Pergolado de madeira: preços, modelos e como construí-lo passo-a-passo

O pergolado de madeira tem se tornado um acessório importante nos jardins e áreas externas de diversos lares. Com funções complementares na decoração do jardim, ele também possui uma série de outros benefícios que o fazem ainda mais atraentes para criar um ambiente externo aconchegante e estiloso.

Neste post vamos mostrar todos os detalhes dos pergolados de madeira, trazendo informações como custos de construção, tipos de madeira recomendadas, acabamentos, coberturas e até mesmo plantas complementares para deixar seu pergolado ainda mais incrível. Bora lá?

O que é um pergolado de madeira?

O pergolado é uma estrutura de madeira formada por vigas horizontais e verticais. O pergolado geralmente tem quatro vigas verticais (postes), que suportam a estrutura, e uma série de vigas horizontais mais leves que complementam o topo da estrutura.

Os pergolados de madeira podem ser construídos utilizando vigas beneficiadas ou também madeira in natura, em forma de troncos, toras e até mesmo o bambu, que oferece uma opção interessante para a construção de pergolados leves. As opções de pergolado são praticamente infinitas.

Além da madeira, também existem pergolados de concreto, pergolados de metal e também pergolados de plástico que imita madeira. Esse tipo de estrutura é muito comum em jardins, varandas, sacadas e até mesmo em campo aberto devido às suas funcionalidades diversas.

Para que serve um pergolado?

O pergolado serve como uma espécie de abrigo aberto em áreas externas. Ele tem a função de quebra-sol, com suas vigas horizontais espaçadas criando frestas para a luz passar em pouca quantidade, proporcionando uma sombra agradável e deixando a brisa passar já que é uma estrutura completamente aberta nas laterais.

Além disso, os pergolados de madeira podem servir para ajudar a proteger os móveis de madeira da área externa. Quando combinados com coberturas de vidro ou policarbonato (como veremos adiante), eles também ajudam a proteger da chuva e podem ser essenciais na longevidade dos móveis de área externa.

Quanto custa um pergolado de madeira?

Um pergolado de madeira pode custar em média entre R$250,00 e R$700,00 por m², dependendo de alguns fatores importantes que impactam no custo da sua construção e montagem.

O valor de um pergolado de madeira vai depender basicamente de três fatores: a madeira utilizada, o acabamento escolhido e o tamanho da estrutura. Quanto mais cara a madeira e o acabamento, mais elevado será o custo do pergolado, além do custo com mão de obra.

Melhores madeiras para pergolado

Os tipos de madeira mais recomendados para um pergolado de madeira são aqueles com maior resistência à água e umidade. Isso não quer dizer que outras madeiras mais leves também não possam ser utilizadas nos pergolados, sendo que madeiras leves bem tratadas também apresentam boa resistência.

Ainda assim, podemos listas as madeiras mais indicadas para construir um pergolado. Veja as nossas recomendações:

Pergolado de Angelim

O Angelim (também conhecido como angelim pedra) é um tipo de madeira muito dura e resistente, ideal para a construção de pergolados de madeira. Outra vantagem é seu custo acessível e qualidade do acabamento.

Saiba mais sobre a madeira do Angelim.

Pergolado de Aroeira

A Aroeira é uma árvore nativa brasileira e sua madeira tem excelentes características para a construção de pergolados de madeira: tem muita resistência contra pragas e ainda possui um acabamento brilhante único.

Saiba mais sobre a madeira da Aroeira.

Pergolado de Cambará ou Cedrinho

O Cambará (ou Cedrinho, dependendo da sua região) é uma madeira muito forte, capaz de aguentar muito peso. Ela também é bastante resistente aos cupins, o que ajuda na durabilidade e a torna interessante para construir um pergolado de madeira.

Devido a seu tronco irregular, no entanto, é mais recomendado utilizar a madeira beneficiada do cambará em vigas para conseguir um resultado alinhado e satisfatório.

Saiba mais sobre a madeira do Cambará/Cedrinho.

Pergolado de Cedro Rosa

O Cedro Rosa tem uma característica peculiar que o torna incrível para a construção de pergolados de madeira em jardins abertos: sua madeira tem um odor característico capaz de afastar insetos naturalmente. Isso faz com que essa madeira seja recomendada para áreas onde podem haver muitos mosquitos, besouros e etc.

Saiba mais sobre a madeira do Cedro Rosa.

Pergolado de Cumaru

O Cumaru possui alta resistência à água e umidade, sendo inclusive utilizado na construção de embarcações. Isso o torna perfeito para construir um pergolado de madeira, pois proporcionará alta durabilidade e ainda conta com uma cor avermelhada incrível.

Saiba mais sobre a madeira do Cumaru.

Pergolado de Eucalipto

O Eucalipto é um tipo de madeira muito resistente e com um preço bastante acessível. O eucalipto também é uma das espécies mais ecológicas para se construir um pergolado de madeira, já que essa espécie é responsável pela maioria das madeiras de reflorestamento do país.

Saiba mais sobre a madeira do Eucalipto.

Pergolado de Ipê

O Ipê é uma madeira incrivelmente dura e resistente. Além disso, ela tem um coloração castanho escura muito característica dessa madeira. Ela é super recomendada para a construção de pergolados de madeira, costumando ser utilizada em toras, vigas brutas ou beneficiadas em máquinas já que é uma madeira dura de trabalhar.

Saiba mais sobre a madeira do Ipê.

Pergolado de Itaúba

Também difícil de ser trabalhada, a madeira de Itaúba no entanto oferece muita resistência a pragas e rigidez. É uma opção interessante para um pergolado de madeira clara, já que sua tonalidade é bastante incomum para um tipo de madeira dura e resistente (a maioria com essas características têm tons mais escuros).

Saiba mais sobre a madeira da Itaúba.

Pergolado de Jacarandá

O Jacarandá é muito resistente e durável, apresentando uma tonalidade bastante escura e sendo o “mogno das áreas externas”. Combina perfeitamente com pergolados de madeira rústica.

Saiba mais sobre a madeira do Jacarandá.

Pergolado de Jatobá

O Jatobá é a madeira dos sonhos para quem quer construir um pergolado de madeira e também para quem ficar responsável pela marcenaria necessária na construção. Sua madeira é muito robusta e resistente, mas ainda assim é muito fácil de ser trabalhada (uma combinação incomum para essas características).

Saiba mais sobre a madeira do Jatobá.

Pergolado de Peroba Rosa

A Peroba Rosa é uma madeira de lei muito interessante pela sua beleza (sua coloração rosada é incrível) e durabilidade. Ela é muito boa na construção de pergolados de madeira, porém seu custo elevado costuma deixar o projeto mais caro.

Saiba mais sobre a madeira da Peroba Rosa.

Pergolado de Pinus

O Pinus é outra madeira de reflorestamento muito popular no Brasil. Naturalmente uma madeira leve e de média durabilidade, ela pode receber diversos tratamentos químicos que potencializam essas qualidades e fazendo-a durar por muitos anos. Atualmente, existem até mesmo casas de pinus então um pergolado de madeira pinus também é possível.

Saiba mais sobre a madeira do Pinus.

Pergolado de Madeira de Demolição

Outra opção interessante para a construção de um pergolado de madeira são as madeiras de demolição. Mais em conta que as madeiras novas, elas trazem um acabamento único por já terem muita história marcada em sua superfície.

No entanto, é preciso ter em mente que esse mesmo histórico que as torna únicas e especiais também pode contribuir para diminuir sua durabilidade em áreas externas. Então escolha madeiras com potencial de ainda durar por anos e utilize os tratamentos recomendados pelo marceneiro.

Saiba mais sobre cabanas construídas com madeira de demolição.

Qual dura mais: pergolado de madeira envernizado ou pintado?

Por ser geralmente construído em áreas externas e jardins, o pergolado de madeira não pode ser deixado sem nenhum tipo de proteção. Sua madeira desprotegida é um prato cheio para as pragas e cupins presentes nos ambientes externos.

Existem diversos tipos de acabamento para os pergolados de madeira, mas os principais e mais efetivos são os seguintes:

Pergolado de madeira envernizada

O pergolado de madeira envernizada é a opção mais comum, já que protege, dá brilho e em alguns casos pode até ajudar a tingir a madeira (saiba mais em nosso artigo sobre cores de verniz para madeira).

Essa opção também é mais interessante por conta de opções de verniz ultrarresistentes como o verniz stain e até mesmo o marítimo. Aprenda a como envernizar madeira.

Pergolado de madeira pintada

Assim como acontece com as casas de madeira pintadas, os pergolados de madeira que recebem pintura ganham estilo diferenciado e também mais proteção contra intempéries. A tinta oferece praticamente a mesma proteção que o verniz, mas pode requerer mais manutenção.

Com o tempo e devido à superfície irregular de alguns tipos de madeira utilizados nos pergolados (toras, por exemplo), a tinta pode começar a descascar e é preciso retocar ou aplicar uma nova demão na estrutura inteira.

Qual cobertura utilizar no pergolado do madeira?

Apesar de os pergolados de madeira mais tradicionais não utilizarem nenhum tipo de cobertura, pode ser interessante para algumas aplicações a utilização de coberturas transparentes. Essa cobertura pode funcionar como um tipo de telhado que não compromete as qualidades naturais do pergolado.

Pergolado de madeira e vidro

A combinação de madeira e vidro é uma das mais belas, deixando casas de madeira com acabamento premium e um visual de tirar o fôlego. O mesmo acontece com os pergolados de madeira e vidro, que dão um acabamento invisível e ajudam a proteger da chuva.

O único ponto negativo é o preço mais elevado das chamas de vidro em comparação com outras soluções como as próprias telhas de vidro, que dão um acabamento menos refinado pois deixam os encaixes à vista.

Pergolado de madeira e policarbonato

O policarbonato é um tipo de telha muito interessante por ter um acabamento parecido com o do vidro, porém sendo mais econômico e também muito mais leve na estrutura. Os pergolados de madeira e policarbonato também possuem mais opções de acabamento, já que o material pode ser pigmentado e também tem opções de formatos texturas diferentes.

Quais as melhores plantas para colocar no pergolado de madeira?

Outra combinação perfeita com os pergolados de madeira são as plantas. Elas ajudam a dar um visual único ao ambiente, trazendo literalmente vida e ajudando ainda mais no fornecimento de sombra com suas folhas. Ainda que não seja um telhado verde em si, é uma opção interessante para o jardim.

Geralmente as plantas trepadeiras acabam sendo mais recomendadas para esse tipo de aplicação, no entanto outras espécies também se dão bem com o pergolado. Veja as melhores:

  • Tumbérgia

A Tumbérgia é uma planta trepadeira muito utilizada em jardins. Com flores de coloração azul e centro branco ou amarelo, ela traz um visual lindo ao pergolado de madeira.

tumbérgia
  • Alamanda

A Alamanda é uma flor trepadeira nativa do Brasil. Com sua coloração amarelada e ramagem que se espalha bem, é ótima para as bases e também sombra do pergolado de madeira. Mas atenção: a Alamanda é tóxica, então não é recomendada para ambientes com crianças.

alamanda
  • Amor-agarradinho

O Amor-agarradinho é um arbusto trepadeiro com pequenas flores rosas, que trazem um charme único para o pergolado de madeira. Uma espécie de trigo sarraceno, essa planta costuma atrair muitas abelhas e ajudar na polinização do jardim.

amor agarradinho
  • Roseira-trepadeira

A Roseira-trepadeira é uma espécie de rosa que se agarra a troncos e cercas, ideal para os pergolados de madeira. Elas são muito belas, mas possuem espinhos. Por isso, tenha cuidado durante sua manutenção e cultivo.

rosa trepadeira
  • Maracujá

O Maracujá (ou Maracujazeiro) é uma planta trepadeira frutífera que combina muito com o pergolado de madeira. Além de produzir sombra, ela também fornece o fruto com facilidade. O único cuidado é que elas atraem muitas abelhas, em especial a mangava.

maracujá
  • Buganvília

A Buganvília é uma espécie de flor trepadeira muito comum e resistente, encontrada em diversos jardins e cercas-vivas. Ela combina bem com os pergolados de madeira pois não exigem muito cuidado após o cultivo.

buganvília
  • Dipladênia

A Dipladênia é uma planta endêmica do Rio de Janeiro e também boa resistência. Além disso, suas flores de coloração rosada são muito lindas e combinam bem com os pergolados de madeira. É uma espécie perene de crescimento rápido, exigindo poda de pelo menos 60 cm por ano.

dipladenia
  • Lágrima-de-cristo

A Lágrima-de-cristo também é uma boa opção para plantar nos pergolados de madeira. Além de suas flores brancas ou rosadas bem bonitas, suas folhas chegam a ter até 17 cm e são excelentes para fornecer sombra na estrutura.

lágrima de cristo
  • Jasmim

O Jasmim é uma linda flor trepadeira que dá boa cobertura para o pergolado de madeira. Com mais de 200 espécies, existem inúmeras opções para plantar, cada uma mais adaptada a um determinado clima e região. Verifique com seu jardineiro a mais adequada para sua localização.

jasmim
  • Ipomeia

A Ipomeia é uma planta trepadeira com flores de coloração rosada e de crescimento rápido, ideal para cobrir os pergolados de madeira. Existem mais de 500 espécies de ipomeia, algumas perenes e outras sazonais. Dê preferência às perenes pois elas necessitam de menos cuidado com o passar do tempo.

ipomeia
  • Trepadeira-jade

A Trepadeira-jade é uma planta bastante vigorosa, com belas flores e uma cobertura espessa do pergolado de madeira. Incrivelmente, ela é uma espécie de leguminosa, porém não é comestível.

trepadeira jade

Como construir um pergolado de madeira?

Construir um pergolado é uma tarefa relativamente simples, especialmente se ele não for construído com madeiras muito grandes ou pesadas. Se você gosta de projetos DIY, pode ser uma boa opção construir um pergolado no seu jardim. Veja o passo-a-passo simplificado:

1. Medindo a área do pergolado

Antes de colocar a mão na massa, primeiro é preciso medir precisamente a área onde você pretende construir o pergolado de madeira. Dessa forma, você irá comprar somente os materiais necessários e evitar o desperdício tanto de matéria prima quanto de dinheiro.

2. Escolhendo os tipos e cortes da madeira

Como já comentamos acima, existem muitos tipos de madeira recomendados para a construção de pergolados. Vá até uma madeireira da sua região e escolha aquela que mais se adapte às suas necessidades e ao seu orçamento.

Além disso, muitas madeireiras já oferecem a opção de cortar a madeira antes da entrega. Se você não tem todas as ferramentas necessárias, talvez seja uma boa opção levar as medidas e pedir para que a madeireira corte com antecedência, evitando assim um trabalho ainda maior na construção.

3. Cortando os postes do pergolado

Ainda que você já compre as madeiras cortadas para o pergolado, alguns cortes e ajustes ainda precisam ser feitos. Se você for utilizar encaixes entre as madeiras, é preciso medir corretamente e fazer os cortes com uma serra circular e com ajudar dos formões e goivas.

Uma dica interessante é montar a estrutura dos postes e pelo menos uma viga horizontal ainda no chão e já tirar o esquadro para saber se as medidas estão certas ou se precisam ser cortadas novamente.

4. Aterrando os postes

Para aterrar os postes, é preciso cavar buracos nas quatro extremidades da área que você mediu e demarcou para a instalação do pergolado de madeira. É recomendado cavar pelo menos 60 cm de profundidade, aumentando a profundidade conforme a altura e o peso do pergolado aumentam.

Não se esqueça de tirar o esquadro dos buracos antes de seguir em frente. Você pode preencher o buraco com a própria terra socada (recomendado para pergolados leves ou temporários) ou com concreto. Utilize o cimento e mistura recomendados para chumbagem.

Depois que posicionar os postes verticalmente, confira o nível e garanta que eles estão posicionados em 90º. Utilize ripas pregadas nos postes e apoiadas no solo para assegurá-los na posição correta enquanto você segue para as outras etapas.

5. Travando com as vigas horizontais

Depois disso, é só começar a posicionar as vigas horizontais sobre os postes do pergolado de madeira. A recomendação é deixar um espaçamento entre 20 e 40 centímetros entre as vigas horizontais, deixando passar luz e dando um bom espaço para a circulação de ar.

As vigas horizontais podem ser presas com encaixes, pregos ou parafusos, mas é mais recomendada a utilização de parafusos para uma durabilidade maior e facilidade na manutenção.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *