guarda-corpo de madeira

Guarda-corpo de madeira: preços, modelos e normas de uso do CBM

Alguns elementos na construção, como o guarda-corpo de madeira, às vezes podem passar quase despercebidos. Porém, eles também precisam de alguma deliberação, especialmente para manter a coesão e o uso otimizado de materiais no sistema construtivo das casas de madeira.

O guarda-corpo de madeira, também conhecido como parapeito de madeira ou balaustrada de madeira, é um item mandatório de segurança nas casas. Além de cumprir esse papel, ele também tem grande influência na decoração e no aspecto estético final da construção, especialmente quando elas são de madeira.

Neste post, vamos nos nos aprofundar mais nos modelos e aplicações dos guarda-corpos de madeira, entender as regras de uso de acordo com o Corpo de Bombeiros Militar (CBM) estadual e também conferir o preço médio desse item tão importante na construção. Vamos começar?

O que é um guarda-corpo de madeira?

Um guarda-corpo de madeira é um tipo de proteção corporal a meia altura e que pode ser empregado em diversos ambientes e locais do imóvel. Sua função é proteger, ou “guardar o corpo”, pessoas e animais que utilizam espaços que podem conter mudanças drásticas de níveis ou possibilidade de queda.

Os guarda-corpos geralmente são utilizados para resguardar escadas, balcões, terraços, mezaninos, varandas, sacadas, corredores e até mesmo porções do ambiente onde existe um desnível de piso muito grande ou que não pode ser visualizado facilmente.

Formado essencialmente por postes, corrimãos e gradis, o guarda-corpos de madeira pode apresentar diversas combinações de materiais e acabamentos. Isso influenciará diretamente na decoração do ambiente, na durabilidade e no local de aplicação do parapeito (como sua longevidade em áreas externas e internas).

Quanto custa um guarda-corpo de madeira?

O preço médio de um guarda-corpo de madeira é cerca de R$250 por metro. Como de praxe, dependendo dos materiais escolhidos e do tipo de acabamento desejado, o preço do metro pode aumentar ou diminuir. Acabamentos que envolvem vidro e madeira talhadas artesanalmente, costumam ser mais caros.

Já os guarda-copos feitos apenas de madeira simples e com perfis pré-fabricados (como as traves e os corrimões) são mais baratos para construir e manter. Guarda-corpos de madeira e ferro têm um preço mediano, não chegando a custar tanto quanto os artesanais ou com vidro, mas nem tão baratos quanto os que utilizam apenas madeira.

4 aplicações e modelos de guarda-corpos de madeira

Os guarda-corpos de madeira trazem muito charme e segurança para o imóvel, mas cada modelo costuma ter uma aplicação diferente e os materiais utilizados influenciarão na longevidade do item. Conheça alguns dos principais modelos de guarda-corpos e suas aplicações no imóvel:

1. Guarda-corpo de madeira exterior

Talvez o guarda-corpo mais comum de ser encontrado, esse tipo de guarda-corpo de madeira para varandas, terraços, sacadas e outras áreas externas fornece a proteção necessária sem perder o charme e o estilo. Esse tipo de guarda-corpo já costuma vir incorporado no projeto quando se trata de casas de madeira pré-fabricadas.

No entanto, nada impede de usar a criatividade e com madeira talhada e padrões únicos que farão sua casa chamar a atenção pela artesania e atenção aos detalhes. A madeira também precisa receber o tratamento adequado e ser resistente o suficiente para suportar as intempéries do clima.

Tipos de madeira recomendadas
  • Eucalipto;
  • Peroba-rosa;
  • Ipê;
  • Cedro;
  • Cumaru;
  • Cedrinho;
  • Pinus autoclavado.
Manutenções recomendadas
  • Aplicação de seladora, verniz ou tratamento equivalente periodicamente a partir do aparecimento de desgaste na superfície do guarda-corpo.

2. Guarda-corpo de madeira para escadas e mezaninos (interior)

Também é possível encontrar guarda-corpos de madeira no interior do imóvel, especialmente para resguardar mezaninos e escadas. No ambiente interno é preciso seguir a mesma linha estética dos demais acabamentos da casa de madeira por dentro, para garantir coesão na decoração do imóvel (casas rústicas, chalés ultra-modernos e até casas de concreto devem seguir uma linha de cores e padrões harmoniosos).

No interior do imóvel o guarda-corpo de madeira estará protegido dos elementos, mas mesmo assim recomenda-se a utilização de madeiras nobres nesse ambiente da casa já que elas deixam um acabamento de alto padrão, valorizando ainda mais seu imóvel.

Tipos de madeira recomendadas
  • Peroba-rosa;
  • Ipê;
  • Cedro;
  • Cumaru;
  • Cedrinho.
Manutenções recomendadas
  • Aplicação de seladora, verniz ou tratamento equivalente periodicamente a partir do aparecimento de desgaste na superfície do guarda-corpo;
  • Nos ambientes internos também pode ser necessária a aplicação periódica de tinta para combinar com o acabamento do restante do imóvel.

