modelos de toldos

Confira 10 modelos de toldos e dicas para escolher o seu!

Está pensando em investir num dos modelos de toldos e ainda não conhece as particularidades de cada um deles? Existem vários e vamos abordar cada um neste conteúdo.

Para ficar por dentro dos diferentes modelos de toldos, da função deles, materiais mais comuns para a fabricação, vida útil desse item, média de preços e muito mais, continue a leitura!

Qual é a função de um toldo?

Os toldos são coberturas fixadas em uma fachada, janela ou porta. São bem comuns em ambientes externos, a fim de proteger contra os fatores naturais, como a chuva, sol e ventos fortes.

Por proteger contra o sol, principalmente nas altas temperaturas de verão, os toldos podem auxiliar a filtrar parte do calor que entra na residência, gerando assim, uma economia de energia que seria gasta com dispositivos de resfriamento (ventiladores, climatizadores e ares-condicionados).

No entanto, a proteção não é a única função dos toldos. Eles também podem gerar sombra em locais específicos, preservar peças como portas e janelas e ajudar a compor a decoração do local. 

Agora que você já viu como o toldo é um item versátil, que tal conferir os materiais utilizados na sua composição? Veja abaixo!

Quais os materiais mais comuns nos diferentes modelos de toldos?

Os materiais mais utilizados na fabricação dos diferentes modelos de toldos são os seguintes: 

  • Policarbonato (compacto ou alveolar); 
  • Algodão; 
  • Lona de fibra acrílica (sunbrella);
  • Lona vinílica;
  • Tela microperfurada;
  • Lona de PVC; 
  • Poliéster; 
  • Fibra de vidro.

Normalmente, esses materiais são colocados sobre uma estrutura de alumínio, aço, ferro ou até mesmo de madeira

Para escolher entre os toldos feitos com essas matérias-primas, vale a pena pensar sobre o motivo pelo qual você está inserindo essa peça na sua casa e avaliar qual cumpriria melhor a função.

Conheça os 10 modelos de toldos

A seguir, conheça os modelos de toldos que mais são escolhidos para serem incluídos em projetos externos.

1. Toldo fixo

O primeiro toldo da nossa lista é o fixo, sendo uma das opções mais simples e tradicionais que existem no mercado. Ele é instalado em um local em que não será preciso abrir nem fechar o item. 

Ou seja, antes de optar por esse modelo, é melhor ter certeza de que não vai precisar mudá-lo de posição. Ele é ideal para espaços externos que precisam de uma proteção cotidiana contra os fatores da natureza

O toldo fixo possui uma estrutura que costuma ser mais aparente do que os demais modelos de toldos. Então, se escolher esse tipo, considere que o fixo não é tão discreto. No entanto, é possível optar por materiais um pouco mais sóbrios, como o alumínio transparente.

Veja alguns exemplos dessa opção:

Toldo fixo
Imagem: Pinterest.

(Esse toldo fixo está protegendo as janelas.)

Se a sua garagem não for coberta e você tiver receio do carro ser danificado ao ficar exposto às questões naturais, um toldo pode solucionar esse problema. Olha só como ficaria:

Toldo fixo (2)
Imagem: Pinterest.

2. Toldo capota

Toldo capota
Imagem: Pinterest.

Já o toldo capota, é um modelo arredondado que pode ser aberto e fechado através de um sistema de cordas. Esse tipo é bastante usado em janelas de casas e apartamentos.

Esse sistema de abrir e fechar o toldo auxilia no controle de luminosidade no ambiente interno, a depender de cada situação. Se colocar um desses na janela da sua sala de estar, por exemplo, quando alguém for assistir TV, é possível filtrar parte da luminosidade, bem como diminuir os raios solares para o local ficar mais fresco.

Se você gostar de um aspecto mais retrô e vintage, esse modelo, combinado com outros elementos decorativos, pode ajudar nesse sentido. Confira como ficaria:

Toldo capota (2)
Imagem: Pinterest.

3. Toldo túnel

O terceiro na nossa lista de modelos de toldos é o túnel e, assim como o primeiro, ele também faz parte dos que ficam fixos no local instalado. Esse tipo forma uma espécie de túnel, por isso o nome.

Quanto a utilização, o toldo túnel fica perfeito em lugares que são utilizados para passagem, como halls de entrada abertos, corredores descobertos e muito mais. Ele ajuda a proteger as pessoas do sol e da chuva, principalmente. 

Existem modelos industriais:

3. Toldo túnel
Imagem: Pinterest.

E os residenciais, os quais também pode ser incluso no conceito decorativo, como o exemplo abaixo:

3. Toldo túnel (2)
Imagem: Pinterest.

4. Toldo capô

Esse modelo é ideal para janelas pequenas, existindo opções fixas ou móveis. O toldo capô tem a principal função de manter o local mais arejado, deixando os raios solares fora do ambiente. 

Por conta do seu tamanho, ele tende a ser bem mais discreto do que outras opções de modelos de toldos. Lógico que isso também vai depender da cor escolhida. Veja, a seguir, um modelo em um tom de bege: 

Toldo capô
Imagem: Pinterest.

5. Toldo retrátil

O modelo retrátil tem um super destaque quando falamos dos modelos de toldos mais populares. Nessa opção, é possível fechar o item, o que significa que você também pode avaliar os momentos que quer filtrar mais o sol ou aqueles que um solzinho mais forte não seria um problema.

A principal vantagem desse tipo é a versatilidade que ele concede ao ambiente, possibilitando a mudança de claridade do cômodo, como falamos anteriormente, e a variação da ventilação

Ele funciona muito bem para proteger áreas externas, dando até um certo estilo ao espaço:

Toldo retrátil
Imagem: Pinterest.

6. Toldo retrátil com braço articulado

Outro dos modelos de toldos retráteis é o de braço articulado, o qual tem os mesmos benefícios do anterior, porém sua utilização e aparência são bem diferentes.

A seguir, veja como ele deixou esta área externa mais charmosa e ainda possibilita um belo almoço, independente se estiver muito sol, com uma chuva branda ou garoa.

Toldo retrátil com braço articulado
Imagem: Canva.

7. Toldo vertical

Existem várias vertentes dos toldos verticais, mas o que mais se popularizou é um bem semelhante a uma cortina. É possível enrolar esse item, quando quiser uma maior ventilação de ar, e desenrolar quando precisar proteger o espaço de chuvas e ventos muito fortes.

Esse modelo é ideal para ambientes mais abertos como varandas, sacadas e áreas de lazer. Para espaços em chácaras, fazendas e sítios, que não são bem fechados, também é indicado instalar um toldo vertical, principalmente para proteger o local de chuvas. 

Existem até mesmo modelos que permitem a entrada de luminosidade e filtram a entrada de ventos fortes. Confira abaixo!

Toldo vertical
Imagem: Pinterest.

Se a sua casa segue o conceito clean e minimalista, esse exemplo ficaria maravilhoso:

Toldo vertical (2)
Imagem: Pinterest.

Assim como na imagem, você ainda pode adicionar elementos com cores mais fortes para serem pontos focais. Aqui, uma boa opção é inserir móveis de madeira e plantas com tons de verde bem marcantes.

8. Toldo tensionado

O toldo tensionado é uma ótima alternativa para eventos em espaços abertos, pois ele protege os convidados do sol, garoa e ainda faz um jogo de sombra que fica muito bonito.

Outro ponto é que podem ser colocados toldos com cores diferentes, brincando com a estética e, podendo, inclusive, seguir as cores da festa, se as mesmas estiverem definidas.

A seguir, veja um exemplo:

Toldo tensionado
Imagem: Canva.

9. Toldo piramidal

Outra alternativa para eventos é o toldo piramidal e ele é ainda mais utilizado do que o modelo anterior, pois é tradicional e é presente em muitas festas de casamento, aniversários e churrascos.

Esse tipo pode ser interligado a outros toldos iguais, formando uma estrutura maior e possui uma lona de cobertura em PVC. Confira abaixo esse modelo:

Toldo piramidal
Imagem: Pinterest.

10. Estrutura de toldo com paredes

Nosso último na nossa lista de modelos de toldos é o que possui estrutura com paredes. Esse toldo é acompanhado por paredes de plástico transparentes e brancas, as quais podem ser recolhidas e, enrolando as paredes, fica um espaço aberto, somente com cobertura. 

Veja como esse modelo é na prática:

Estrutura de toldo com paredes

O que considerar na hora de escolher um dos modelos de toldos?

Agora que você já conheceu os principais modelos de toldos que existem, está na hora de ver alguns pontos importantes para levar em consideração na hora de escolher por um tipo. Abaixo, confira quais são:

Na lona/tecido

Nesse ponto, indicamos que você dê preferência para o sunbrella, que é um tecido de fibras acrílicas. Esse tipo de lona é pigmentada já na fabricação, o que protege bastante a tintura do desgaste causado pelas áreas externas e fica perfeito em ambientes no conceito vintage. 

Na ferragem

Já na hora de escolher as ferragens que formam a estrutura dos diferentes modelos de toldos, opte pelas armações de alumínios com parafusos e engrenagens de aço inox, pois esses materiais são bem resistentes e, por isso, possuem uma durabilidade maior, evitando a corrosão e ferrugem ocasionados pela exposição às condições meteorológicas.  

Quanto custam os modelos de toldos?

Você já aprendeu como escolher o seu toldo, então vamos ver algumas médias de preços desse item. Confira, a seguir, uma tabela com alguns valores base:

Modelos dos toldos Média de preço
Toldo de braço articulado translúcido metragem 2.50×2.00ma partir de R$2.900,00
Toldo retrátil manual de poliéster 2.50×2.00mem média R$1.799,90 cada
Toldo vertical (cortina) – até 6 metros quadradosR$599,99
Toldo retrátil PVC blackout com braço de 1,5ma partir de R$150,00 o metro quadrado
Toldo tela solar impermeável triangular 3x4x5mem média R$220,00
Toldo de policarbonato 70x120cm bronzea partir de R$359,00

Qual tipo de toldo é mais barato?

Os modelos de toldos mais “em conta” são aqueles em que a lona é constituída de PVC ou fibras acrílicas. Esses tipos também possuem uma vida útil boa e são fáceis de limpar, por não serem aderentes.

Quanto tempo em média dura um toldo?

Um toldo feito de lona pode durar entre 10 e 15 anos com a manutenção certa e limpeza em dia. As fábricas que produzem esse tipo de item costumam dar uma garantia, assim que a compra é efetuada. 

Nessa garantia, constam alguns dados da fabricação e cuidados com a peça. Mas, se não souber quais são os cuidados que os diferentes modelos de toldos pedem, leia o tópico abaixo.

Cuidados necessários com o toldo

Antes de mais nada, precisamos ressaltar que cada um dos modelos de toldos, dependendo do material utilizado na fabricação, pode demandar um cuidado específico. Então, fique atento às instruções contidas na garantia e, caso não encontre esses cuidados, solicite as informações na loja especializada.

Limpeza de toldos

Sobre a limpeza, os diferentes modelos de toldos não precisam de produtos, equipamentos ou ferramentas especiais para o processo. No entanto, é essencial que o item seja limpo periodicamente, sempre que apresentar sinais de sujeira sobre ele.

O primeiro passo para que a limpeza seja feita da maneira certa é retirar, com uma vassoura de cerdas macias (para não danificar ou riscar o toldo), todos os resíduos maiores, como galhos secos, folhagens e outras sujeiras.

Faça uma mistura com água e detergente neutro e despeje esse líquido em toda a superfície. Depois disso, com o auxílio de uma escova ou esponja, também de cerda macia, esfregue a lona com cuidado.

Por fim, enxágue com água em abundância para retirar todo o sabão da parte superior do toldo. Repita o processo na parte inferior e depois é só deixar o seu toldo secar sozinho.

Vale destacar que não é recomendado o uso de produtos químicos, pois esse tipo pode desgastar e danificar o item, fazendo com que sua vida útil diminua consideravelmente. Além disso, eles eliminam os tratamentos UV e antimofo que muitos toldos já possuem.

Cuidados com as ferragens

Além da limpeza constante, é necessário realizar a manutenção das ferragens que sustentam o toldo, verificando sempre se essa parte está bem lubrificada e resguardada das ações do tempo.

Mesmo a estrutura sendo anticorrosiva e resistente à ferrugem, é bom aplicar um produto específico para proteger essas peças de ferro. E, se constatar que esse componente sofreu algum desgaste e está descascando, é possível pintar a peça para que ela fique com uma aparência melhor, principalmente se a estrutura ficar muito visível.

Cuidado com o mofo

Os diversos modelos de toldos são super resistentes a chuvas e outras situações climáticas, mas agora nossa dica de cuidado é focada nas peças que podem ser enroladas ou dobradas.

Para esses modelos, recomendamos que, em dias chuvosos, quando a chuva passar, você deixe a lona aberta e esticada até ela secar totalmente, pois isso evita que forme mofo.

Gostou de aprender mais sobre os modelos de toldos que existem? Então, leia também o que é, como funciona e quanto custa uma lareira ecológica!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *