4 casas pré-fabricadas em Portugal a partir de R$62 mil para mudar de vida

Hoje trazemos um conteúdo diferente para o nosso blog, voltado para quem gostaria de unir dois desejos: o de morar fora do Brasil e o de ter uma casa de madeira. Você já imaginou que seria possível juntar essas duas coisas? No post de hoje eu te mostro que sim, trago dicas sobre o assunto e de quebra te apresento dez casas pré-fabricadas em Portugal a partir de R$29 mil.

Vistos para Portugal

A primeira preocupação de quem quer ir para outro país é com o tipo de visto necessário para conseguir realizar esse sonho. Se seu destino é Portugal, saiba que existem algumas diferenças entre os tipos de visto que você pode obter para viver no país. 

Existem cinco diferentes tipos de visto que podem ser utilizados, o primeiro deles é a dupla cidadania portuguesa, que funciona para os filhos ou netos de um cidadão português, pessoas casadas com portugueses há mais de 3 anos ou brasileiros residentes em território português por 6 anos. 

Projetos de Casas
Projetos de Casas

O visto para estudar em Portugal é a segunda forma de ingressar no país, se você tem interesse no ótimo ensino lusitano, essa pode ser uma boa opção. Através de autorização ETIAS você pode permanecer no país por 3 meses e prolongar por até 180 dias. Além disso, uma outra forma de conseguir o mesmo visto é solicitando diretamente para realizar ensino superior no país ou intercâmbio.

Para o visto de trabalho, é necessário ter uma proposta empresarial, depois disso, é possível realizar a solicitação para 4 meses, e posteriormente renovado para uma autorização de residência que deve ser renovada. Já o visto de empreendedor, também conhecido como Gold, é para quem quer investir no país, e pode ser oferecido a quem adquira imóveis acima de 350 mil euros ou tenha um plano de negócio e investimento para apresentar.

O visto de rendas próprias funciona para pessoas que sejam aposentadas, por exemplo, para adquiri-lo, é necessário comprovar o recebimento do rendimento, bem como comprovante de residência e seguro de saúde. Ainda dentre todos esses vistos, é possível adquirir o de residência permanente, que depende do seu visto anterior para acontecer e do período que já reside no país. 

Confira este conteúdo super completo sobre visto para Portugal que encontramos em nossas pesquisas.

T1, T2, T3, T4… o que são afinal?

Sabendo disso, que tal conhecer como são as casas de madeira em Portugal? Preparamos uma lista que vai do modelo mais caro para o mais barato, e ainda traremos dicas de como adquirir a sua casa de madeira em terras lusitanas, por isso, acompanhe nosso post até o final para não perder nenhum detalhe.

Você vai perceber que os modelos das construções em Portugal vêm muitas vezes acompanhados de uma nomenclatura, que pode variar entre T0, T1, T2, T3 e assim por diante, essas nomenclaturas representam a quantidade de cômodos que a casa possui. Modelos T0 não possuem um cômodo específico para o quarto, são também chamados de estúdios. Enquanto isso, modelos T1 possuem um quarto, T2, dois quartos, e assim, respectivamente, ou seja, o número na nomenclatura indica a quantidade de dormitórios do imóvel. 

Como você já deve saber, a moeda de Portugal é o Euro, por isso, os valores apresentados aqui em reais são baseados na cotação do dia de gravação do post, por isso, podem ocorrer alterações na conversão final a depender do dia que você estiver assistindo.

4 casas de madeira a partir de R$29 mil em Portugal

Agora que você já tem tanta informação sobre o país e como identificar os modelos de casas por lá, vamos dar uma olhada nos modelos de nossa lista?

Lembrando que o Chalé de Madeira não tem nenhuma parceria comercial com os fabricantes dos modelos e nossas indicações foram baseadas nos modelos mais interessantes e com melhor custo x benefício. 

Como sempre, todos os links para as casas estarão na descrição do post para você conferir.

1. Casa modelo VAN XL com 33m². Preço de R$89.000,00

casa de madeira portugal maestro casas van xl

Prefere os formatos de casas de madeira tradicionais? Mesmo com 33m², o modelo Van XL não deixa a desejar perante o anterior, classificado como T2, ou seja, um modelo com dois quartos, ele também possui sala e cozinha conjugadas e banheiro bem centralizado no imóvel. 

A varanda em frente à casa é uma das principais características do ambiente, que ganha um charme especial por conta dela. Além disso, uma característica bem comum para países mais frios é que existem opções extra de isolamento para telhados e paredes, além de reforço nas janelas e portas, assim, com um acréscimo no valor, você consegue melhorar o ambiente de acordo com o que preferir.

saiba mais

2. Casa modelo Navarra com 32m². Preço de R$83.000,00

casa de madeira portugal maestro casas navarra

Diferente dos modelos anteriores, o modelo Navarra não possui uma varanda frontal. Esse modelo tem um design um pouco mais básico, mas ainda assim impressiona pelos detalhes, como as janelas que abrem para fora dando um ar campestre ao imóvel. 

O modelo Navarra também não fica para trás quando o assunto é cômodos, com dois dormitórios, sendo um deles o quarto de casal e o outro de solteiro, um banheiro e sala e cozinha conjugadas oferecendo uma boa área livre, ele é uma boa opção para famílias, por exemplo.

saiba mais

3. Casa modelo Gila com 32m². Preço de R$80.000,00

casa de madeira portugal maestro casas gila

Para quem ama ambientes bem iluminados, a casa modelo Gila oferece uma fachada diferenciada com grandes portas de vidro, além de uma agradável varanda que pega toda a frente da casa. Além do espaço externo, onde já chama atenção, seu espaço interno conta com sala e cozinha conjugadas, dividindo um bom espaço da casa e permitindo a inserção de uma sala de jantar entre elas, um banheiro centralizado e dois quartos, sendo um deles um pouco menor, podendo ser utilizado até mesmo como um escritório. 

saiba mais

  

4. Casa modelo ONEGA XL com 26m². Preço de R$62.000,00

casa de madeira portugal maestro casas onega xl

O modelo Onega XL possui 26m² bem distribuídos, ainda mantendo os ambientes bem estabelecidos na casa e com espaço para circulação. Com um dormitório, ele também conta com sanitário ao lado e sala e cozinha conjugadas, e apesar de não ter uma varanda, como outros modelos que vimos, conta com hall de entrada que pode ser super útil para receber visitas e dar um ar aconchegante à casa.

saiba mais

Conclusão

Ficou com vontade de se aventurar nas terras lusitanas? Saiba que além de ter uma população brasileira significativa, o país também permite compras de imóveis por estrangeiros. Para seguir com esse sonho, você precisa ficar atento à documentação necessária, que de acordo com o Estadão é a seguinte: 

  • NIF, que é o número de contribuinte português, equivalente ao CPF no Brasil;
  • Passaporte;
  • Três contracheques ou recibos de pagamento mensal;
  • Imposto de renda dos últimos 3 anos;
  • Três meses de extratos bancários: conta corrente e poupança;
  • Contrato de trabalho, carteira de trabalho assinada com declaração de trabalho;
  • Declaração de idoneidade do Serasa/SPC;
  • Inscrição na Administração Fiscal Portuguesa: necessário para obter o Número de Identificação Fiscal (NIF);
  • Certidão do Registro Predial, que é um documento que confirma e legitima o proprietário e o comprador;
  • Caderneta Predial, que determina a situação fiscal do imóvel;
  • Licença de Utilização, que é uma declaração que atesta a utilidade do bem que você pretende adquirir;
  • Ficha Técnica de Habitação, que descreve as características técnicas e funcionais do patrimônio.

Dentre esses documentos, você pode ajustar com o vendedor quais são de sua obrigatoriedade e quais são dele, mas vale à pena ficar de olho para estar preparado na hora da compra. 

Além da documentação em mãos, é importante que você saiba qual modalidade de compra funciona melhor para você, já que existem três formas de adquirir uma propriedade no país. Caso já tenha o valor total do imóvel, pode fazer o pagamento à vista, recebendo desconto de 10% no valor total. Outras duas formas de realizar essa compra são o leilão internacional ou o financiamento

Para o leilão internacional, você pode dar uma entrada de 15% do valor e então fazer um parcelamento de até 12 vezes sem juros do restante. Se optar pelo financiamento, você dá uma entrada de 30% e financiar o restante em até 30 anos com juros de 1% a 2,5% ao ano. 

Agora que você já sabe como funciona a compra de um imóvel em Portugal, pode dar uma olhada nas suas casas favoritas de nossa lista através dos links deixados na descrição do post, mas lembre-se que os valores apresentados são apenas dos kits pré-fabricados, e não consideram a montagem. Além disso, o Chalé de Madeira não tem relacionamento com as construtoras que aparecem nesse post, mesmo assim, as casas foram selecionadas à dedo para que vocês pudessem conhecer mais sobre casas de madeira em outros países. 

Gostou do nosso formato de post diferenciado? Deixe seu like, compartilhe esse conteúdo com aquele seu amigo ou familiar que está pensando em sair do país e comente por aqui seu modelo preferido e o que mais gostaria de ver nos próximos posts.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *