Lean construction: tudo o que você precisa saber + dicas de cursos

A frase “menos é mais” nunca foi tão popular na arquitetura quanto é atualmente. O estilo minimalista conquistou o gosto popular e é um dos tipos de decoração mais procurados. Na construção civil, a abordagem mais enxuta também faz sucesso com a aplicação Lean Construction. 

Então, vem com a gente conhecer mais sobre este novo conceito de construção. 

O que é Lean Construction?

Lean construction é um termo em inglês que significa construção enxuta. O objetivo é trazer a mentalidade de criação mais resumida e simplificada para a construção civil. 

Projetos de Casas
Projetos de Casas

O conceito foi inspirado em teorias de outros ramos de produção, como a Just in Time (JIT) e a Total Quality Management (TQM), que são sistemas de administração da produção que determinam que nada deve ser produzido, transportado ou comprado antes da hora certa.

A primeira empresa a aplicar o método Lean foi a Toyota na década de 1980  com a finalidade de  tornar a produção de automóveis mais ágil no Japão.

A metodologia começou a ser aplicada na construção civil em 1992 pela Lauri Koskela. A empresa adaptou os princípios para a realidade de cada obra. Porque diferentemente do processo de produção em massa, a mão de obra e os procedimentos para construir cada empreendimento não seguem um padrão.

Atualmente a Lean Construction é usada por diversas construtoras, inclusive no Brasil.

Para que serve a Lean Construction?

Para que serve a Lean Construction

A metodologia Lean Construction na construção civil serve para tornar os processos ágeis, eficientes e reduzir os desperdícios na obra. Conheça mais algumas vantagens de adotar este conceito:

Agrega valor ao projeto

A metodologia começa a ser aplicada no planejamento da construção. Ou seja, tem papel importante na definição dos objetivos de acordo com a necessidade do usuário. O que agrega valor ao projeto

Diminui os erros

A construção de um empreendimento engloba diversos processos que demandam tempo e mão de obra. Alguns deles são fundamentais para o desenvolvimento, mas alguns não possuem finalidade alguma e servem apenas para tomar tempo e causar erros.

Com o conceito Lean Construction, o projeto é desenvolvido apenas com os procedimentos relevantes. Sendo planejamento especificamente para aquela obra, o que evita erros e diminui o tempo de construção. 

Minimiza o desperdício 

A essência da Lean Construction é eliminar todos os excessos da obra. O que, consequentemente, impacta na diminuição do desperdício e na economia do valor da obra. Tudo isso sem afetar a qualidade ou segurança do produto final. 

Colabora com a transparência do processo

A diminuição de tarefas e a concentração de energia em processos realmente importantes para a obra, faz com que a atenção não se perca nas coisas desnecessárias e que outras acabam passando despercebidas. Dando mais transparência aos dados e análises que farão a diferença na construção. 

Reduz as variações

Imprevistos sempre podem acontecer. Mas geralmente são mais frequentes quando não há um planejamento aprofundado. Com o cronograma de atividades e detalhamento dos processos que serão aplicados, as variações são reduzidas. Gerando uma construção mais assertiva. 

Economiza tempo 

Outro pilar da metodologia Lean Construction é fazer mais em menos tempo e com a mesma qualidade. Por isso, os cronogramas são estrategicamente elaborados para serem mais produtivos, agilizando a construção e economizando tempo e material. 

Quais são os princípios da Lean Construction?

Quais são os princípios da Lean Construction

Para satisfazer os clientes e entregar uma casa simples, sobrado, kitnet, loja comercial, salão de festas e qualquer outro imóvel totalmente dentro da metodologia de construção enxuta, a Lean Construction segue os seguintes princípios:

  • Reduzir a quantidade de atividades que não somam valor ao produto final;
  • Compreender as necessidades do cliente visando aumentar o valor do imóvel;
  • Padronizar os procedimentos com o objetivo de diminuir a variação;
  • Proporcionar mais flexibilidade na criação;
  • Diminuir o tempo de produção, inspeção e duração da obra;
  • Localizar erros no processo para aumentar a transparência de todos os processos.

Como aprender mais sobre o Lean Construction?

Aprenda o método que a C. Rolim usou para crescer nos últimos anos, e se tornar referência nacional em Lean Construction! Com este curso você irá aprender:

  • Como Aumentar a produtividade no seu canteiro com os princípios do Lean Construction;
  • Como otimizar suas Práticas de Gestão de Obras com o foco em redução de custos;
  • Como aumentar a qualidade de execução dos seus empreendimentos, gerando mais lucro, qualidade e menos retrabalho para sua obra;
  • Curso Prático Baseado em Cases Reais de Implantação do Lean.

Tudo isso por somente:

R$700,00

ou 12 x de R$68,20 no cartão de crédito

comprar-agora

Qual a diferença entre a construção tradicional e a construção enxuta?

A principal diferença entre o método de construção tradicional e de construção enxuta é o modo como o processo de produção é visto por cada um:

O método de construção tradicional olha para o processo como um tudo e apenas o divide em subprocessos. Enquanto a Lean Construction separa as atividades que agregam valor das que não agregam. 

Em outras palavras, se o cliente não está disposto a pagar por alguma atividade, provavelmente ela não agregue valor. Mas claro, há os processos que não agregam valor, mas não são necessários e os que não agregam e também não influenciam. A metodologia da construção enxuta busca reduzir a segunda opção. 

O principal objetivo trabalhado na construção enxuta é justamente trabalhar formas para evitar ao máximo o desperdício que uma construção tradicional teria. 

Mas caso você esteja pensando “o que seria desperdício?”. Nós explicamos: O Taiichi Ohno, principal responsável por implantar o conceito na Toyota, criando um sistema de produção único, definiu como desperdícios:

  • Defeitos e retrabalho;
  • Excesso de produção;
  • Processamento impróprio;
  • Movimentos desnecessários;
  • Transportes desnecessários;
  • Estoque;
  • Espera;
  • Intelectual (capacidade das pessoas envolvidas no processo).

Como funciona a Lean Construction na prática?

A Lean Construction funciona como um plano de ação mesmo. A empresa que deseja adotá-lo precisa estabelecer um modelo novo de trabalho, elaborado com foco no seu conceito. 

O planejamento da obra deve ser o mais detalhado possível, passando por todas as fases de construção e definindo as ações que são realmente necessárias. A revisão deve ser feita por todos os profissionais envolvidos, tomando o cuidado para não deixar passar nada. 

Além disso, é necessário que os envolvidos na elaboração tenham uma visão futurista e que identifiquem problemas que poderão surgir no decorrer da obra, como por exemplo: a falta de espaço para o guindaste entrar no terreno. 

O guindaste é uma máquina que provavelmente teve a sua função listada no planejamento, mas ninguém pensou em como ela executaria o seu trabalho. E é neste cenário que a construção enxuta se faz útil.

O método Lean Construction é dividido em quatro fluxos de conversão. São eles:

Fluxo de montagem: diz respeito aos orçamentos e o planejamento da obra que descreve a sequência de atividades que agregam valor ao produto;

Fluxo de materiais: trata das atividades de transporte, espera, processamento e inspeção da obra e materiais;

Fluxo de informações: compreende todas as informações sobre o planejamento e orçamento de maneira simples e otimizada;

Fluxo de trabalho: refere-se ao trabalho desenvolvido por cada equipe responsável pela obra.

Quais são as ferramentas Lean?

Para auxiliar na implementação do método, contribuindo para a otimização do trabalho, são utilizadas algumas ferramentas Lean. Confira quais são as principais:

5S

5S

A ferramenta 5S tem origem japonesa e é uma das mais utilizadas na metodologia Lean. Ela tem o objetivo de implementar melhorias que tornem o ambiente de trabalho mais produtivo. 

Gestão Visual

Gestão Visual

A gestão visual é formada por um conjunto de ferramentas que colaboram para manter a equipe atualizada sobre o andamento do projeto. 

Trabalho padronizado

Trabalho padronizado

Consiste em garantir que todas as equipes realizem o processo da mesma forma, com o objetivo de atingir maior eficiência e a padronização dos resultados. 

Eventos Kaizen

Eventos Kaizen
Imagem: Pinterest.

Kaizen é uma palavra japonesa que significa “melhoria contínua”. Ou seja, o foco dos eventos kaizen é propor pequenas alterações constantes que, aos poucos, irão melhorar os processos diários.

Kanban

Kanban

Kanban é um meio de produção puxada. Ou seja, produzir no momento em que o cliente solicita e o processo seguinte necessita.  

Poka Yoke

Poka Yoke
Imagem: Pinterest.

Poka Yoke também é um termo em japonês e significa “à prova de erros”. Ela é uma ferramenta preventiva, em geral é feita a partir de dispositivos usados para evitar que determinada situação aconteça e prejudique a qualidade do produto. Ou seja, prevê os possíveis imprevistos e os corrigem antes de acontecerem. 

Como implementar a Lean Construction em uma construtora?

O conceito deste método é criar uma abordagem de trabalho personalizada para o dia-a-dia de cada empresa, visando evitar desperdício e atingir o objetivo final com sucesso. Não existe uma fórmula para implementar a Lean Construction em uma construtora, a forma de aplicação depende do modo de atuação de cada uma. 

Mas ao optar por adotar essa metodologia, a empresa precisa estar ciente de que será necessário sustentar a cultura de melhoria, transparência e liderança para conseguir êxito.  

Sendo assim, os primeiros passos para implementar a Lean Construction em uma construtora são:

  • Escolher fornecedores de materiais que estejam dispostos a adotar a entrega no formato lean;
  • Elencar e alinhar de forma clara e coesa o escopo, orçamento e planejamento do projeto;
  • Entender e aceitar que será necessário adaptar e desenvolver novas formas de trabalho e de processo;
  • Seguir os princípios básicos do lean;
  • Ter a visão para identificar o que é importante no processo e o que pode ser descartado;
  • Colocar tudo isso em prática no dia-a-dia da empresa, mapeando a rotina, o fluxo de material, informação, trabalho e montagem.

Como elaborar o planejamento do projeto da obra?

Como vimos, grande parte do sucesso da Lean Construction é resultado de um planejamento de projeto bem elaborado e coeso. Para te ajudar a montar o seu, preparamos um passo a passo. 

Confira como elaborar o planejamento do projeto da obra:

Passo 1: Realize um estudo de viabilidade

Antes de começar a planejar a construção de um empreendimento, verifique se a empresa tem dinheiro suficiente para custear a obra. Em seguida, avalie se o projeto renderá lucro posteriormente. Para realizar este estudo, é ideal analisar os seguintes pontos:

  • Máquinas, equipamentos e ferramentas necessários para a construção;
  • Custo para fazer a fundação;
  • Valor para a preparação do terreno;
  •  Preço da mão de obra para a construção;
  • Prazos para a entrega de cada etapa;
  • Taxa de remuneração da construtora;
  • Orçamento do projeto;
  • Cronograma de execução;
  • Cálculo de Retorno de Investimento (ROI) e de Benefícios e Despesas Indiretas (BDI);
  • Planejamento de vendas.

Passo 2: Elabore o orçamento da obra

Após analisar a realidade financeira da construtora e constatar que ela está apta a custear a obra, está na hora de detalhar o investimento. Para isso, monte uma lista com os orçamentos dos materiais, equipamentos, ferramentas, mão de obra, documentação, segurança e medicina do trabalho e BDI.

Passo 3: Construa o planejamento

O próximo passo é definir como e quando cada etapa será executada. Lembre-se de que o planejamento tem o objetivo de descrever detalhadamente cada processo, prevendo possíveis erros e imprevistos. 

Os principais pontos de devem estar presentes no planejamento são:

  • Cronograma detalhado de execução da obra;
  • Cronograma físico financeiro;
  • Ferramentas, máquinas e equipamentos que serão usados;
  • Mão de obra necessária;
  • Licenciamento e regularização da obra;
  • Planejamento do canteiro de obras;
  • Projetos arquitetônicos, estruturais, hidráulicos, elétricos, ambiental, entre outros;
  • Necessidade ou não de financiamento.

Passo 4: Estabeleça controle de gestão operacional e de logística

Ter o controle sobre cada etapa da construção e organizar bem a logística são fundamentais para o sucesso da execução. Para isso, não esqueça de avaliar os seguintes fatores:

  • Organização do canteiro de obras;
  • Fluxo dos materiais e trabalhadores;
  • Proporção das instalações provisórias;
  • Escolha dos equipamentos de transporte.

Passo 5: Execute o planejamento até o fim da obra

Depois de planejar, é importante seguir o planejamento até o fim da obra. Não deixe de executar todos os procedimentos descritos, analisar cada etapa e fiscalizar o andamento da equipe. 

Outras alternativas para aprender sobre o Lean Construction

A metodologia Lean Construction no Brasil ainda é relativamente nova. Muitos profissionais da construção civil e empresas não conhecem a fundo o conceito. Por isso, caso tenha interesse em aprender mais sobre o assunto, existem formas de se especializar na internet, pesquisando por  Lean Construction curso gratuito ou certificação em Lean Construction. 

Também é possível encontrar alguns livros sobre assunto ao pesquisar por Lean Construction livro pdf. Confira 5 livros para você aprender mais Lean Construction:

  • O modelo Toyota de Jeffrey Liker;
  • Aprendendo a enxergar de Mike Rother e John Shook;
  • A mentalidade enxuta nas empresas de James P. Womack e Daniel T. Jones;
  • Logística e lógica na construção Lean de Pereira, Rodrigues; da Rocha; Heineck;
  • A cultura Toyota: A alma do modelo Toyota de Michael Houseus.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *