cabana de papel white arkitekter foto 6

Cabana construída com papel desafia o convencional

Adotar novos materiais e técnicas construtivas é o que traz desenvolvimento e inovação ao mercado de construção civil. A pré-fabricação é prova disso e incorpora diferentes materiais em seus projetos. No entanto, uma equipe de arquitetos resolveu ir além e desenvolveu uma mini-cabana construída somente com papel.

O projeto é fruto do trabalho do estúdio de arquitetura White Arkitekter e recebeu o nome de “Cabana camaleônica” já que recebeu cores e padrões diferentes nos papéis utilizados no projeto, fazendo com que a cabana tenha um visual diferente de cada ângulo que se a observe.

O objetivo dos arquitetos era dar importância extra a um material tão comum e trivial quanto o papel, mostrando suas possibilidades para além dos rascunhos e anotações. As proporções diminutas da cabana de papel fazem com que ela não precise de nenhum tipo de aprovação para construção, além de facilitar a montagem.

Com um peso total da estrutura de apenas 100 kg (em comparação, uma casa de madeira pequena pode pesar até 5 toneladas), a cabana é composta por 95 módulos dobráveis de papel. O papel utilizado não é um tipo comum, sendo um material reforçado e resistente a água — semelhante ao material utilizado nas carteiras da dobra.

Por mais que a ideia seja radical e chame a atenção, o projeto foi desenvolvido para analisar a resistência e durabilidade do material na vida real, além de entender a receptividade do público em relação a um material construtivo tão heterodoxo. Ele não está disponível para venda e não há planos de comercialização.

O que você achou dessa cabana de papel? Viveria em uma assim? Conta pra gente nos comentários!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *