Glamping: o que é? Conheça os 10 melhores glampings do Brasil

Acampar proporciona muitas aventuras, mas se as dificuldades e riscos que a atividade gera não é muito seu estilo, você precisa conhecer a nova modalidade de viagem que está conquistando os viajantes. O glamping tornou-se a forma preferida de viajar até de quem gosta de comodidade e conforto. 

Ficou curioso para saber como funciona a nova forma de acampamento? Então, continue lendo este conteúdo e descubra o que é glamping, qual o público-alvo, como surgiu e conheça os melhores glampings do Brasil. Além de descobrir como ele pode ser uma ótima opção de investimento. 

O que é glamping? 

O conceito de glamping é uma mescla das palavras “camping” e “glamour” e oferece uma nova experiência de acampamento, voltada para quem gosta de viver momentos em meio à natureza, mas não abre mão do conforto. 

Ou seja, o glamping é um modelo de acampamento mais sofisticado, que permite às pessoas aproveitar o em torno, sem passar pelas preocupações e situações distintas que acampar no estilo tradicional oferece. 

Como o glamping surgiu? 

A ideia do glamping surgiu na  África em meio aos safáris e virou moda nos Estados Unidos e na Europa. Os acampamentos passaram a oferecer serviços como, energia elétrica, ducha quente, decoração sofisticada, cama king size com lençóis finos, máquinas de chá e café e até seguranças.

Os 10 melhores glampings do Brasil

Se você está pensando em experimentar essa nova forma de acampar, precisa conhecer os melhores glampings do Brasil. Preparamos uma lista com os mais queridos pelos turistas, tanto em questão de acomodações, como de vista e  lugar. 

1. Glamping Parador Cambará do Sul

1. Glamping Parador Cambará do Sul

Localização: Estrada Faxinal, 4.800 , Cambará, CEP 95480-000, Brasil

button_saiba-mais

2. Glamping Barraca na Árvore Projeto Terra Preta

2. Glamping Barraca na Árvore Projeto Terra Preta

Localização: Jardim Paula, São Paulo, Brasil

button_saiba-mais

3. Glamping Mangarito

3. Glamping Mangarito

Localização: Estrada SP 165 km 13 Bairro da Serra Petar, Iporanga, CEP 18330-000, Brasil

button_saiba-mais

4. Glamping Tedesco EcoPark

4. Glamping Tedesco EcoPark

Localização: Barragem da Divisa Sem Numero, São Francisco de Paula, CEP 95400-000, Brasil

button_saiba-mais

5. Glamping Tiny House ‘A’

5. Glamping Tiny House ‘A’

Localização: Contenda, Paraná, Brasil

button_saiba-mais

6. Glamping Serra da Canastra

6. Glamping Serra da Canastra

Localização: Centro, Minas Gerais, Brasil

button_saiba-mais

7. Glamping Cabana da Árvore

7. Glamping Cabana da Árvore

Localização: Santo Antônio do Pinhal, São Paulo, Brasil

button_saiba-mais

8. Glamping Cabana Home

8. Glamping Cabana Home

Localização: São Paulo – Santa Catarina / BR

button_saiba-mais

9. Glamping Casa na Árvore do Refúgio

9. Glamping Casa na Árvore do Refúgio

Localização: Mairiporã, SP

button_saiba-mais

10. Glamping Jungle Lodge

10. Glamping Jungle Lodge

Localização: Vila Abraao Caminho de Palmas Ilha Grande, Abraão, CEP 23968-970, Brasil

button_saiba-mais

Qual é o público-alvo do glamping? 

O glamping oferece uma hospedagem com os serviços básicos disponíveis em qualquer hotel, mas com a experiência que só é possível viver em meio à natureza. Portanto, apesar de não ser voltado apenas para um público, ele acaba agradando principalmente quem quer ter um contato mais próximo com o verde, sem perder o conforto. 

É uma opção diferente até para os aventureiros, que têm a chance de experimentar uma forma de acampar diferente e que pode acabar surpreendendo positivamente. 

Como funciona o glamping?

No glamping luxuoso, o visitante não precisa carregar uma enorme mochila, montar barraca e nem mesmo dormir no chão. A hospedagem disponibiliza cabanas, chalés de madeira ou pequenas casas que trazem conforto para a estadia. 

Mas as mordomias não acabam por aí. Ao chegar no local, a maioria oferece outros mimos, como banhos relaxantes, chuveiros aquecidos, banheira de hidromassagem e algumas até ofurôs. Sem esquecer que todos os ambientes são climatizados. 

Tendo como diferencial, respeitar toda a atmosfera viva ao redor e proporcionar ao hóspede estar em contato direto com a fauna e a flora locais. O que traz toda a calmaria e o silêncio de um acampamento. 

O que tem em um glamping? 

Como comentamos, o principal diferencial do glamping é disponibilizar serviços básicos que uma pessoa não teria acampando. Por exemplo: banheiro, banho quente, cama, espaço fechado, energia elétrica, entre outras coisas que são primordiais atualmente. 

Contudo, algumas hospedagens oferecem vantagens a mais, como hidromassagem, piscina, café da manhã, etc. Tornando-se quase um hotel no meio da floresta. 

Quanto custa a diária de um glamping?

A diária de um glamping custa em média o preço de uma diária de outros tipos de hospedagem. Sendo possível encontrar opções a partir de R$ 500,00 dependendo do local e comodidades que procura. 

3 motivos para você se hospedar em um glamping

Se você curte todo o processo de montar barraca e fazer fogueira, deve estar se perguntando “por que me hospedar em um glamping?”. Não estamos aqui para dizer que uma forma de acampar é melhor que a outra, queremos apenas te provar que pode valer a pena aventurar-se neste novo modelo. 

Por isso, pensamos em 3 motivos para você se hospedar em um glamping na sua próxima viagem: 

1. Contato com a natureza

Pode parecer um pouco sem sentido, porém é isso: no glamping, você terá contato com a natureza. Mesmo que esteja em um ambiente mais confortável, poderá desligar-se da rotina, apreciar paisagens maravilhosas, eliminar o stress do dia a dia e se concentrar apenas em relaxar, do mesmo jeito que faz ao dormir na barraca. 

2. Conforto como não se tem no acampamento

Não é porque quer intensificar o seu contato com a natureza que tenha que passar trabalho. É inacreditável que alguém, mesmo o maior amante selvagem, goste de tomar banho gelado. 

Ter o mínimo de conforto faz com que você aproveite mais o passeio em meio ao verde e não volte para a casa com aquela sensação de cansaço de quem dormiu mal por muitas noites. 

3. Viver uma nova aventura

Mas se mesmo assim ainda não estiver convencido, encare a estadia em um glamping como uma nova aventura. É sempre bom viver experiências novas e transformar aquilo que é bom, em algo maravilhoso! 

Quais os melhores glampings do mundo? 

Existem muitos glampings ótimos e que proporcionam uma vivência incrível em todo o mundo. Podemos destacar 4 como os destinos preferidos dos brasileiros ao viajar para o exterior em busca de aventura. São eles: 

Natura Glamping 

Natura Glamping 

O Natura Glamping é um dos mais encantadores e aconchegantes glampings localizado na Serra da Gardunha, em Portugal. A hospedagem é feita de sete cúpulas de arquitetura geodésica que ficam sobre um deck de madeira, proporcionando uma vista invejável do horizonte.

button_saiba-mais

Azenhas da Seda

Azenhas da Seda

O Azenhas da Seda é um glamping que também fica em Portugal. Suas instalações permitem que os visitantes se hospedem às margens do Ribeira da Senha, uma união de vários riachos da serra de São Mamede. 

button_saiba-mais

Conestoga Ranch

Conestoga Ranch

O Conestoga Ranch é um glamping digno de ser cenário de filmes de bang-bang. A hospedagem estadunidense é feita com quartos-carroças cheios de estilo e elegância. Cada dormitório tem uma temática própria, o que deixa a experiência ainda mais interessante.  

button_saiba-mais

Clayoquot Wilderness Resort 

Clayoquot Wilderness Resort 

Por último, mas não menos luxuoso, temos o Clayoquot Wilderness Resort, que fica no Canadá. O espaço é famoso pela possibilidade de isolamento total que oferece, para chegar, é necessário passar vários minutos no hidroavião ou barco. 

button_saiba-mais

Tem glamping no Brasil? 

Sim, existem glampings no Brasil. A nova modalidade de hospedagem para aventureiros já conquistou o território brasileiro. E não é  para menos, o país é rico em atrações e espaços naturais que valem a pena serem visitados com conforto e segurança.

Confira a nossa seleção dos melhores glampings do Brasil no começo do artigo!

Como se hospedar em um glamping? 

A reserva de um quarto ou cabana em um glamping é feita da mesma forma que em outros tipos de hospedagem. Para reservar sua estadia, você pode entrar em contato direto com o glamping, por e-mail, ligação ou WhatsApp – dependendo dos contatos oferecidos pelo mesmo. 

Algumas hospedagens disponibilizam agendamento diretamente na página do site. Portanto é só acessar e seguir o passo a passo. 

Outra opção é reservar por meio de sites de reserva, como o Booking, Trivago, Airbnb, entre outros. 

Mas vale lembrar que apesar de tanta praticidade para realizar a reserva, é preciso fazê-lo antecipadamente, para que você não corra o risco de ficar sem espaços disponíveis durante a viagem. 

Como saber se o site de reservas é seguro? 

Reservar online é prático e rápido. Mas é preciso estar atento aos golpes e fraudes para que sua estadia relaxante em um glamping, não vire dor de cabeça. Para te ajudar, separamos algumas dicas de como evitá-los. Confira: 

  • Caso escolha reservar pelo site da hospedagem, acesse o site oficial da estadia. Ele deve ter “HTTPS” em seu URL. Se não tiver certeza de que está no site real, ligue para a empresa para confirmar o domínio;
  • Se decidir utilizar um site de terceiro, escolha uma marca conhecida e de confiança. Pesquise sobre a reputação da empresa e procure recomendações de outras pessoas ou sites de viagem confiáveis;
  •  Utilize um cartão de crédito, em vez do cartão de débito para fazer a reserva online. Em caso de golpe, os criminosos não terão acesso direto à sua conta bancária e muitas empresas de cartão de crédito oferecem proteção contra fraude;
  • Após realizar a reserva online, ligue para a empresa para confirmar. Em caso de não haver confirmação, você poderá acionar o seu cartão de crédito antecipadamente. 

O que levar para um glamping? 

Apesar de toda a praticidade e assistência que a maioria dos glampings oferecem, é importante lembrar que estará em meio à natureza e que dependendo do local de estadia, pode ser isolado e perigoso, principalmente à noite. Portanto, lembre-se de sempre levar na viagem: 

  • Comida: opte por opções fáceis de preparar e que não estraguem caso fiquem fora de refrigeração;
  • Água: a água é essencial para a sobrevivência, portanto é sempre bom levar ao menos algumas garrafas de reserva;
  • Roupas adequadas: antes de viajar, confira a previsão do tempo e temperatura para a região. Mesmo assim, leve roupas confortáveis e suficientes para atender qualquer imprevisto;
  • Kit de higiene: produtos de higiene e limpeza são essenciais em qualquer viagem;
  • Kit de primeiros socorros: é sempre bom estar prevenido para todos os tipos de situações;
  • Lanternas e outras iluminações: à noite pode ser bem escura sem as luzes da cidade;
  • Repelente e protetor solar: apesar de todo o conforto, você ainda estará no campo, por isso, é melhor se proteger dos insetos e sol forte; 
  • Fogareiro: mesmo que a estadia ofereça equipamentos elétrico, não abra mão de levar aqueles que funcionam bem sem energia;
  • Fósforo e isqueiro: dois itens indispensáveis para uma viagem segura na floresta.   

Glamping como forma de negócio

Para uma mente empreendedora, o conceito de glamping certamente desperta interesse e vislumbre por uma boa oportunidade de investimento. E ela está certíssima, este é um negócio que está em bastante expansão dentro e fora do Brasil e esse mercado que movimenta mais de US$ 2 bilhões no mundo.

Qual é a melhor solução de glamping?

Há diversas opções de soluções glamping:  cúpulas geodésicas, tendas glamping de luxo, casas nas árvores, cabanas naturais, antigos motorhomes, cabanas de madeira, entre outras. 

Não é possível escolher uma como a melhor, tudo depende da localização, público-alvo e do seu orçamento. Vale pesquisar modelos já existentes e comparar quais tem as características mais parecidas. 

Quanto custa para construir um glamping? 

O investimento para a construção de um glamping é feito de acordo com o tamanho, tipo de estadia e outras características particulares do empreendimento. Contudo, se estiver pensando em investir na área, esteja preparado para desembolsar pelo menos R$ 100.000,00. 

Como começar o planejamento do glamping? 

Abrir qualquer tipo de negócio exige muita pesquisa, planejamento e estudo de viabilidade. Mas se você ficou curioso por onde se inicia todo o processo, pode conferir a lista que fizemos de pontos para começar:

  1. O primeiro ponto parece óbvio, mas é sempre bom lembrar: um glamping é um estabelecimento em meio à natureza. Ou seja, precisa estar inserido no ecossistema da região;
  2. Depois de definir o local, o próximo passo é decidir qual solução usar e pesquisar a fundo o modelo;
  3. Feita a pesquisa, sente com o setor responsável por liberações e licenciaturas da cidade em questão e converse sobre a viabilidade do projeto;
  4. Comece a montar o seu trabalho a partir da elaboração de um planejamento de construção, que inclui, entre outras coisas: planta baixa, orçamento de obras e cronograma de obras.  Nesta etapa, caso não tenha experiência, é importante chamar um profissional para lhe orientar.

Vale a pena investir em um glamping? 

Sim. Vale a pena investir em um glamping. Atualmente as pessoas buscam cada vez mais se conectar com a natureza e ter uma vida mais tranquila. Isso reflete também no destino das viagens. A tendência é que a busca por ambientes que proporcionem essa imersão, aumente ainda mais. 

O que torna um glamping, um ótimo investimento dentro do ramo hoteleiro. Sem contar que, a construção deste tipo de empreendimento é bem mais barato que outros tipos de hotéis e pousadas. 

Então, se você é um investidor hoteleiro, vale a pena testar esta nova solução. E caso ainda não for, é uma oportunidade de ganhar lucros sem ter que investir tanto. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.