3. Guarda-corpo de madeira e vidro

Os guarda-corpos de madeira e vidro dão um ar premium ao imóvel, especialmente quando combinados com as já elegantes casas de madeira e vidro ou imóveis de alto padrão, com grandes janelas e vistas panorâmicas. Aqui, além da decoração e segurança, o guarda-corpo também tem a função de não interromper a visão entre os ambientes.

É preciso utilizar um vidro especialmente dimensionado para ser utilizado em parapeitos nesse tipo de estrutura, para garantir a segurança e resistência do guarda-corpos. A Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), em sua norma NBR 14.718, recomenda a utilização de vidros laminados.

A espessura do vidro utilizado no guarda-corpo vai depender de 5 fatores:

  • quantidade de apoios;
  • tamanho da peça (largura x altura);
  • local de instalação (para considerar a pressão do vento);
  • peso da própria peça (considerando o ângulo de inclinação do vidro);
  • esforços durante uso, limpeza e manutenção.

Somente considerando esses fatores é possível calcular a espessura necessária para o vidro do guarda-corpo. É possível fazer uma estimativa da espessura com esta calculadora online. Quanto mais espesso e maior for a chapa de vidro necessária para o parapeito, maior será o custo.

Tipos de madeira recomendadas
  • Peroba-rosa;
  • Ipê;
  • Cedro;
  • Cumaru;
  • Cedrinho.
Manutenções recomendadas
  • Limpeza da superfície de vidro;
  • Aperto das junções entre vidro e madeira (se necessário);
  • Hidratação, invernização ou selamento periódico das partes de madeira.

4. Guarda-corpo de madeira e ferro

Os guarda-corpos de madeira e ferro são uma boa opção para quem busca um parapeito mais sofisticado, mas sem precisar gastar tanto como nos guarda-corpos de madeira e vidro. O ferro apresenta um bom contraste com a madeira e pode ser forjado/fundido em diversos formatos, geralmente utilizados no gradil.

Um guarda-corpo de madeira e ferro pode ser utilizado tanto em ambientes internos quanto externos, somente se atentando ao fato de que o ferro pode apresentar oxidação e corrosão com facilidade, especialmente quando em contato direto com os elementos como a chuva e o vento.

Tipos de madeira recomendadas
  • Eucalipto;
  • Peroba-rosa;
  • Ipê;
  • Cedro;
  • Cumaru;
  • Cedrinho;
  • Pinus autoclavado.
Manutenções recomendadas
  • Repintura das superfícies de ferro com preparação (fundo primer) e tinta resistente à água quando aparecerem os primeiros sinais de desgaste;
  • Quando o ferro começar a apresentar os primeiros sinais de oxidação e corrosão, aplicar removedor de ferrugem, lixar, limpar e fazer a repintura;
  • Quando o ferro já estiver em um estado de decomposição alto, especialmente nas partes onde faz contato com a madeira, realizar a substituição da peça;
  • Nas superfícies de madeira aplicar verniz e seladora periodicamente, conforme a necessidade.

Normas de uso dos guarda-corpos

Quando se trata de construir um guarda-corpos, não basta apenas escolher o modelo e os materiais ideias, é preciso seguir algumas regras de segurança básicas estipuladas pelas agências reguladoras e fiscalizadas por instituições competentes como o Corpo de Bombeiros Militar (CBM).

Como já dissemos acima, a norma que regulamenta a construção dos guarda-corpos tanto em construções públicas quando privadas é a NBR 14.718. Ela estipula uma altura mínima para o guarda-corpo de madeira de 1,10 metros (110 cm), com espaçamento máximo dos perfis do gradil de 11 cm (110 mm).

Ainda que não esteja nas normas da ABNT, também é recomendado a utilização de grades protetoras como telas e redinhas para quem possui animais de estimação ou crianças muito pequenas em casa.

As regras apresentadas acima são os direcionamentos gerais da ABNT, mas pode ser que seu município ou estado tenha exigências maiores em relação ao padrão dos guarda-corpos. Portanto, consulte um engenheiro ou o Corpo de Bombeiros da sua localidade para obter as informações sobre a legislação da sua região.

A sua construção terá guarda-corpos?

Como você viu, os guarda-corpos de madeira são itens de segurança essenciais em alguns imóveis e que também agregam na decoração e na estética geral do ambiente. Por isso, escolher o guarda-corpos de seguindo as melhores recomendações trará bons resultados para o seu lar.

Ficou com alguma dúvida sobre os guarda-corpos de madeira? Deixe aqui nos comentários!

2 thoughts on “Guarda-corpo de madeira: preços, modelos e normas de uso do CBM

  1. gostaria de saber qual a madeira apropriada para um guarda-corpo para um terraço externo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *