brise de madeira

Brise de madeira: tipos, madeiras indicadas e cuidados necessários

Os projetos arquitetônicos modernos alinham cada vez mais a praticidade com uma estética agradável e que converse com o local. E um dos itens que cumpre bem estes dois papéis é o brise de madeira. Além de contar com a beleza e todas as possibilidades da madeira, que está muito em alta, ajuda a proteger o imóvel. Continue lendo este conteúdo e saiba o que é um brise de madeira, os tipos e quais cuidados ter. 

O que é um brise de madeira?

Brise de madeira é um elemento arquitetônico composto por lâminas de madeira que pode ser instalado tanto na fachada, quanto no interior do imóvel. Ele é bastante utilizado em prédios comerciais, mas é cada vez mais visto em projetos de edifícios residenciais e casas. 

Também conhecido como brise-soleil, do francês “quebra sol”, tem como principal função diminuir a incidência de raios solares dentro da edificação. O que, consequentemente, auxilia para manter o conforto térmico no local. 

Outra das suas finalidades é proporcionar mais privacidade, já que suas peças dificultam a visibilidade de fora para dentro do imóvel. Ele também pode ser aplicado no interior de um imóvel, servindo como divisória.

Brise de madeira interno e externo

O brise de madeira é um peça arquitetônica bastante versátil. Ela pode pode ser vista tanto na parte interna, quanto na externa. Entenda melhor as peculiaridades de cada aplicação:

Brise de madeira em ambientes internos

Multifuncional, o brise de madeira em ambientes internos geralmente é usado para dividir ou quebrar cômodos. Ele dá mais privacidade a uma determinada área ou divide espaços, como por exemplo, a sala de estar da sala de jantar. Mas também pode ser colocado nas janelas e aberturas, a fim de desempenhar o mesmo papel do externo, ou seja, diminuir a incidência solar. 

Brise de madeira em ambientes externos

Como comentamos, o brise de madeira externo é aplicado nas vidraças, na parte de fora, para dificultar a entrada do sol e dar mais privacidade ao ambiente. Ele está presente tanto em projetos comerciais, como residenciais. 

Vantagens do brise de madeira

Além das funcionalidades que comentamos no tópico anterior, o brise de madeira possui outras vantagens, confira:

  • Diminui a temperatura em ambientes quentes;
  • Aumenta a temperatura em cômodos  frios;
  • Reduz gastos com a iluminação e ar condicionado;
  • Deixa a arquitetura mais elegante e bonita.

Quais são os tipos de brise de madeira?

Existem basicamente dois tipos de brise de madeira: o horizontal e o vertical. Ambos podem ser fixos ou móveis, depende de como forem planejados. Entenda mais sobre cada um dos tipos:

Brise de madeira vertical 

O brise de madeira vertical tem suas lâminas colocadas na vertical, ou seja, em pé. Na parte externa, este tipo de brise é indicado para as fachadas posicionadas a leste e oeste que recebem, respectivamente, o sol da manhã e o da tarde. 

Brise de madeira horizontal

Já o brise de madeira horizontal tem as suas lâminas postas deitadas. Externamente, este tipo é recomendado para  as fachadas norte, que recebem sol durante todo o dia. 

Outro ponto interesse na colocação do brise externo de acordo com a posição é que fachadas voltadas para o sul geralmente não precisam de brise, pois recebem bem menos raios solares. 

Brise de madeira móvel ou fixo, qual o mais indicado?

Os brises de madeira são encontrados em dois formatos: móvel e fixo. 

O fixo, como o próprio nome diz, é fixado à fachada, ou caso esteja compondo o projeto interno, é preso à parede. É a melhor opção para prédios comerciais, que tem muitas pessoas, assim, evita que sua posição seja alterada constantemente.

Já o brise de madeira móvel permite que sua posição seja alternada conforme a posição do sol. Sendo assim, uma ótima alternativa para os imóveis residenciais. Os tipos de brise de madeira móveis são:

  • Brise pantográfico: esteticamente bastante semelhante a uma janela, o brise pantográfico permite a abertura total dos vãos.
  • Brise de correr: o brise de correr possui lâminas de correr que oferecem apenas uma abertura parcial. 
  • Brise articulado: funcionalmente semelhante a uma cortina persiana, permite a abertura no ângulo desejado. 

Qual a madeira mais indicada para o brise?

Por ser um elemento que tem como principal função proteger o interior dos raios solares, tanto interna, quanto externamente, mesmo que em níveis diferentes, estará exposto ao tempo e sofrerá desgaste. Portanto, a madeira para a construção do brise dependerá muito de onde ele ficará. Veja quais as madeiras mais indicadas para brises externos e internos:

Madeiras indicadas para o brise externo

O brise externo sofrerá bastante com o calor e a chuva. Por isso, na hora de escolher a madeira é melhor escolher espécies mais resistentes e duráveis, como  o Jatobá, Freijó, Garapeira ou o Cumaru. Mesmo sendo as mais indicadas para áreas externas, elas precisam ser devidamente tratadas e receber a manutenção adequada. Então, recomenda-se sempre conversar com o fabricante e com o profissional responsável pela execução do projeto, a fim de entender qual a mais indicada para as suas necessidades.  

Madeiras indicadas para o brise interno

Para a construção do brise interno, além das opções de espécies dadas para o exterior, como a exposição solar não vai ser tão intensa, podem ser utilizadas madeiras, como o Eucalipto, Ipê e Peroba-rosa.

Com tantas opções internas, a dica é escolher qual tonalidade combina mais com o projeto. Veja as características de cada uma:

Brise de Jatobá

A coloração da espécie Jatobá vai do vermelho-alaranjado ao marrom-avermelhado e essas tonalidades são capazes de transmitir mais aconchego e acolhimento ao espaço.

Brise de Freijó 

Madeira de acabamento lustroso, a Freijó  proporciona mais elegância e sofisticação ao projeto.

Brise de Garapeira

A Garapeira inicialmente possui uma tonalidade clara, mas que vai escurecendo ao longo dos anos. Sua utilização é sempre muito bem-vinda em projetos arquitetônicos que tenham um estilo clean. 

Brise de Cumaru

Uma peculiaridade da madeira Curaru é ser considerada a mais dura e resistente. Sua tonalidade vai do  castanho claro amarelado ao castanho avermelhado e é indicada para decorações rústicas.

Brise de Eucalipto

A tonalidade clara da madeira de Eucalipto torna o ambiente mais delicado e convidativo.

Brise de Ipê

A cor parda-acastanhada com tons esverdeados do Ipê combina perfeitamente com um ambiente clássico e elegante.

Brise de Peroba-rosa

O tom levemente amarelado da espécie Peroba-rosa, conversam bem com decorações que incluem outros materiais, como por exemplo, metal

Quais os cuidados necessários para a conservação de um brise de madeira?

Para conservar a boa aparência e manter a funcionalidade do brise madeira é importante ter alguns cuidados. Aprenda a como deixá-lo sempre impecável com atitudes simples:

1. Faça manutenção do brise periodicamente

A manutenção do brise de madeira consiste especialmente na limpeza, lixamento e pintura da sua superfície. Isto porque, por mais que a madeira utilizada tenha sido previamente tratada e preparada para aquela função, ainda sim sofrerá com a temperatura, os raios solares e a chuva. Além disso, a poluição atmosférica também colabora para o acúmulo de sujeira. 

A limpeza do brise de madeira, passo 1, do nosso passo a passo de manutenção, é indicada a cada 15 dias. Já o lixamento e a pintura, podem ser feitos somente 1 vez ao ano ou a cada 6 meses, dependendo da agressividade do ambiente. Confira o passo a passo para a manutenção completa do brise de madeira:

Materiais necessários:

  • 1 lixa grossa;
  • 2 panos;
  • água;
  • detergente neutro;
  • pincel de pintura;
  • verniz.

Passo 1: limpe a sujeira superficial

O acúmulo da poeira do dia-a-dia pode ser facilmente removida com um pano úmido. Para isso, prepare uma solução com água e detergente neutro, umedeça o pano, mas não é necessário deixá-lo encharcado, e passe em todas as lâminas do brise. Tenha um cuidado especial com os cantos e frestas. Caso o brise seja móvel, articule-o de um jeito que facilite a limpeza. Feito isso, se estiver com pressa, finalize passando o pano seco, senão, deixe-o secar naturalmente e siga o próximo passo. 

Passo 2: lixe a madeira

Apesar da limpeza com o pano umido ser eficiente na eliminação da poeira e sujeiras do cotidiano, ela não é o suficiente para manter a beleza e conservar a funcionalidade do brise. Por isso, é indicado lixar toda a madeira e retirar qualquer impureza da superfície. Para executar esse passo, use uma lixa grossa. Lixe todas as lâminas, sempre no mesmo sentido. Faça esse processo até perceber que as manchas e sujeiras foram removidas por completo.

Passo 3: remova a poeira

Após lixar, remova novamente a poeira. Desta vez, apenas um pano umedecido com água é o suficiente. Certifique-se que todas as frestas e dobras estão limpas, isso é essencial para o próximo passo. Depois de limpo, deixe a madeira secar bem. 

Passo 4: aplique o verniz na madeira

Com o processo de lixamento, o verniz velho foi removido. Então, com o auxílio de um pincel, aplique o verniz da tonalidade que desejar. Aplique a primeira mão, sempre tendo atenção especial com as frestas e brechas. Espere secar e passe a segunda mão de tinta. 

2. Não utilize produtos que agridam a madeira

Como explicamos no tópico anterior, uma solução com água e detergente neutro é o suficiente para remover a sujeira, qualquer outra imperfeição que não possa ser removida com ela, necessita da remoção pelo lixamento. Portanto, não utilize produtos de limpeza químicos, isso agride e compromete a madeira. 

3. Evite movimentar as palhetas

Caso o brise de madeira seja móvel, evite movimentar as palhetas sem necessidade. Apesar de ter sido planejado para essa função, o movimento excessivo pode provocar desgaste e mal funcionamento no equipamento. Assim, você prolonga a vida útil do seu item. 

Modelos de brise de madeira para se inspirar

Funcional e decorativo, o brise de madeira é um elemento arquitetônico que vale a pena ser incluído no projeto, seja para impedir o sol ou apenas decorar. Veja alguns modelos de aplicação de brise em áreas internas e externas para se inspirar: 

Modelo 1: brise de madeira interno na janela

Neste primeiro modelo, o brise de madeira é utilizado na parte interna do imóvel, mas tendo a mesma  funcionalidade do externo: diminuir a incidência de raios solares e dar privacidade. Este é um modelo com lâminas móveis, o que permite mais flexibilidade e comodidade. 

Como a madeira utilizada é um tom claro, ela dá um ar mais clean e aconchegante ao ambiente. 

Modelo 2: brise de madeira interno como divisória

Já neste outro modelo, o brise de madeira interno é utilizado como divisória, ou seja, para separar dois ambientes: a sala de jantar e a cozinha. Mas apesar da divisão visual, é possível manter os espaços integrados. 

Já a tonalidade um pouco mais amarelada da madeira, torna o cômodo moderno e versátil, conversamos muito bem com decorações mais minimalistas. 

Modelo 3: brise de madeira externo na parte superior

Neste exemplo de brise de madeira externo em uma casa, é possível entender como ele desempenha bem suas funções.  Aqui ele  foi inserido em frente a duas grandes janelas de vidro nos quartos, mas caso a abertura fosse na sala, o modelo também serviria perfeitamente. 

A arquitetura da casa, principalmente seus traços retos no telhado, somados ao brise de madeira neste tom, dão um ar moderno ao imóvel. 

Modelo 4: brise de madeira externo em toda a parede

Este outro, também com janelas de vidro, porém e toda a extensão e na parte inferior, apresenta uma sutil diferença se comparado ao modelo anterior. Apesar de ter as mesmas funções, ele dá a impressão de aquecimento no cômodo. Ou seja, por estar situado na linha do olhar e pelas luzes do interior serem mais amareladas, ele causa a sensação de aconchego e deixa a arquitetura mais clean.

Modelo 5: brise de madeira externo pantográfico

Neste último modelo há um exemplo de brise de madeira externo pantográfico. Ele é bastante utilizado em dormitórios, pois é um dos tipos que melhor possibilita a circulação do ar e quando aberto possibilita uma vista total e com incidência solar completa. 

Neste caso, a tonalidade mais escura e o formato escolhido proporcionam um estilo mais clássico, alinhado à decoração rústica. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *