Casa em declive: como construir para aproveitar todo o seu terreno?

Comprar terrenos para iniciar a construção da casa própria é uma movimentação muito comum entre uma parte dos brasileiros. Segundo dados da OLX, a procura por essa modalidade de compra cresceu cerca de 52% no primeiro trimestre de 2020, o que prova que a maioria das pessoas buscam por terrenos através de sites online para iniciar a construção de seus lares.

O que pode acontecer nesses casos é que terrenos planos, de esquina ou em bairros mais próximos do centro da cidade fiquem mais caros e tenham poucas opções de pagamento – que, em vários casos, é feito diretamente com o proprietário.

Assim, existe a possibilidade de encontrar terrenos com padrões diferentes e menores por preços mais em conta e, decorrente disso, apenas fazer adaptações na construção da casa. Esse é o caso de terrenos em declive, por exemplo, aqueles em que partes da construção ficam abaixo do nível da rua.

Se você tem um terreno como esse e vai montar sua casa em declive ou gostaria dessa opção de residência por gostar das suas diferenças arquitetônicas, esse conteúdo é para você.

Abaixo, vamos explicar o que é considerado um terreno e uma casa em declive ou aclive, vamos também te dar opções e ideias de como aproveitar o seu espaço e construir uma casa funcional. Acompanhe abaixo!

O que é considerado um terreno ou uma casa em declive?

No geral, qualquer objeto ou construção em declive é considerado algo em que a superfície varia de altura conforme sua extensão – ou seja, a altura vai diminuindo gradualmente à medida que o terreno é percorrido.

Pelo dicionário, também é possível encontrar a definição de que declive é a inclinação “para baixo” de uma superfície em relação ao solo. Dito isso, podemos representar esse conceito através de uma imagem para deixar mais claro. Dê uma olhada:

O que é considerado um terreno ou uma casa em declive
Imagem: 3D Warehouse. Casa em declive.

Na foto, considere que a pessoa entra na casa pelo fundo, não pela área da piscina. Isso porque, observando o projeto humanizado, há escadas que direcionam a pessoa para o nível “mais baixo” da casa, ou seja, o nível em declive.

Portanto, o terreno em declive é aquele tipo em que você observa uma parte mais baixa ao final dele e, por isso, é um espaço diferente e que deve ser trabalhado também com técnicas distintas para que se aproveite o melhor dessa características.

Qual a diferença entre aclive e declive?

A diferença entre uma construção aclive ou declive está em relação ao nível da rua. Se a porta de entrada da casa fica no nível da rua e, ao longo da construção, esse nível diminui, essa é considerada uma casa em declive. 

Se, por outro lado, o nível aumenta, é uma casa em aclive. Por isso, é sempre importante olhar para a casa e analisar por onde a pessoa entra. Segue exemplo abaixo que diferem esses dois termos e construções:

Qual a diferença entre aclive e declive
Imagem: Expresso. Casa em declive.

Uma casa em declive é a mesma coisa de sobrado invertido?

Pode-se dizer que sim. Porém, primeiramente, é importante avaliar o conceito de “sobrado padrão”. O sobrado, em conceito, é indicado como o pavimento superior de uma casa, ou seja, uma construção em que há elevação acima do nível da rua. 

Dessa forma, o sobrado invertido é considerado o oposto, então, uma construção em que há elevação abaixo do nível da rua – assim como uma casa em declive.

Casa em declive ou aclive: qual é mais barata?

Casa em declive ou aclive_ qual é mais barata
Imagem: Pinterest Laís Crespin Arquiteta. Casa em declive.

Depende! A questão do preço em construções de casas em declive ou em aclive pode variar, inclusive, a partir da tipologia da cidade em que você mora. 

Normalmente, é dito que casas em aclive são mais caras devido aos poucos cortes de terra que precisam ser feitos, além dos poucos muros de arrimo que devem ser construídos para escalar todo o terreno. Além disso, são terrenos muito mais procurados pelos compradores já que ficam virados para a parte de cima da rua. 

Casas em declive, por outro lado, são um pouco mais difíceis de serem vendidas. Do ponto de vista técnico, são construções que demandam maior tempo e dão mais “trabalho”, pois há muita movimentação de terra e necessidade de fundações profundas aliados a muros de contenção.

No entanto, numa cidade em que os terrenos mais encontrados são virados para baixo, seguindo a topografia do local, as casas em declive têm demandas mais altas e, logo, acabam por ficar mais baratas também.

O ideal, em todos os casos, é contatar um profissional arquiteto para avaliar o tipo de terreno que você tem em mãos e sugerir as melhores opções para a planta baixa e a distribuição dos cômodos.

Quanto custa fazer uma casa em declive?

Quanto custa fazer uma casa em declive
Imagem: Casa Solar da Serra, 3.4 Arquitetura.

No entanto, se você já tem o seu terreno comprado e quer se aprofundar melhor nos preços da construção que será feita nele, falaremos abaixo sobre a média de valor gasto em uma casa em declive.

Como já mencionado, os terrenos ou construções do tipo aclive costumam ser vendidas de forma mais fácil por ser um tipo mais “comum” e também pelo processo de construção ter uma maior facilidade e menos movimentações estruturais de terra, fundações, etc.

As construções em declive, por outro lado, podem assustar um pouco os compradores por parecerem “mais difíceis” ou “trabalhosas” e, por isso, a sensação é que todo o processo ficará mais caro. No entanto, é justamente o oposto. 

Um terreno em declive pode sim exigir mais trabalho, tempo no momento da construção e criatividade do arquiteto que está no projeto, já que é um terreno que dará níveis distintos de construção. Porém, são vendidos com menos frequência e, colocando na ponta do lápis todos os gastos, pode fazer muito mais sentido para o bolso.

Nesses casos, de qualquer forma, também vale uma boa negociação com o proprietário do terreno ou com a própria rede de imóveis.

Vantagens de uma casa em declive

Vantagens de uma casa em declive

Além dos valores serem mais em conta, também é importante ressaltar o benefício da privacidade, já que em uma casa em declive o seu vizinho de fundo não terá campo de visão para dentro da sua residência – o que proporciona maior liberdade e comodidade durante o dia a dia.

Além disso, outro benefício está relacionado à planta baixa e divisão de cômodos. Comentamos anteriormente que uma casa em declive costuma ser um desafio para arquitetos e, por esse mesmo motivo, você provavelmente terá um projeto muito mais único e totalmente autêntico.

O uso de rampas e escadas nesse tipo de residência também faz com que o espaço interno seja melhor aproveitado. Além disso, ao comprar uma casa em declive, você ganha um ótimo espaço na parte de trás da casa e, nele, é possível construir área de lazer, com churrasqueira, piscina, área de serviço ou área para jogos também. 

Sendo o local mais “baixo” da casa, você também ganha uma grande vantagem de isolamento acústico, então, é possível fazer uma reunião entre amigos e familiares até o mais tardar da noite que você, muito provavelmente, não terá problemas com vizinhos.

Outro ponto super interessante e vantajoso de uma casa em declive é a possibilidade de usar a iluminação natural ao seu favor.

Então, de forma resumida, podemos dizer que há diversas vantagens de um terreno como esses, são elas:

  • Especialistas comentam que casas em declive tem preços melhores;
  • Maior privacidade devido ao fundo mais “baixo”;
  • O projeto da casa poderá ser autêntico e exclusivo;
  • Ótimo espaço na parte de trás da casa para área de lazer e reunião entre amigos;
  • Grande possibilidade do uso da luz natural;
  • E muitos outros!

Quais são as desvantagens de uma casa em declive?

Quais são as desvantagens de uma casa em declive
Imagem: Arquiteto Caio.

Em vários conteúdos aqui do blog gostamos de ser sinceros em relação às vantagens, mas também comentamos sobre as desvantagens de determinada construção para que você consiga decidir da melhor forma.

No caso das casas em declive, isso não seria diferente. Reunimos abaixo algumas desvantagens em relação a esse tipo de construção para você ponderar. Acompanhe!

Se você fizer uma boa cotação e contratar profissionais que já trabalharam com esse tipo de terreno, é muito provável que o preço da construção realmente seja mais em conta. No entanto, se o seu terreno precisar de muitas movimentações de terra, fundações e, inclusive, terraplanagem é bem provável que todo o projeto ou reforma ficará mais caro.

O valor pode aumentar também se você decidir que todo o terreno seguirá uma composição tradicional, ou seja, sem tanta inclinação e desníveis.

Um outro ponto de desvantagem está relacionado a construções de muros de arrimo focados na contenção de alguma parte do terreno. A criação desses muros podem ajudar a obra ficar um pouco mais cara.

Como aproveitar meu terreno em declive?

Como aproveitar meu terreno em declive
Imagem: Pimont Arquitetura.

Agora que já falamos um pouco sobre terrenos em declive e aclive, preços, vantagens e desvantagens, vamos abordar um pouco as melhores dicas para aproveitar o espaço que você tem em mãos.

Afinal, nem sempre é possível escolher o espaço dos sonhos ou ter a possibilidade de fazer terraplanagem logo de início, não é? Mas, acredite! Aproveitando melhor o seu terreno em declive, é possível criar um ambiente incrível. Acompanhe as dicas.

Crie o projeto com um profissional

A primeira dica para melhor aproveitar a sua futura casa em declive é fazer o projeto arquitetônico com um profissional de boa formação e que já tenha trabalhado em ambientes como esse antes.

Isso é importante porque, no momento de fazer a divisão dos cômodos, é importante pensar na quantidade de escadas e acessos que a casa terá – e isso fica muito atrelado aos moradores do local e, inclusive, se são idosos ou não.

Portanto, antes de fazer o projeto arquitetônico com um profissional logo de cara, questione-o sobre o seu terreno em declive e entenda como ele pensa em trabalhar no espaço.

Avalie o tipo de desnível do terreno

Junto com o profissional que você contratará seguindo a dica 1, é importante avaliar o nível da casa em declive, até porque, existem alguns tipos de inclinação que podem ser do fundo para a frente da casa, da frente para o fundo e, inclusive, para as laterais.

  • Declive para as laterais: se o seu terreno for assim, é possível fazer um muro de arrimo e um leve nivelamento através de terraplanagem para que a casa fique em um meio-termo.
  • Declive do fundo para a frente: nesse caso, é interessante retirar a terra e fazer também um muro de arrimo. Em alguns casos, é importante pedir autorização da prefeitura local.
  • Declive da frente para o fundo: essa é a situação mais complexa e precisa, com certeza, de um profissional envolvido. Porém, é possível fazer um porão ou algo nesse sentido.

Pense sobre a criação de pavimentos

Os pavimentos são os recobrimentos do chão de uma rua, ou seja, o “chão” da obra. No caso de edifícios, existem vários pavimentos que, pela lógica, também são o teto do apartamento de baixo.

No caso de uma casa em declive, a possibilidade de criar vários pavimentos fica muito nítida, principalmente, pelos vários níveis que a obra pode ter. Os profissionais de arquitetura podem fazer uso de estruturas metálicas, vigas em balanço, brises, paredes de vidro nesses locais para melhor aproveitar o espaço.

No entanto, se quiser uma obra funcional, o ideal é não exagerar na quantidade de pavimentos também – já que, nesses casos, serão necessários muitos lances de escada que podem desvalorizar o imóvel lá na frente.

Possibilidade de coletar água da chuva

Devido aos vários desníveis de uma casa em declive, o processo de coleta de água da chuva para reaproveitamento na rotina da família pode ser feito de forma muito tranquila.

No caso, se a inclinação da casa for maior que 10%, é importante fazer a coleta da chuva de forma obrigatório para que não caia para o terreno de trás. O mesmo pode acontecer com o esgoto da casa.

Aproveite o declive e faça mais garagens

Já que o terreno tem um declive próprio, porque não aproveitar esse espaço para criação de mais garagens para além daquela que é possível ter na frente da casa? Com um projeto adequado, é possível fazer espaços super bem aproveitados e funcionais para colocar diversos carros na parte mais baixa do terreno.

Esperamos que esse artigo sobre casa em declive tenha sido útil para você aproveitar melhor o terreno que tem à disposição. Aproveite o tempo e leia sobre construções modulares!

One thought on “Casa em declive: como construir para aproveitar todo o seu terreno?

  1. Perfeito…
    Sou corretor de imóveis e agregou bastante. Informações precisas, úteis na hora de avaliar um imóvel!!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.