Chalé de 1960 passa por revitalização e ganha popularidade na internet

Já mostramos aqui no blog como um chalé reformado por ganhar uma nova vida, independentemente do estado ou do ano em que foi construído. Casas ou chalés de madeira podem durar muito tempo, inclusive a casa de madeira mais antiga do mundo já tem 900 anos! Então dê uma olhada na história deste chalé:

Construído em 1960 como uma casa de praia na Ilha do Fogo (Fire Island), em Nova York, esse chalé clássico foi deixado para apodrecer. Quando os arquitetos da Bromley Caldari receberam a tarefa de revitalizar a localização, havia o caminho fácil que era demolir e começar do zero ou o mais difícil: preservar a estrutura original.

Como você já pode imaginar eles optaram pelo segundo e podemos dizer que valeu a pena. O chalé tinha uma herança histórica e arquitetônica muito grande e perdê-la não seria nada legal. O estilo da construção foi fortemente influenciado pelo legado arquitetônico da ilha, com influencias dos grandes arquitetos Horace Gifford e Andrew Geller.

Para a revitalização, os arquitetos puderam aproveitar das regulamentações menos restritivas da ilha em comparação com Nova York e puderam realizar grandes intervenções no chalé sem alterar sua característica e visual original. A mais proeminente delas são as grandes janelas frontais e laterais.

A fachada de vidro dá um ar contemporâneo ao chalé e elimina grande parte dos problemas de iluminação e circulação de ar comuns nos chalés suíços mais antigos. Além disso, as grandes janelas laterais usadas como um tipo de telha ajudam a iluminar ainda mais o interior em todos os ambientes (esse chalé tem 3 pisos!).

O telhado do chalé e sua estrutura principal não precisou ser alterado, passando apenas pelas manutenções necessárias para evitar problemas estruturais e de segurança como o reforço da fundação. O chalé também ganhou uma piscina bem de frente para o mar.

O interior foi completamente renovado e paredes internas foram removidas para criar um conceito aberto, facilitando a circulação pelos ambientes, melhorando a entrada de luz e ar e no geral dando uma sensação de amplitude do espaço ainda maior.

Com o pé direito quase da altura total do chalé na parte frontal, o espaço interno e a janela panorâmica ganham destaque e formam o espaço ideal para apreciar o pôr-do-sol sem precisar deixar o conforto e aconchego do interior do imóvel.

O que você achou desse chalé totalmente revitalizado? Conta pra gente!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *