mármore marrom
|

Mármore marrom: principais tipos, preços e aplicações em projetos

Página Inicial » Decoração » Mármore marrom: principais tipos, preços e aplicações em projetos

O mármore é uma pedra natural que virou tendência na construção civil. Marrom, preto, branco, bege e roxo são algumas das alternativas. Mas o material possui uma variedade de tons, tendo opções para todos os cômodos. O mármore marrom por exemplo, dentro da sua cor, apresenta ainda diferentes tonalidades.  

É um matéria-prima versátil, que pode ser utilizada em diferentes projetos, como: cozinha, sala de estar, quarto e até mesmo banheiro. Contudo, para fazer uso de toda a sua potência, é interessante conhecer melhor suas características e entender como aplicá-lo.

Se você está pensando em adicionar uma pedra natural no seu projeto, vale a pena conhecer mais sobre o mármore marrom. Continue lendo esse conteúdo e descubra os tipos, preços e aplicações. 

O que é mármore?

O mármore é uma rocha metamórfica originada do calcário. Entre a composição estão diferentes tipos de minérios, dentre eles a mica e o feldspato. Dependendo da combinação apresentada, são ocasionadas diferentes cores, como marrom, rósea, branca, esverdeada, preta, entre tantas outras. 

A definição de rocha metamórfica deve-se porque é formada a partir da transformação físico-química sofrida pelo calcário ao ser submetido a altas temperaturas e pressão. Isto explica porque as maiores jazidas de mármore se encontram em regiões de atividade vulcânica e que possuem a rocha matriz calcária.

O grau metamórfico, juntamente com a composição química do mineral, são responsáveis pela moldagem da rocha, dando diferentes cores e texturas. O que torna-o um material bastante utilizado nas indústrias de rochas ornamentais.

No Brasil,  as maiores concentrações de mármore estão no Espírito Santo. O estado também é conhecido por ser o maior produtor de rochas ornamentais do país. A mineração no local surgiu com a abertura das fábricas de cimento. Contudo, a  utilização do calcário e sua mineração iniciaram antes, por volta de 1878, quando era usado para a fabricação de cal, tijolos e telhas.

Para que serve o mármore marrom?

A aplicação do mármore para o benefício da sociedade não é uma novidade. A utilização do material começou há milhares de anos. No início, era utilizado mais em decorações e na confecção de objetos ornamentais e esculturas. A famosa estátua Vênus de Milo, por exemplo, foi esculpida em mármore no século II a.C.

Com o tempo, descobriu-se o seu potencial de aplicação também na construção civil, tanto como revestimento, quanto para compor móveis, como pias, mesas e bancadas. Claro que, como toda matéria-prima natural, existem algumas recomendações de aplicações em determinados projetos. 

Isso porque, sem a impermeabilização adequada, o mármore pode acabar tendo sua estrutura comprometida. Neste sentido, a sua utilização é mais recomendada em ambientes internos. Mas se receber o devido cuidado, combina perfeitamente com projetos externos.

Confira em quais locais o mármore marrom é mais utilizado:

  • Pias de cozinha e banheiro;
  • Bancadas de cozinha e espaço gourmet;
  • Balcões em diferentes cômodos;
  • Prateleiras de cozinha e banheiro;
  • Escadas internas;
  • Pisos internos;
  • Paredes;
  • Churrasqueiras;
  • Hall de entrada;
  • Entre outros.

Qual a diferença entre mármore, granito e silestone marrom?

Qual a diferença entre mármore, granito e silestone marrom

Para quem não tem conhecimento aprofundado sobre os diferentes tipos de rocha, pode parecer que mármore, granito e silestone marrom são a mesma coisa. Mas não são! Inclusive, cada um possui características diferentes, mesmo que tenham quase a mesma cor. 

Entenda a diferença entre mármore, granito e silestone marrom:

  • Mármore: o mármore é o material central deste conteúdo. Comparado com os outros, não há dúvidas de que é a pedra mais nobre. Por ser uma rocha natural, cada pedaço extraído é único. A sua aparência é lisa e é composta por veios em toda a sua superfície com oscilações de intensidade;
  • Granito: o granito também é uma pedra natural e que por isso cada peça tem um visual particular. As suas vantagens são a ótima resistência e o menor preço, quando comparado com o mármore. Já o seu visual não é uniforme, sendo marcado por  diversos grânulos, que deixam a superfície com centenas de pintinhas.
  • Silestone: diferentemente do mármore e do granito, o silestone, também conhecido como quartzo stone, é uma pedra produzida artificialmente. A sua composição é resultado de um mix de quartzo e resina de poliéster. A sua aparência é mais intensa e as pedras quartzo que dão um toque de brilho à superfície. Apesar da heterogeneidade da pedra, a superfície é lisa e de alta resistência.

Quais os tipos de mármore marrom?

Conheça os principais tipos de mármore marrom e as características de cada um:

Mármore marrom Imperador

Mármore marrom Imperador

O mármore marrom Imperador, também conhecido como Emperador, é de origem espanhola. Sendo um dos mais mármores marrons mais utilizados na construção civil, sua aplicação é bastante variada, podendo compor revestimentos internos e externos, bancadas, e ainda nos detalhes dos projetos.

Ele tem baixa porosidade e o seu acabamento pode ser polido, anticato, escovado e jateado.Na versão polida tem bastante brilho e isso ajuda a iluminar o ambiente, mesmo que a cor seja escura.

Mármore Emperador Light ou marrom claro

Mármore Emperador Light ou marrom claro

O mármore Emperador Light ou marrom claro, como também é conhecimento, é uma variação do mármore marrom Emperador. Também de origem espanhola, essa versão é um tom mais claro de marrom, muito semelhante ao bege. A superfície desta  pedra é marcada por veios brancos.

Essa é a opção certa para quem quer adicionar tons terrosos ao seu projeto, mas sem escurecer o cômodo. Neste sentido, o mármore Emperador Light pode trazer até mais luminosidade ao projeto.

Mármore Bronze Armani

Mármore Bronze Armani

De origem italiana, o mármore Bronze Armani é considerado uma das alternativas mais nobres de mármore marrom. A sua tonalidade de fundo bronze é a principal responsável por dar tanto destaque a peça, deixando-a visualmente marcante em qualquer projeto. 

Os veios, que são marca registrada dessa pedra natural, são predominantemente claros, apenas com algumas aplicações mais escuras. 

Mármore Marrom Clássico  

Mármore Marrom Clássico  

Também de origem italiana, o mármore Clássico é mais uma das variações da cor. É a alternativa mais escura, sendo quase preta, em contrapartida, é composta por os veios claros e brancos que se destacam na pedra.

O mármore Clássico é uma ótima opção para compor diferentes projetos, principalmente os modernos e também os clássicos. 

Qual o preço do mármore marrom?

O preço do mármore marrom varia de acordo com o tipo e a região em que é requerida. Mas podemos ter uma média de valor de cada um dos modelos que apresentamos. Confira o preço do mármore marrom: 

  • Mármore marrom Emperador ou Imperador: por volta de R$ 900,00 por m²;
  • Mármore marrom Emperador Light: por volta de R$ 700,00 por m²;
  • Mármore Bronze Armani: a partir de R$ 1000,00 por m²;
  • Mármore Marrom Clássico – por volta de R$ 1000,00 por m².

Qual o melhor mármore marrom?

Não há opção melhor ou pior de mármore marrom, tudo depende do quanto você está disposto a investir e do modelo de projeto. 

Portanto, se a sua ideia é não gastar muito, o mármore Emperador Light é a opção mais em conta. Por outro lado, se o desejo é uma tonalidade um pouco mais forte, que traga um toque escuro ao projeto, o mármore Emperador e o mármore Marrom Clássico atendem bem essa demanda.

Mas se o custo não é problema no seu orçamento de obras, investir um pouco mais e adquirir o mármore Bronze Armani, proporciona um projeto com mais brilho e sofisticação. 

Quais são os tipos de acabamentos possíveis no mármore? 

Quais são os tipos de acabamentos possíveis no mármore_ 

Além da diversidade de tonalidades, o mármore também permite diferentes acabamentos. O que proporciona uma gama de aplicação ainda maior, sendo possível incrementar todos os tipos de construções. 

Mármore marrom bruto

O acabamento bruto denomina a versão natural da pedra, ou seja, logo após ser retirada da natureza. Desta forma, o mármore marrom não recebe nenhum tipo de lixamento ou tratamento. 

Essa não é a melhor forma de aplicar a pedra. Isso porque, esses cuidados são essenciais para garantir a vida útil do material, principalmente se o mesmo for exposto à umidade ou diretamente à água. 

Mármore marrom polido 

O acabamento polido é o mais utilizado para pedras que irão em projetos mais elegantes e detalhistas. É o efeito mais clássico na construção civil e causa um visual espelhado. 

Além disso, o polimento é o processo mais impermeabilizante, tornando o mármore marrom menos suscetível à manchas.  Por isso, é especialmente indicado para pia de cozinha e banheiro. 

Mármore marrom jateado

Se você pretende colocar o mármore marrom como revestimento de piso, principalmente em áreas externas e molhadas, como borda de piscina e garagem, o acabamento jateado é o mais indicado. O processo, que consiste em uma lavagem com jato de areia, torna a peça antiderrapante.

O acabamento jateado é o mais indicado para o mármore bege que será colocado como piso, principalmente em áreas como garagem. A sua lavagem com jato de areia, deixa-o áspero e antiderrapante. Mas mesmo sendo antiderrapante, ele apresenta textura leve, facilitando a sua limpeza e manutenção. 

Mármore marrom levigado

O acabamento levigado deixa o mármore marrom liso. Ideal para aplicações decorativas. Para obter esse acabamento a peça é lixada várias vezes. Isso faz com que ela adquira um tom mais opaco, muito elegante.

Mármore marrom cristalizado 

Para utilização em pisos e revestimentos o acabamento indicado é o cristalizado. Já que ele cria uma película protetora sobre o mármore marrom. O que garante a sua boa durabilidade mesmo em contato com a umidade e a água.

Mármore marrom resinado

O processo de resinagem do mármore marrom consiste em submetê-lo O mármore bege ao ser submetido à uma resina líquida e é lustrada. A partir deste método, as fissuras e os poros naturais do mármore são cobertos. O que ocasiona em uma superfície com melhor polimento e mais brilho.

Mármore marrom apicoado

Por último, temos o acabamento apicoado. Ele deixa o mármore marrom mais rugoso e com um toque rústico. Neste processo a pedra recebe pequenos golpes com martelo que a deixam com aspecto poroso, cheio de buraquinhos. Isso também a torna antiderrapante.

Qual a durabilidade do mármore?

Grande parte da definição da vida útil do mármore está na sua conservação. Temos exemplos históricos de que a peça pode durar centenas de anos.

Então, ao adquirir a pedra para compor sua casa, sobrado ou chalé, vale investir em um dos acabamentos que apresentamos. Desta forma, você a conserva por mais tempo e aumenta o custo-benefício. Já que se parar para pensar na durabilidade, o mármore é um dos revestimentos com maior vida útil.

Como limpar mármore? 

Como limpar mármore_ 

Outra forma de conservar o mármore, além da aplicação do acabamento, é mantendo o cuidado com a limpeza da sua superfície. O processo de higienização é bem simples e não requer produtos de limpeza. 

O passo a passo é o mesmo para todos os tipos de mármore marrom e para todos os acabamentos. Portanto, não tem como errar! 

 Aprenda como limpar o mármore: 

Materiais necessários para a limpeza: 

  • 3 panos de microfibra;
  • Água morna;
  • Detergente neutro;
  • Água em temperatura ambiente. 

Passo a passo de como fazer a limpeza:

1 – Caso o mármore faça parte de uma bancada ou pia, retire todos os objetos de cima. Se estiver compondo o piso, libere a superfície;

2 – Em um recipiente, prepare uma mistura de detergente com água morna;

3 – Umedeça um dos panos de microfibra na água morna e detergente;

4 – Passe o pano úmido em todo o mármore;

5 – Faça movimentos circulares com o pano até sentir que toda a sujeira foi removida;

6 – Molhe o outro pano de microfibra na água em temperatura ambiente;

7 – Com o pano, enxágue a superfície;

8 – Utilize o terceiro, e último, pano para secar a pedra. Removendo toda a água que restar.

Mármore mancha?

Uma das desvantagens do mármore é a sua porosidade. O que aumenta o seu teor absorvente, que gera o acúmulo de líquidos e umidade em sua superfície. 

Mas essa característica pode ser facilmente corrigida com a impermeabilização. Uma vez que o impermeabilizante possui uma substância que detêm a água, fungos e bactérias, impedindo sua passagem para o interior da pedra. Diminuindo assim, o surgimento de manchas.

Similar Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *