consagraram e se tornaram comuns no mercado. Mais adiante falaremos sobre os vernizes tingidores e o potencial de novas cores que eles trazem, além das ressalvas desse tipo de verniz.

Incolor

Como o próprio nome já diz, o verniz incolor tenta ao máximo manter a madeira em sua cor original. Essa cor de verniz para madeira (ou ausência de cor, na verdade) é indicada para quem quer deixar o tom mais natural possível, com brilho artificial reduzido, e um resultado mais próximo ao das seladoras.

Natural

O verniz natural é uma cor de verniz para madeira que tenta deixar a aplicação mais neutra possível, ressaltando as cores naturais da madeira e trazendo mais brilho à superfície. Ao contrário do incolor, que tenta passar despercebido, essa cor de verniz para madeira tenta ressaltar as qualidades estéticas originais da madeira.

Cedro

O verniz na tonalidade cedro tenta emular a cor dessa madeira que tem muito interesse do público. Essa cor de verniz para madeira fica mais realista se aplicada sobre madeiras claras como o pinus, ou no próprio cedro original para ressaltar suas cores e brilho.

Cerejeira

O verniz de cerejeira também tenta simular as cores e características da madeira de cerejeira através da aplicação. É uma das cores de verniz para madeira que mais está próxima da natural, ainda que tenha uma pigmentação um pouco maior e deixe a madeira um pouquinho mais escura.

Mogno

O verniz de mogno é bastante comum e foi muito utilizado em móveis dos anos 1980 e 1990. Quem aí nunca viu uma sapateira ou guarda-roupas de mogno em casa ou na casa dos avós? O mogno é uma das cores de verniz para madeira que muda significativamente a cor da madeira, protegendo e funcionando quase como uma tinta.

Nogueira

O verniz de nogueira marca o limiar das cores de verniz para madeira que podem ser caracterizados como mais rústicos, ao menos esteticamente. Com uma tonalidade mais escura e forte presença daquele marrom terra, esse verniz protege a superfície da madeira e ainda dá a impressão de uma madeira mais bruta.

Imbuia

O verniz de imbuia segue a mesma abordagem da nogueira, porém com uma tonalidade ainda mais escura e marcante. É uma das cores de verniz para madeira mais escuras que ainda tenta preservar e dar uma cara de madeira natural, sem abusar muito dos pigmentos no resultado final.

Tabaco

O verniz na cor tabaco é um dos mais populares e que não tem de fato a cor de nenhuma madeira. Essa é uma das cores de verniz com forte pigmentação e que dá a uma cara de madeira queimada à superfície, bastante escura e próxima do preto brilhante.

Cores de verniz com acabamento fosco ou brilhante

Além das diferentes cores e tonalidades do verniz para madeira, também é importante escolher o tipo de acabamento desejado. Existem somente dois: verniz fosco e verniz brilhante.

O verniz fosco oferece proteção à madeira, mas com um acabamento mais opaco, sem refletir muito a luz e trazer brilho. Já o verniz brilhante, como o próprio nome já diz, tem um acabamento bastante reflexivo e que deixa a madeira sempre lustrosa.

Ambos deixam a madeira mais brilhante que o natural, mas cada um tem suas propriedades para regular a intensidade desse brilho na aplicação final.

As infinitas cores do verniz tingidor

Quando ainda eram criadas com pigmentos naturais, as cores de verniz para madeira eram bastante limitadas e isso ajudou a solidificar alguns tons como comuns nas construções de madeira. Numa cabana de madeira, por exemplo, pode ter certeza que você encontrará tons rústicos como a nogueira e a imbuia.

No entanto, com cada vez mais pigmentos criados quimicamente, o potencial de cores do verniz tingidor é infinito. Você pode dar qualquer tonalidade e cor à madeira através do verniz, respeitadas as limitações desse tipo de produto.

No final das contas, o verniz não oferece a mesma cobertura que a tinta e a cor natural da madeira irá influenciar no resultado final dos vernizes tingidores.

Principais tipos de verniz

Não são somente as cores de verniz para madeira, sua tonalidade e tipo de acabamento que pesam na hora de escolher um verniz. Também é preciso avaliar as necessidades da madeira e do ambiente onde elas serão instaladas para escolher o verniz que trará melhores resultados:

Verniz marítimo

cores de verniz para madeira naval

O verniz marítimo utiliza um composto a base de resina alquídica, que ressalta as cores da madeira e oferece proteção reforçada contra os elementos, especialmente a água (como já é de se imaginar pelo próprio nome).

Pode ser utilizado tanto em ambientes externos quanto internos e também pode ser pigmentado, oferecendo bastante flexibilidade na aplicação.

Verniz tingidor

cores de verniz para madeira tingidor

O verniz tingidor também possui grande durabilidade, mas sua proposta principal é proporcionar novas cores e tonalidades a praticamente todos os tipos de madeira.

Os melhores resultados aparecem em madeiras de tipo claro (como as madeiras das casas de pinus), já que o pigmento é mais eficaz nesse cenário. Madeiras escuras também podem mudar de cor, mas os resultados não costumam ser tão interessantes.

Verniz stain

cores de verniz para madeira stain

O verniz stain é um tipo de verniz que oferece uma gama de cores, tons e acabamentos menor. Seu foco é a alta durabilidade, sendo recomendado para ambientes externos que recebem muita chuva e sol, além de contato direto com elementos.

Ele é um tipo de verniz impregnante, com alta aderência à madeira oferecendo grande proteção e minimizando as chances de ser “lavado” com o tempo.

Verniz spray

cores de verniz para madeira spray

O verniz spray é um tipo de verniz para aplicação simplificada, com pigmentos e resinas de secagem rápida.

Ele oferece um bom balanço entre proteção e praticidade e é mais recomendado para aplicar em peças de decoração e que ficaram em ambientes protegidos da chuva e do sol.

Onde as cores de verniz podem ser aplicadas?

O verniz pode ser aplicado em qualquer tipo de madeira, respeitando as indicações de cada aplicação e uso. Em outras palavras, em ambientes externos é melhor aplicar vernizes do tipo stain e marítimo do que vernizes mais simples como o spray, aumentando assim a durabilidade da peça. Veja alguns exemplos de aplicação comum:

  • Estruturas de madeira internas e externas (aplicadas após a montagem no sistema de encaixe);
  • Portas de madeira;
  • Janelas de madeira;
  • Madeiramento para diversos tipos de telhado;
  • Forros de madeira;
  • Móveis de madeira (inclusive móveis de pallet);
  • Obras de decoração.

Como aplicar o verniz sobre a madeira

A aplicação do verniz de madeira é bastante simples e não é preciso de nenhum tipo de experiência para realizá-la. O passo-a-passo de aplicação que apresentaremos abaixo vale para todas as cores de verniz para madeira, sendo um método bastante abrangente de aplicação.

Passo 1: lixar

O primeiro passo na aplicação do verniz é lixar a superfície da madeira. Ainda que a madeira seja bruta, é preciso lixar para preparar a superfície para receber o verniz e garantir uma boa aderência. Comece lixando com lixas mais grossas e até chegar às lixas mais finas, progressivamente.

O lixamento pode ser realizado à mão ou também com ferramentas como a lixadeira orbital, que agilizam o processo mas podem não ser tão eficientes em superfícies muito irregulares.

Passo 2: remoção do pó e resíduos

Após lixar completamente a madeira, umedeça um pano com aguarrás e realize a limpeza de toda a superfície lixada. É preciso remover todo o pó da superfície para evitar uma aplicação granulada, onde partículas de areia e pó de serra ficam presas no verniz deixando o acabamento áspero e irregular.

Passo 3: aplicação da primeira demão

Depois que a madeira tiver secado da limpeza com aguarrás, é hora de aplicar a primeira demão de verniz. Dependendo do tipo de verniz escolhido, a primeira demão pode ser sem diluir, mas na maioria dos casos ela será diluída na proporção de 1 por 1 em aguarrás.

Passo 4: aplicação da segunda e terceira demãos

Após um intervalo de pelo menos 8 horas, deve ser aplicada a segunda demão de verniz. Mais uma vez, siga as orientações de diluição da marca de verniz escolhido para um bom resultado. No geral, a segunda demão já é menos diluída e dará mais cor e brilho à madeira.

A terceira demão pode não ser necessária para todas as aplicações de verniz, dependendo do tipo e marca escolhidos. No entanto, também existem casos em que existe a necessidade de aplicar até 5 demãos! Mas caso seja necessária, basta seguir as orientações da lata. Será preciso aguardar pelo menos mais 8 horas ou até mais, em alguns casos, para realizar a aplicação da terceira demão.

Aplicação de verniz sobre verniz

Quando for necessário fazer a renovação de um móvel que já tinha verniz aplicado, também é preciso lixar e preparar a superfície. Nesses casos, no entanto, não é preciso utilizar muitas lixas diferentes já que provavelmente a madeira já estará bem regular. Uma lixa 150 costuma ser suficiente.

Após lixar o verniz anterior, faça a limpeza da superfície com aguarrás e siga o mesmo passo-a-passo de aplicação das demãos que vimos acima para obter um resultado adequado.

Escolha as melhores cores de verniz para madeira

Bom, agora com certeza você está mais preparado para escolher as melhores cores de verniz para madeira, conhecendo cada tipo de aplicação e o que esperar de cada pigmento. Além do visual, foque mais na durabilidade que os vernizes podem trazer para a madeira, especialmente se for para o imóvel de sua morada.

Ficou com alguma dúvida sobre as cores de verniz para madeira e seus tipos? Deixe nos comentários!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *