chalé suíço

Chalé Suíço: conheça o chalé mais famoso do mundo

Avalie este post!
[Total: 0 Média: 0]

Conhecido por ser praticamente sinônimo de chalé (pelo menos aqui no Brasil), o Chalé Suíço carrega uma longa tradição de construção e sua história talvez seja uma das grandes responsáveis por transformar os chalés de madeira em objeto de desejo através das gerações.

Como definição geral, o Chalé Suíço abrange uma série de outras regiões onde foi e é construído e não só a Suíça em si. Esse tipo de construção e com essa nomenclatura é também característica das regiões dos Alpes da França, Baviera e também da região do Tirol.

No artigo de hoje, vamos explorar um pouco da história dos chalés suíços e o que o alçou à fama. Também exploraremos as opções de chalé suíço disponíveis no mercado hoje, além das melhores hospedagens em chalés suíços no Brasil. Partiu?

A origem do Chalé Suíço

O Chalé Suíço teve sua origem nas regiões montanhosas e nevadas dos Alpes (Suíça, França e Baviera). Esse tipo de construção foi empregada com sucesso nessa região devido à sua construção simples e à eficácia do telhado do chalé em escoar água e neve.

Apesar de hoje em dia muitos chalés suíços serem procurados por ser glamour e aconchego, esse tipo de chalé de madeira era majoritariamente destinado aos trabalhadores do campo naquela região como pastores e alguns fazendeiros.

Além do seu formato icônico em forma de “A”, os chalés suíços também podiam ser distinguidos pela maneira como a madeira era empregada em sua construção. Ao contrário das cabanas tradicionais, que utilizavam troncos inteiros em sua construção, os chalés suíços utilizavam tábuas brutas bastante grossas e largas (de 15 a 30 centímetros) montadas de acordo com o formato buscado por seus construtores.

Esse tipo de abordagem no uso da madeira mudou bastante a forma de construção nas montanhas geladas dos Alpes: ela trazia mais leveza e grande nível de rigidez. A utilização das tábuas também facilitava o transporte e armazenamento dos materiais na montanha em comparação com os troncos brutos.

O formato em “A” do telhado que na verdade é também parte da estrutura provia enorme força estrutural com uma simplicidade no processo de construção que até então não havia sido experimentado. Esse telhando também diminuía e muito a frequência com a qual era preciso remover a neve do telhado das casas da região, o que era um grande ganho de tempo, energia e alívio estrutural às residências dos pastores.

Outro traço que distingue o chalé suíço de outros modelos de chalé são as cores chamativos com as quais costumavam ser pintados. Telhados verdes, portas e janelas vermelhas e uma infinidade de cores mais eram utilizadas para decorar a parte externa. Em muitos casos, a pintura chamativa ajudava a identificar o chalé em meio à neve, em outros uma pintura mais sóbria era adotada – geralmente em pequenos vilarejos ou onde havia menos isolamento entre os chalés da região.

Grandes chaminés também marcam esse estilo de chalé, essenciais para o clima severo dos Alpes. Por vezes, grandes pedras também eram empregadas na construção do chalé suíço seja como material para as lareiras e chaminés (criando-se assim um estrutura anti-chamas), quanto para completar as fachadas do chalé onde era mais complexo realizar cortes com ferramentas primitivas.

Chalé Suíço pelo globo

Os chalés são utilizados no mundo todo há centenas de anos, havendo inclusive registros de chalés vikings. No entanto, o Chalé Suíço tem uma origem relativamente mais recente. Esse tipo de construção começou a se popularizar pelo mundo após a chegada aos Estados Unidos.

O primeiro registro desse estilo arquitetônico nos aconteceu no livro The Architecture of Country Houses, de Andrew Jackson Downing, que descrevia chalés suíços e casas inspiradas em chalés especialmente no Colorado.

A chegada desse estilo arquitetônico naquele estado se deu provavelmente por conta da imigração européia para os Estados Unidos, mas também pela facilidade de construção e da abundância da madeira como matéria prima nos EUA – como acontece até hoje com a construção civil por lá.

Daí em diante, a popularidade dos chalés só aumentou como discutamos no artigo sobre chalés de madeira: ao serem utilizados em massa como residência de férias e ter seu estilo assimilado por grandes nomes da arquitetura norte-americana o chalé suíço passou a ser conhecido e – mais importante – construído no mundo inteiro.

Swiss Chalet

Apesar de no português brasileiro utilizarmos o termo “chalé”, em outros idiomas (inclusive no português de Portugal) a grafia se manteve como “chalet”. Em algumas partes do próprio Brasil, no entanto, é possível ainda encontrar essa denominação com a letra “t” muda no final.

Chalé Suíço pré-fabricado

Com a popularização do chalé suíço e a facilidade de construção desses tipos de chalé, hoje em dia já é possível comprar modelos de chalé suíço pré-fabricados diretamente pela internet e sem precisar sair de casa. Você recebe o chalé pronto para montagem diretamente no endereço onde será construído.

Separamos alguns dos principais modelos disponíveis no país com nosso parceiro Minha Casa Pré Fabricada:

Chalés suíços para se hospedar no Brasil

Legal, então você como nós é apaixonado por chalés mas ainda não teve a oportunidade de passar alguns dias em um? Bom, saiba que existem muitas opções legais de hospedagens em chalés suíços aqui mesmo no Brasil.

Abaixo, nós selecionamos os mais legais e ainda disponibilizamos um cupom para você ganhar até R$179 de desconto na sua primeira hospedagem no Airbnb! Aproveite 🙂

código de desconto airbnb

OBS: esse cupom só funciona para novos cadastros no Airbnb!

Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *