Cabanas usam técnica controversa para “desaparecerem” na floresta

O sonho de qualquer arquiteto é projetar uma cabana de madeira (ou qualquer outro tipo de refúgio) capaz de “desaparecer” ou mesclar-se completamente com a floresta. Este projeto tenta fazer o mesmo, mas utilizar um material controverso para quem busca proteger os animais da natureza.

Cabanas usam técnica controversa para _desaparecerem_ na floresta foto (8)
Imagem: Adrien Williams.

Os arquitetos da Bourgeois/Lechasseur projetaram um par de cabanas contemporâneas chamadas “Réflexion”, nas florestas de Quebec. O projeto marca a continuação de um projeto de refúgios em meio à natureza que começou com uma coleção de domos geodésicos e, depois, chalés de madeira.

Cabanas usam técnica controversa para _desaparecerem_ na floresta foto (2)
Imagem: Adrien Williams.

Estas cabanas, no entanto, tomam a forma de duas unidades idênticas construídas sobre uma faixa plana de terreno perto do maciço Petite-Rivière-Saint-François, um dos resorts mais populares da região. Em vez de enfatizar as vistas da paisagem montanhosa, a equipe adotou uma atmosfera íntima que desaparece entre as árvores.

Cabanas usam técnica controversa para _desaparecerem_ na floresta foto (6)
Imagem: Adrien Williams.

O acesso às cabanas se dá por meio de uma estrada não pavimentada que se conecta a uma rede de trilhas para caminhadas e hiking. Para garantir a privacidade, as duas cabanas estão afastadas uma da outra a uma distância de cerca de 50 metros.

Cabanas usam técnica controversa para _desaparecerem_ na floresta foto (7)
Imagem: Adrien Williams.

Com uma cabine voltada para o leste e a outra voltada para o oeste, o elemento mais marcante é uma fachada totalmente envidraçada que se confunde com o cenário da floresta. As outras três fachadas são cobertas por ripas de madeira escurecida, contribuindo para a sensação de imersão na floresta.

Cabanas usam técnica controversa para _desaparecerem_ na floresta foto (9)
Imagem: Adrien Williams.

O uso de uma fachada envidraçada é o grande ponto controverso do projeto. Afinal, esse tipo de cobertura costuma confundir os animais (principalmente pássaros) que acabam se chocando com a estrutura, sendo feridos e até mesmo mortos. O que você acha desse tipo de uso dos espelhos?

Cabanas usam técnica controversa para _desaparecerem_ na floresta foto (5)
Imagem: Adrien Williams.

As entradas ao lado de cada cabana são empurradas para dentro, interrompendo as fachadas quase sempre contínuas. O design é típico do estúdio de arquitetura, que claramente gostam de confundir as linhas exteriores e interiores.

Cabanas usam técnica controversa para _desaparecerem_ na floresta foto (4)
Imagem: Adrien Williams.

O revestimento de madeira escura usado no exterior parece percorrer o interior ao longo de todo o comprimento da área de estar, enquanto o teto de pinho usado em todas as unidades é replicado no exterior.

Cabanas usam técnica controversa para _desaparecerem_ na floresta foto (3)
Imagem: Adrien Williams.

Projetada para até seis pessoas, cada cabana possui uma aconchegante sala de estar e jantar com lareira, bem como dois quartos fechados e um luxuoso banheiro. Os hóspedes também podem desfrutar do ambiente relaxante de um spa externo.

Cabanas usam técnica controversa para _desaparecerem_ na floresta foto (13)
Imagem: Adrien Williams.

O que achou dessas cabanas de madeira luxuosas que desaparecem na mata? Conta pra gente!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *