O que são as casas geminadas? Veja as vantagens na construção

Muitas pessoas não sabem bem qual o conceito das casas geminadas. Mas apesar do termo causar certa confusão e estranhamento, essa construção é bastante tradicional e econômica. 

Elas fazem sucesso entre as pessoas que querem economizar na construção ou querem obter uma renda extra com aluguel. Então, se você mora em uma metrópole, tenha a certeza de que, mesmo sem saber, já passou por uma residência deste tipo. 

Continue lendo este conteúdo e saiba tudo sobre casas geminadas, incluindo suas vantagens, desvantagens e custo. 

O que é casa geminada?

Casa geminada, também chamada de casa conjugada, é um tipo de construção em que duas ou mais residências compartilham a mesma parede e teto. Podendo também dividir, ou não, as divisórias internas. 

Esteticamente, é um modelo fácil de identificar: ficam no mesmo terreno e geralmente têm a mesma finalização externa. Ou seja, seguem o mesmo padrão de fachada. 

Como se fala: casa germinada ou geminada? 

Um ponto que sempre causa confusão é qual o termo certo para se referir a ela: “germinada” ou “geminada”? A escrita bastante semelhante das duas palavras é o motivo da dúvida. Mas a denominação correta é “geminada”, sem a letra “r”. 

A palavra “germinada” vem do verbo germinar, que significa brotar, crescer e desenvolver. Já “geminada” dá a ideia de gêmeos, refere-se a algo que está duplicado. Portanto, apesar de similares, têm sentidos totalmente diferentes. 

Como as casas geminadas surgiram?

A ideia das casas geminadas era proporcionar ao investidor uma forma de construir mais de um imóvel para alugar no mesmo terreno. Fazendo com que assim, dobrasse o retorno com o aluguel. 

Contudo, com o passar do tempo, elas foram se tornando mais modernas e luxuosas, passando a integrar até condomínios e tendo uma proposta totalmente diferente da inicial. 

No Brasil, a construção de casas geminadas aumentou muito nos últimos anos. Para ter uma ideia, uma análise feita no ano de 2020 diz que a procura aumentou 30% se comparada ao ano anterior. O aumento é devido a possibilidade que a planta das casas geminadas tem de ampliação.

Quais as vantagens da casa geminada? 

Confira as vantagens de investir em uma casa geminada:

Otimização do terreno

Por utilizar a mesma estrutura e telhado, é possível construir mais de uma casa no mesmo terreno sem a necessidade de se preocupar em manter distância exigida em imóveis comuns. 

Economia na manutenção

Outra vantagem em dividir a estrutura da casa com os vizinhos é a divisão dos custos com manutenção. Qualquer reparo que surgir nos pontos compartilhados, podem ser divididos entre os moradores das casas envolvidas.

Gasto menor com a construção 

Além de dividir o custo da construção, as casas geminadas geralmente compartilham a mesma rede elétrica, hidráulica e esgoto. O que também acaba reduzindo o valor da obra. 

Possibilidade de renda extra

Se você optar por construir duas ou mais casas geminadas, terá a possibilidade de lucrar com o aluguel dos imóveis disponíveis. Inclusive, é uma ótima opção para quem escolheu financiar. 

Quais as desvantagens da casa geminada?

Como em qualquer tipo de construção, é importante ficar atento a alguns pontos para evitar algumas desvantagens. Confira:

Menos iluminação natural 

Por estarem juntas, há o risco de alguma das casas ficar com menos iluminação natural. Por isso, é essencial estudar bem a posição do sol durante o dia e elaborar um projeto que não deixe nenhum dos espaços em desvantagem. 

Diminuição da ventilação

Assim como a iluminação, a ventilação também pode ser comprometida. Neste caso, além do cuidado no momento do planejamento, outra saída é apostar em janelas e portas amplas, que facilitam a passagem do ar. 

Possibilidade de ruídos

A proximidade acaba comprometendo o isolamento do som. O que pode aumentar a passagem de ruídos de um imóvel para o outro. 

Quais os tipos de casas geminadas?

As casas geminadas são construções versáteis, que permitem diversos layouts. Sendo assim, você pode ter um modelo do mais simples ao mais sofisticado.

Confira os tipos mais comuns: 

  • Casa geminada 1 quarto;
  • Casa geminada 2 quartos;
  • Casa geminada 3 quartos;
  • Casa geminada com garagem
  • Casa geminada com varanda;
  • Casa geminada 2 andares.

Qual o valor para fazer uma casa geminada?

O valor para construir uma casa geminada varia de acordo com o projeto, acabamento, mão de obra e localização. O preço médio para a construção de duas casas geminadas de 100m² é de R$ 350.000,00.

Claro que, você também pode optar por procurar casas geminadas à venda. Desta forma, é fácil de encontrar alguma dentro do seu orçamento. 

Casas geminadas na planta

Para quem quer ter mais autonomia para projetar os ambientes, as casas geminadas na planta são opções melhores do que as casas geminadas à venda. Ao optar por construir, você pode escolher cada detalhe, incluindo o acabamento, importantíssimo para não cair nas desvantagens que comentamos. 

Confira algumas opções de casas geminadas na planta: 

Casas geminadas simples

Casas geminadas simples

As casas geminadas simples são ótimas alternativas para quem quer construir sem gastar muito. Elas geralmente tem o essencial para que uma família viva confortavelmente e ambientes otimizados. 

Este exemplo de planta-baixa mostra duas residências idênticas, que compartilham a mesma parede divisória e telhado.  O interessante é que mesmo em um terreno estreito, foi possível erguer as duas lado a lado, aproveitando o espaço de forma estratégica. 

Casas geminadas modernas

Casas geminadas modernas

As casas geminadas modernas têm conceitos interessantes para se inspirar. Nesta planta-baixa, a proposta é promover mais privacidade aos moradores de ambas as casas. Perceba que, diferentemente dos outros modelos, a parede divisória é só parcialmente compartilhada. 

A parte da divisória que é utilizada por ambas fica localizada na sala e cozinha, que são cômodos sociais e não exigem tanta privacidade. Já os quartos, ficam no lado oposto da construção, o que dá um ambiente muito mais privativo aos moradores. 

Este projeto é um exemplo interessante de como o planejamento garante mais qualidade de vida a todos. 

Casas geminadas térreas

Casas geminadas térreas

As casas geminadas térreas não são necessariamente construções simples. Elas podem ser modernas e luxuosas, basta seguir as inspirações certas para o seu projeto. Neste exemplo, ambos os imóveis têm amplas áreas de convívio dentro e fora.

A estratégia para proporcionar mais privacidade aos moradores é a mesma: nas paredes divisórias planejar os espaços compartilhados. Deixando assim, os cantos mais isolados para os dormitórios. 

A partir desta inspiração, podemos pegar outra dica interessante: terrenos compridos são ótimas opções para este tipo de imóvel. Isso porque, ele será dividido ao meio e com a construção. Sendo assim, quanto mais comprido for, mais espaço para adicionar elementos como, um jardim, você terá. 

Casas geminadas duplex

Casas geminadas duplex

Já para quem não tem um terreno muito comprido, outra opção para otimizar o espaço e não abrir mão de ter um jardim, é a casa geminada duplex. Ela tem a mesma essência de um sobrado e permite que você tenha o dobro de tamanho para trabalhar. 

Neste exemplo, trouxemos a visão de apenas uma das casas geminadas duplex para facilitar o entendimento, mas o conceito é o mesmo para a segunda e demais. Perceba que, com esse modelo, você tem muito mais espaço e pode dividir melhor os cômodos comuns dos privativos. 

Lei sobre barulho em casas geminadas

Como comentamos, um dos pontos de atenção neste modelo de casa é a possibilidade de ouvir mais ruídos dos vizinhos. Algumas soluções ajudam a não ter esse problema, como:

  • Utilizar materiais mais grossos ou duplos nas paredes divisórias: quanto mais grosso e de mais qualidade for o material usado nas partes compartilhadas casas, menos haverá a passagem de som. Portanto, não economize nesta parte da construção, se necessário, invista em paredes duplas;
  • Organize os cômodos de forma inteligente: a dica de posicionar os cômodos compartilhados nas paredes divididas, evita inconvenientes. Já que, o horário em que os barulhos mais incomodam é durante a noite, momento em que você estará no quarto, do outro lado da casa;
  • Planeje bem a planta-baixa: o planejamento é chave para não se arrepender. No momento em que estiver desenhando a planta-baixa, tente pensar em todos os cenários possíveis e distribua os lugares de acordo com o que foi levantado. 

Mas se mesmo assim, você tiver alguma situação em que o barulho incomode, confira o que diz a lei sobre barulho em casas geminadas: 

Não existe Lei do Silêncio específica para nenhum tipo de construção, contudo, a legislação dá alguns embasamentos. Por exemplo, o Artigo 1277 do Código Civil Brasileiro, que diz que “o proprietário ou o possuidor de um prédio tem o direito de fazer cessar as interferências prejudiciais à segurança, ao sossego e à saúde dos que o habitam, provocadas pela utilização de propriedade vizinha”.

Também não existe um horário determinado desrespeitoso para a produção de ruídos, geralmente cada município tem a sua determinação. O que pode ser constatado é que, barulhos após às 22h são prejudiciais à saúde.

Portanto, a melhor forma de prevenir inconvenientes, é criar  um Regimento Interno entre os moradores. Nele, você pode especificar estes tipos de questões e acordar, junto com os outros moradores, a melhor maneira de lidar com isso. Assim, todos vivem em harmonia e os ruídos deixam de ser um problema. 

Principais dúvidas sobre casas geminadas

Confira as respostas das principais dúvidas sobre casas geminadas:

Como é morar em uma casa geminada?

Como em qualquer outra residência, existem pontos positivos e negativos de se morar em uma casa geminada. Entre os  prós, podemos destacar a segurança por ter pessoas morando próximo, o preço baixo e a economia com manutenção, tendo em vista que muitos consertos podem ser compartilhados com os vizinhos.

Se eu quiser construir uma casa geminada, preciso de aprovação?

Sim. Qualquer tipo de construção precisa de aprovação. Então, antes de começar a planejar a planta-baixa da sua casa, confira o zoneamento da área, pois ali você terá informações do que pode ou não fazer naquela região.

O mapa de zonamento da sua cidade normalmente pode ser encontrado no site da prefeitura de cada localidade.

Preciso de autorização para ampliar uma casa geminada? 

Sim. Qualquer tipo de obra que modifique a estrutura da casa precisa ser adicionada à planta-baixa da construção. 

Além disso, é importante contar com a opinião de um profissional capacitado afim de assegurar ques modificação não comprometa a estrutura e nem cause riscos à segurança do morador.

O que é parede de geminação?

A parede de geminação é justamente aquela que é compartilhada pelas duas casas. Ou seja, a que faz a divisão de uma e de outra. 

Como ter mais privacidade em uma casa geminada?

Se você alugou ou comprou uma casa geminada e acha que necessita de mais privacidade, uma das soluções que alguns moradores utilizam é investir em isolamento acústico para isolar sons internos.

É permitido fazer modificações na fachada da casa geminada?

Não. Não é possível fazer modificações na fachada da casa geminada. Neste tipo de construção a fachada precisa ser padronizada em todas as casas. Geralmente, quando algum morador quer fazer alguma modificação, o indicado é conversar com todos os outros para entender e aprovar a alteração. Uma forma de deixar a entrada com sua personalidade sem alterar a arquitetura é investir em um belo paisagismo ou simples acabamentos.

Como fazer o registro da casa geminada?

O registro da casa geminada pode ser feito de forma rápida e prática no cartório.

No momento de fazer a regularização junto ao cartório de imóveis, é necessário informar que o imóvel é um pequeno condomínio, onde há a possibilidade da existência de duas ou mais casas. Ou, outra maneira é dividi-lo em  lote e torná-lo em mais de uma matrícula.

É importante ter essa atenção para evitar problemas futuros, é necessário indicar o que é área comum e o que faz parte da área privada para que haja clareza sobre qual parte pertence a cada proprietário.

Importante: Na hora de registar é preciso ter a atenção de indicar o que é área comum e o que faz parte da área privada para que todos tenham clareza sobre qual parte pertence a cada proprietário. Evitando assim, conflitos. 

Qual é a sua avaliação?

Clique nas estrelas

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Nenhuma avaliação até agora! Seja o primeiro a avaliar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *