tipos de forro

Os 4 principais tipos de forro e as suas indicações para diversas moradias

construa seu próprio chalé de madeira
.

Não há como negar: uma grande parte da estética de uma obra está diretamente ligada ao seu acabamento. Uma vez bem escolhidos, a pintura e o revestimento conseguem transmitir toda a essência e personalidade dos moradores. E um detalhe importante que também deve ser analisado nesta etapa, diz respeito aos tipos de forro. 

Igualmente relevante, esse material serve não somente para deixar o espaço mais belo, escondendo os dutos e vigas, como também, para garantir alguns benefícios aos indivíduos. Esse é o caso do isolamento acústico e térmico. Ou seja, são inúmeras funções oferecidas, exigindo o máximo de cuidado e atenção no decorrer do projeto

E o primeiro passo, é entender quais são os tipos de forro mais utilizados, as suas vantagens, desvantagens e indicações. É por isso que estamos aqui. Neste post, te deixamos por dentro do assunto e guiamos para que a escolha seja impecável. Acompanhe!

1. Tipos de forro: PVC

tipos de forro pvc

O forro de PVC é um dos mais duráveis, baratos e resistentes à água. Porém, é o menos bonito no final. Imagem: Mimura.

Entre os principais tipos de forro que existem, vamos começar pelos modelos de PVC. Nos últimos tempos, esse material vem sendo muito aplicado nos mais variados projetos arquitetônicos, seja por conta de sua praticidade na instalação, ou também, devido à durabilidade. 

Para instalar um forro de PVC, é preciso encaixar cada uma das placas no local. A parte boa, é que essa opção dispensa a necessidade de pintura, uma vez que já possui um acabamento liso e homogêneo. Entretanto, vale destacar que o fator estético não é seu ponto forte, o que leva algumas pessoas a preferirem outras versões mais rebuscadas de forro. 

Mas, obviamente, existem outras questões positivas e que valem a pena serem destacadas aqui. Esse é o caso da vida útil do PVC — que pode ultrapassar 40 anos!

A versão também apresenta uma excelente resistência à umidade, o que facilita a manutenção e limpeza no dia a dia. Diante disso, algumas pessoas optam por instalar o material em áreas tradicionalmente úmidas, tal qual as lavanderias e banheiros.

Já se quiser investir nessa opção e, ao mesmo tempo, ter um bom isolamento térmico e acústico no espaço, indicamos o uso de uma lã mineral — que deverá ser posicionada entre o telhado e o próprio forro. 

Atenção: lembre-se que essa modalidade é sensível às altas temperaturas. Logo, não é uma boa saída para uma varada gourmet ou cozinha, por exemplo.

2. Tipos de forro: madeira

tipos de forro de madeira

O forro de madeira é o clássico e pode ser um dos mais bonitos, dependendo da madeira utilizada. Imagem: Esteio.

Em seguida, vem o forro de madeira. Clássico e atemporal, esse acabamento permite que a sua instalação possa ser feita de inúmeras formas, como é o caso das tábuas Lambri (lâminas), que são devidamente fixadas nas vigas da construção. 

Essa alternativa é bastante indicada caso você esteja construindo uma casa ou chalé de madeira, uma vez que terá mais facilidade para concluir a obra e conseguirá conquistar uma estética bem harmônica. 

Considerada nobre, a madeira costuma apresentar um valor mais alto do que os demais tipos de forro. Contudo, todo o investimento vale a pena, já que você conseguirá ter uma excelente sensação de acolhimento e clima intimista no local. 

E mais: essa versão é excelente para os indivíduos que se identificam com o estilo de decoração rústico, tradicional ou escandinavo, como o nosso Mini-Chalé DIY.

Entre as suas vantagens mais notórias, destacamos, sem dúvida, a estética. Em paralelo, também não podemos esquecer que a madeira pode ser instalada em inúmeros projetos e, inclusive, fica muito bem quando utilizada tanto em áreas internas, quanto externas. 

Um cuidado necessário

Para garantir mais durabilidade, porém, é indicado que o material passe por um tratamento especial que irá impedir a sua deterioração ou o surgimento de pragas com o tempo, como o temido cupim.

3. Tipos de forro: gesso

O forro de gesso também tem um acabamento incrível, mas baixíssima resistência à agua. Imagem: Pinterest.

De todos os tipos de forro, podemos afirmar que as versões em gesso são as mais utilizadas entre os brasileiros — principalmente, quando o projeto conta com o uso de iluminação embutida. Tal acabamento é constituído de placas moldadas, que devem ser encaixadas uma ao lado da outra e, posteriormente, fixadas com a ajuda de uma estrutura de arame. 

E como você pode imaginar, todo esse processo costuma gerar uma grande quantidade de sujeira no local, mas que será recompensada pelo seu excelente custo-benefício. Assim que estiver instalado no cômodo, o forro de gesso conseguirá, imediatamente, valorizar o ambiente — o deixando mais clean, contemporâneo e com um toque de sofisticação. 

No mercado, ainda existem diferentes tipos desse material. A seguir, explicamos melhor sobre cada um deles. Vamos lá!

  • gesso em Drywall: é a pedida perfeita para quem está em busca de uma instalação simples, eficiente e sem muita sujeira. Nesse caso, as placas de gesso são instaladas em uma estrutura metálica, garantindo um acabamento parecido ao do gesso tradicional;
  • gesso tradicional: é o mais utilizado do momento. Tal opção é composta pelo uso das famosas placas moldadas, que apresentam um custo mais baixo, mas tendem a sujar bastante o espaço da instalação.

Independentemente do modelo escolhido, existem inúmeros benefícios ao abraçar a proposta do forro de gesso. A possibilidade de criar uma iluminação embutida é um deles. Com a opção, você conseguirá rebaixar o teto e usar spots de luz, resultando em um cômodo mais elegante e charmoso. 

O material ainda apresenta ótimo isolamento térmico e acústico, já que isola os ruídos externos e deixa qualquer espaço mais confortável. Isso tudo, sem contar a sua manutenção, que é simples e não precisa ser feita com muita frequência. 

Entretanto, é preciso ter cuidado para não instalar o forro de gesso em locais com muita umidade, sendo o banheiro e a cozinha um deles.

4. Tipos de forro: bambu

tipos de forro de bambu

O forro de bambu é o mais diferenciado, sendo bastante sofisticado no acabamento. Imagem: Vimes Atelier.

Para finalizar, que tal uma alternativa que está em alta no setor da arquitetura e consegue transbordar personalidade? Este é o forro de bambu — um material sustentável, que carrega proposta ecológica e conseguirá repaginar o seu projeto em questão de minutos. 

De valor inferior ao da madeira, o bambu tem o poder de promover um resultado aconchegante e com bom isolamento acústico. Até mesmo, essa opção dispensa a necessidade de pinturas, tornando a sua instalação mais ágil e econômica. 

E ainda que o bambu seja extremamente versátil e possa surgir em construções variadas, vale destacar que o seu uso fica perfeito quando inserido em projetos no campo ou no litoral. Ao usá-lo, você conseguirá resgatar um toque natural para a residência, ao passo em que todo o ambiente ficará mais atraente e capaz de transmitir o lifestyle dos moradores.

De qualquer forma, é preciso dizer que, com os anos, a opção pode apresentar um certo desgaste, necessitando assim, que toda a estrutura seja renovada. E por ser um material natural, o bambu também apresenta o risco de desenvolver fungos e bactérias capazes de danificar a sua aparência. Para que essa situação não se torne um problema, o melhor caminho é realizar tratamentos específicos e cuidar da sua manutenção.

Dica extra

Ainda em dúvida sobre quais tipos de forro são mais indicados para a sua residência? Na hora de tomar a decisão, considere os seguintes pontos: 

  • o seu orçamento disponível; 
  • o seu estilo de decoração; 
  • as principais características de cada opção; 
  • os cuidados necessários com a manutenção; 
  • os procedimentos de instalação; 
  • a necessidade de um profissional especializado.

Esperamos que, após esse conteúdo, você tenha entendido melhor sobre os tipos de forro, as suas indicações e vantagens. Assim, ficará mais fácil tomar a melhor decisão e garantir o projeto dos sonhos! 

E se gostou, compartilhe o link nas redes sociais e divida essas informações com os seus amigos. Até mais!

2 thoughts on “Os 4 principais tipos de forro e as suas indicações para diversas moradias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *